Clientes devem ser avisados de subidas de preço da luz e gás 30 dias antes (ERSE)

Escrito por Pedro Andersson

21.08.22

}
4 min de leitura

Publicidade

Clientes devem ser avisados de subidas de preço da luz e gás 30 dias antes

A ERSE (o regulador da energia) lembrou hoje que eventuais aumentos de preço de eletricidade ou gás natural têm de ser comunicados aos clientes com, pelo menos, 30 dias de antecedência, e que não podem ser impostos durante a vigência do contrato.

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos recordou, através de uma nota explicativa publicada na sua página da internet, que os comercializadores de eletricidade e/ou gás natural que pretendam alterar o contrato com clientes, incluindo aumentar o preço acordado, “no fim da duração prevista do contrato quando este se pode renovar automaticamente”, devem “avisar por escrito o cliente”, com, “pelo menos, 30 dias de antecedência relativamente à data em que as alterações propostas passarão a vigorar”.

Durante a vigência do contrato, o comercializador no mercado livre não pode impor subidas de preço, mas sim apenas propor alterações aos consumidores particulares, incluindo sobre o preço, “em situações excecionais e devidamente justificadas, que estejam previstas no próprio contrato”.

O regulador vincou que, no aviso, o comercializador deve informar o cliente que pode recusar as novas condições e optar por contratar, sem custos, um novo comercializador, sendo que os clientes podem mudar de comercializador as vezes que entenderem.

No momento de escolher um comercializador de energia, a ERSE recomendou que os consumidores recorram a um simulador de comparação de preços e que, além do preço por quilowatt-hora, comparem também outros aspetos contratuais, como a potência contratada, quais os prazos de duração do contrato, se a oferta está associada à contratação de serviços adicionais, ou quais as penalidades em caso de rescisão antecipada nos contratos com fidelização.

O regulador lembrou ainda algumas medidas de poupança de energia, entre as quais estão o uso de lâmpadas LED, que permitem poupar cerca de oito euros por lâmpada num ano, o uso das máquinas de lavar com a carga completa e num programa de baixa temperatura, baixar a temperatura da água do esquentador no período de tempo quente, ou desligar os aparelhos em ‘stand-by’.

A ameaça do corte de fornecimento de gás russo à Europa levou a Comissão Europeia a definir metas de poupança e os Estados-membros a preparar planos de redução do consumo de energia, para evitar escassez no inverno.

Os planos variam, consoante o grau de dependência de cada país do gás russo, e incluem medidas que vão desde montras desligadas durante a noite até ao aumento da temperatura do ar condicionado durante o verão. Em Portugal, o plano de poupança energética deverá ser conhecido no final de agosto.

Em todo o caso, você já pode definir o seu próprio plano de poupança para sua casa:

  • Não ligar luzes durante o dia
  • Não ligar o ar condicionado sem real necessidade
  • Não usar a máquina de secar roupa se a puder estender ao sol (sim, antes da invenção destas máquinas era assim que se fazia)
  • Passar a ferro só o tempo indispensável (não deixe o ferro ligado sem o utilizar)
  • Desligar o computador se não o estiver a usar
  • Desligar da tomada todos os standby
  • Quando usar o forno, faça vários cozinhados ao mesmo tempo
  • Opte por aquecimentos mais eficientes (aquecedores a óleo são impensáveis, substitua por aquecimento a gás)
  • Faça obras de eficiência energética em casa (mudar as janelas pode evitar ligar aquecimento no próximo Inverno)
  • Frigoríficos e arcas congeladoras antigos são para deitar fora (reciclar) o mais depressa possível
  • Lâmpadas que não sejam LED já não deviam existir em sua casa há muitos anos
  • Se puder instalar pelo menos um painel solar vai reduzir a zero todos os pequenos consumos durante o dia
  • Seja um caça-watts implacável em sua casa

Com estas pequenas sugestões, garanto-lhe que vai conseguir reduzir o seu consumo de eletricidade em muitas dezenas de kWh. Essa é a grande poupança que está nas suas mãos se quiser reduzir a sua fatura de eletricidade. Claro que todas as outras são cumulativas.


 

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

ÚLTIMO AVISO | Já só tem 1 dia para validar as suas faturas para o IRS!

Já validou as faturas pendentes de TODO o seu agregado familiar? Já só tem até amanhã (meia-noite de segunda-feira, dia 26 de fevereiro de 2024), para validar as suas faturas pendentes do portal e-fatura. É muito importante que o faça. Quando fui ver o e-fatura dos...

CRIPTOMOEDAS | Estou a ganhar ou a perder dinheiro? (Mês #26 – Fevereiro 2024)

O meu investimento em Criptomoedas - Balanço de Fevereiro de 2024 Cá estou eu para fazer mais um balanço do meu "investimento" em criptomoedas. Tenho algum dinheiro em Ethereum, que comprei através da plataforma Binance. Quero antes de mais relembrar que está em ampla...

Prémio Salarial | Formulário para fazer pedido já está disponível

Jovens têm até 31 de Maio para fazer o pedido de devolução de propinas, mas tempo de espera é elevado Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes No final do ano passado, o Governo anunciou uma medida que previa a devolução de propinas aos jovens que tivessem entrado...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três meses, mas sobem a seis e 12 meses

Euribor desce a três meses, mas sobe nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (26 de fevereiro a 03 de março)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três e seis meses, mas sobem a 12

Euribor Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um...

Cheque + Digital | A Lista das entidades que têm cursos de formação digital “grátis” (até 750 €)

A lista das entidades certificadas elegíveis para o apoio dos 750 € Antes que comecem a chover as críticas, relembro que coloquei "grátis" entre aspas porque vai ter de pagar primeiro o curso, ou cursos, do seu próprio bolso, mas depois esse dinheiro é devolvido pelo...

Painel solar fotovoltaico – Balanço Janeiro de 2024 (Mês #86)

Balanço de Janeiro de 2024 Janeiro foi um mês anormalmente baixo. No que diz respeito à produção de eletricidade, os primeiros meses do ano já são de recuperação e de aumento progressivo até atingir novamente o pico no Verão. Enfim, houve apenas uma maior sucessão de...

PODCAST | #216 – Vamos a contas | Quase não fiz descontos para a Segurança Social, qual vai ser a minha reforma?

Esta ouvinte do podcast (que quer ficar anónima) tem apenas 29 anos de descontos para a Segurança Social. Trabalha muito e recebe o seu salário, mas os "patrões" recusam-se a fazer descontos para a Segurança Social. Ela tem 64 anos e está muito preocupada com a...

Arrendamento | Rendas acessíveis alargadas a quem tem rendimentos mais altos

Limite de rendimentos máximos anuais para aceder a apoios ao arrendamento foi alargado para abranger mais cidadãos O valor máximo de rendimento anual para aceder ao Programa de Apoio ao Arrendamento foi aumentado, de acordo com uma portaria publicada em Diário da...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

3 Comentários

  1. Botas de Mulher

    Obrigado pelas excelentes dicas de poupança em relação aos consumos de energia.
    O painel solar, pelos vistos também ajuda nessa poupança.

    Responder
  2. Leonor Martins

    Bom dia, tenho fatura dual com a EDP Comercial. Posso agora mudar para o mercado regulado na vertente da eletricidade? E em Outubro mudar o gás para mercado regulado?
    Ou seja não quero permanecer na EDP na luz e gás.
    Tenho algum custo associado?

    Responder
  3. Cristina Mateus

    Muito obrigada pelas constantes informações
    Vamos ajudar-nos a todos.

    Cumprimentos

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.