Aceito os termos e condições.

Email Marketing by E-goi

Prestação do crédito à habitação desce em Janeiro na Euribor a 3 e 6 meses

Escrito por Pedro Andersson

05.01.22

}
2 min de leitura

Prestação do crédito à habitação desce em Janeiro 

A prestação paga ao banco pelo crédito à habitação desce ligeiramente este mês de janeiro nos contratos indexados à Euribor a 6 meses e a 3 meses, face às últimas revisões, segundo a simulação da Deco/Dinheiro&Direitos.

Um cliente com um empréstimo no valor de 150 mil euros a 30 anos, indexado à Euribor a 6 meses e com um ‘spread’ (margem de lucro do banco) de 1%, passou a pagar a partir deste mês 445,83 euros, o que se traduz em menos 1,97 euros face à última revisão (julho).

Já no caso de um empréstimo nas mesmas condições (valor e prazo de amortização), mas indexado à Euribor a 3 meses, o cliente passou a pagar 443,41 euros, menos 2,42 euros do que pagava desde outubro.

Estes valores foram calculados tendo em conta as médias da Euribor no mês de dezembro, tendo sido a seis meses de -0,545% e a três meses de -0,5682%.

As taxas Euribor são o principal indexante em Portugal nos contratos bancários que financiam a compra de casa. A Euribor a seis meses é a mais usada, seguida da taxa a três meses.

As taxas Euribor entraram em terreno negativo em 2015 e significam uma poupança significativa para todos os que têm taxa variável, seja qual for o prazo. Alerto sempre que esta “benesse” não vai durar para sempre. 

Aliás, o aumento preocupante da inflação pode vir baralhar as contas que apontavam para um regresso a terreno positivo da Euribor só em 2025. Pode ser antes. 

Aconselho todos a colocarem o dinheiro que estão a poupar de parte (no meu caso são cerca de 50 euros por mês) e a pô-lo a render para fazer face aos aumentos da prestação quando eles surgirem. Não me digam que isso é impossível, porque se não fosse a Euribor estar negativa que remédio tínhamos nós senão pagar. É dinheiro que está a ficar no nosso bolso todos os meses DESDE 2015 que não era suposto estar nas nossas contas bancárias. Em situações normais esse seria o lucro do banco. Não se iludam!

Se clicarem aqui neste link podem ver o valor médio mensal da Euribor nas 3 taxas, que recolho todos os meses para que possa ir acompanhando a sua situação.

Explico neste artigo como pode fazer as contas para saber se a sua prestação vai subir ou descer nas próximas mensalidades, com base no comportamento da Euribor.

Leia mais:
Como a Euribor afeta a minha prestação do Crédito à habitação?

(VÍDEO) EURIBOR | Porque é que a Euribor está negativa mas a minha prestação não desce

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Prazo para pós-pagamento das portagens das ex-SCUT passa para 15 dias

Prazo para pós-pagamento de portagens eletrónicas alargado de 5 para 15 dias O Governo alargou o prazo de pós-pagamento de portagens eletrónicas dos atuais 5 para 15 dias úteis, de forma a facilitar “a realização atempada dos pagamentos pelos utentes”, segundo uma...

Reformas que baixaram com os aumentos vão ser corrigidas com retroativos

As tabelas de retenção na fonte foram corrigidas As tabelas de retenção na fonte do IRS vão ser retificadas para salvaguardar que a atualização das pensões, que começou a ser processada em janeiro, não é absorvida pelo imposto, garantindo um aumento líquido do...

PODCAST | #90 – Como ajudar alguém a gerir melhor o dinheiro? (Pergunta da Paula)

- "Quero ajudar os meus amigos a gerir melhor o dinheiro, mas eles não querem saber..." O que pode fazer se algum amigo ou familiar seu está sempre a queixar-se de que não tem dinheiro, tenta ajudá-lo mas eles não só recusam a sua ajuda como ainda pensam que está a...

A resposta do Banco CTT à minha reclamação sobre a app id.gov.pt

A resposta do Banco CTT à minha reclamação Como expliquei neste artigo (é só clicar AQUI), encerrei a minha conta no banco CTT porque não é do meu interesse (financeiro) pagar comissões de manutenção de conta sem necessidade. Recordo que quem já paga a anuidade do...

PPR | Mês #15 – Quanto estou a ganhar (ou a perder) com os meus PPR (Janeiro 2022)

Vale a pena fazer um PPR como investimento? Janeiro está a ser um mês péssimo para os meus PPR. Num deles, o que desvalorizou só nas primeiras 3 semanas deste ano, fê-lo regressar aos valores de abril do ano passado.  Apesar disso, ainda mantenho um lucro razoável....

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (24 a 30 de janeiro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

A minha aventura com o fecho da conta do Banco CTT

Banco CTT - Capítulo encerrado (com pena minha) Como expliquei neste artigo AQUI, o banco CTT decidiu deixar de ser um banco ZERO e vai começar a cobrar comissões de manutenção de conta a partir de março. Há exceções, mas apenas para quem pagar de outra maneira (por...

O que acontece à minha prestação se a Euribor subir 1%? (Simulação)

Muitas famílias vão ficar aflitas se a Euribor subir 1% Eu sei que provavelmente só pensa nisto lá muito ao longe, mas convém estar preparado para a subida da Euribor daqui a algum tempo. Não será para já, mas é importante saber o que o espera porque não é uma questão...

PODCAST | #89 – Como posso combater a inflação em 2022? (Pergunta II do André)

Como posso evitar que a inflação "coma" o meu orçamento mensal e as minhas poupanças? A inflação está a 5% na europa e atingiu os 1,3% em Portugal. É um avanço galopante e que está a gerar uma enorme preocupação. Há várias razões para o crescimento da inflação, mas o...

Banco CTT vai passar a cobrar comissão de manutenção de conta 

Banco CTT vai passar a cobrar comissão de manutenção de conta - O fim do banco ZERO E assim acabou mais uma boa ideia.  Foi bom enquanto durou. Quando o Banco CTT surgiu, foi uma lufada de ar fresco na banca nacional. Prometia ser um banco  ZERO (nenhuma comissão). Um...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Publicidade

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. Rui Manuel Borges Casaca

    Olá, boa tarde e bom ano!
    Já sigo o à algum tempo e embora eu perceba o alerta que faz sobre a Euribor poder subir antecipadamente, o que é certo é que encontro-me numa fase da minha vida (com 33 anos e com uma família e uma descendente), em que queríamos comprar a nossa primeira casa.
    Acontece que parece que andamos sempre na última carruagem e que estamos sempre na pior altura de sempre para fazer o que toda a gente de uma forma geral faz, neste caso compra de habitação.
    Podíamos tê-lo feito antes, mas não tínhamos a capacidade financeira que temos agora graças a todos estes anos de poupança.
    Contudo fico sempre hesitante se ainda assim, com todos estes alertas e condições piores e a descida do prazo máximo para pagar os créditos de habitação (de 40 anos para 30 anos), devemos seguir em frente com as melhores condições que conseguirmos arranjar, ou se aguentamos mais um pouco até a inflação subir, a Euribor subir, etc e depois vermos o que acontece e decidir nessa altura avançar com um crédito habitação.
    Não sei mesmo, e farto-me de pesquisar, se nesta altura é uma boa altura para comprar casa ou se é melhor aguardar.
    Um muito obrigado por tudo o seu trabalho!

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. A sua questão é muito interessante. Se me permite uma observação genérica um bom negócio é sobre um bom negócio em qualquer altura. Não espere por alturas especiais. Esteja sempre com o radar ligado. Se encontrar um bom negócio é avançar. Não compre é à pressa por medo de perder o “momento ideal”.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.