Alguns reformados foram aumentados mas estão a receber menos – Porquê?

Escrito por Pedro Andersson

14.01.22

}
5 min de leitura

Publicidade

Alguns reformados foram aumentados mas estão a receber menos

Tenho recebido várias mensagens de reformados que se queixam de terem sido aumentados e de a reforma líquida que recebem na conta ser inferior ao que recebiam. Isso deve-se às tabelas de retenção na fonte. Há solução para esse problema?

1% dos reformados foram aumentados e recebem menos

As associações de reformados, diz a LUSA, também estão a receber queixas de pensionistas que se queixam de receber menos de pensão por terem subido de escalão nas tabelas de retenção na fonte do IRS devido ao aumento processado em janeiro.

A Confederação Nacional de Reformados Pensionistas e Idosos (MURPI) foi, por exemplo, contactada por um pensionista que disse estar nesta situação e que “estava na disponibilidade de devolver o aumento”, segundo referiu à Lusa o presidente da MURPI, Casimiro Menezes.

Entre os vários casos relatados à Lusa está o de Manuel Estêvão que em janeiro passou a receber menos 36 euros por mês do que recebia em 2021, apesar de a sua pensão ter sido aumentada, no âmbito da atualização regular que decorre da lei.

Esta é a segunda vez que tal lhe acontece – na passagem de 2018 para 2019 sucedeu o mesmo -, relata, indicando que tal se deve ao facto de ter passado a descontar mais de IRS.

Num outro caso, o aumento de 11 euros na pensão resultou em menos 26 euros no final do mês face a 2021.

Recebe menos agora, mas depois é devolvido no reembolso do IRS

Um aumento de pensões ou de salários pode resultar num valor líquido mensal mais reduzido por originar uma subida no escalão das tabelas de retenção na fonte, sobretudo quando estão em causa salários e pensões de valor próximo do limite dos escalões.

Mas, como assinala o fiscalista Luís Leon, da consultora Ilya, o imposto que é retido a mais mensalmente será compensado na altura da entrega da declaração anual do IRS, através de um reembolso de maior valor.

“A questão coloca-se sempre no limite das tabelas em que por causa de um euro se pode saltar para a escalão seguinte da tabela de retenção”, refere Luís Leon, lembrando que este tipo de situações acontece todos os anos e não significa “que lá mais à frente não tenha o reembolso”.

Tudo muito certo, mas como ouvi um senhor a dizer na TSF, ele não vive só uma vez por ano, vive todos os meses e todos os meses tem contas para pagar…

A resposta do Minsitério da Segurança Social

O Ministério da Segurança Social entretanto já respondeu a esta preocupação dos reformados e pensionistas:

Os efeitos da atualização das pensões levam ao aumento do valor bruto das pensões.

As tabelas de retenção foram atualizadas para refletir os aumentos, mas podem existir situações em que os valores estão nos valores limites dos escalões do IRS, o que, com o aumento, pode levar à alteração do escalão da taxa de retenção e dar origem a um maior aumento do valor do imposto retido.

Todos os anos, o universo destes casos é de cerca de 1% das pensões.

Em sede de apuramento de IRS, serão contabilizados todos os valores e devolvidos os valores diferenciais.

É nestes casos (que não têm solução imediata e que acontecerão sempre) que é importante até os reformados terem um Fundo de Emergência.  Alguém que vê o seu orçamento reduzido em 26 euros por mês vai ter de ir buscar a algum lado 312 euros, se quiser manter o seu nível de vida até receber o reembolso maior em 2023. São despesas imponderáveis que podem acontecer a qualquer um, a qualquer momento. Não acontece só aos reformados. Também acontece a pessoas no ativo.

Como funcionam as tabelas de retenção na fonte

Ao contrário do que sucede com os escalões de rendimento do IRS, que são efetivamente progressivos, as tabelas de retenção na fonte (que funcionam como um adiantamento do imposto que cada contribuinte terá a pagar) são ‘cegas’, no sentido de que basta um euro para se subir de escalão e passar a descontar pela taxa respetiva, sendo esta aplicada à totalidade do salário ou pensão e não apenas à parte que ‘extravasa’ para o novo escalão.

Uma portaria publicada em 15 de dezembro veio fixar o aumento das pensões a partir de 1 de janeiro de 2022, determinando que “as pensões e outras prestações atribuídas pelo sistema de Segurança Social e as pensões de aposentação, reforma e invalidez atribuídas pela CGA de montante igual ou inferior a duas vezes o valor do indexante dos apoios sociais (IAS) são atualizadas em 2022 em 1%”, enquanto as de valor compreendido entre duas vezes e seis vezes o valor do IAS são atualizadas em 0,49%, e as de montante superior a seis vezes o valor do IAS são atualizadas em 0,24%.

Em resumo, não há solução imediata para estes casos. Vai ter de se habituar ao novo valor da pensão ou reforma. Se lhe servir de consolação, esse dinheiro a mais vai chegar-lhe mais tarde no reembolso do IRS em 2023. Não é boa ideia devolver o aumento. Mas que é muito aborrecido é.

Talvez uma queixa na Provedoria de Justiça por parte dos afetados possa acelerar uma solução para estes casos que acontecem todos os anos.

LEIA TAMBÉM:

PENSÕES | Reformados prejudicados no IRS vão poder corrigir as declarações dos últimos 4 anos



Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

PODCAST | #233 – Quanto é que vou poupar com os novos escalões do IRS?

Conheça a nova tabela dos escalões do IRS O Conselho de Ministros da passada sexta-feira decidiu reduzir as taxas de todos os escalões de rendimento até ao 8.º escalão. Só o 9.º escalão (quem ganha mais de 81 mil euros por ano) fica de fora. Quanto é que isso vai...

Acrescente uma linha no IRS e receba mais 10% de dedução em educação (Interior e ilhas)

SABIA QUE se vive no interior do país (ou ilhas) tem mais 10% de dedução nas suas despesas de Educação? Isto é muito importante para TODAS as famílias com filhos na escola, nos distritos do interior e nos Açores e na Madeira. Eu não sabia disto. Quando menos...

PodTEXT Vamos a contas | Fiz retenção na fonte, mas tenho de pagar IRS. Porquê?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

O Governo vai baixar o IRS – O que muda no meu salário?

O meu salário vai subir quanto? O Governo aprovou hoje o famoso “alívio fiscal” de que tanto se tem falado nas últimas semanas. Vou tentar traduzir para “dinheirês” o que acaba de ser decidido. Conheça a nova tabela dos escalões do IRS O Conselho de Ministros desta...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três meses e sobem a seis e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (22 a 28 de abril)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Se quiser investir é melhor um PPR ou um ETF? (Mês #31- Março 24)

PPR vs. ETF: Qual é melhor para investir a longo prazo? Nos últimos anos, com o aumento da literacia financeira (e aqui no Contas-poupança orgulhamo-nos de fazer paret desse percurso), milhares de portugueses descobriram que os PPR podiam servir para ganhar dinheiro e...

PodTEXT| Como vai usar de forma (mais) inteligente o seu reembolso do IRS?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

VÍDEO | Como funciona o IRS Jovem e quem tem direito?

Aproveita o IRS Jovem Os jovens que acabaram os estudos e começaram a trabalhar desde 2020, têm direito a descontos muito grandes no IRS. Na reportagem esta semana do Contas-poupança explicámos-lhe quem tem direito ao IRS Jovem e como funciona. Quem tem direito Se...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

1 Comentário

  1. Isabel

    Como é possível que a pensão estivesse , em 2019 no limite do escalão e agora esteja outra vez . ?
    Agora tenho menos 12€, porquê ?
    E os escalões não foram revistos para beneficiar os cidadão ?
    Pensava eu mas parece que estava enganada .
    E todos os anos pago IRS .

    Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1. Reformas que baixaram com os aumentos vão ser corrigidas com retroativos - […] Esta retificação das tabelas de retenção na fonte tornou-se necessária depois de ser ter verificado que as inicialmente publicadas…

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.