Aceito os termos e condições.

Email Marketing by E-goi

ANÁLISE | Como subscrever o “robô” de investimento da CGD

Escrito por Pedro Andersson

05.01.22

}
7 min de leitura

O “robô” de investimento da Caixa Geral de Depósitos (CGD)

Ao longo dos últimos anos tenho investido grande parte do meu tempo a partilhar convosco como podemos ganhar dinheiro com o nosso dinheiro, e dessa forma, a nos aumentarmos a nós próprios sem ter de pedir ao patrão.

No último ano, mostrei-vos mensalmente como estão crescer (ou não) os meus robôs financeiros (no Banco Invest e no Openbank). Tem AQUI um desses balanços (procure o mais recente no blogue).

Mas compreendo que estes dois bancos não só são pouco conhecidos como podem gerar desconfiança em quem está habituado a só ter conta num dos 5 ou 6 bancos clássicos em Portugal. Daí achar que é importante que saibam que este tipo de produtos financeiros está disponível em praticamente todos os bancos, nomeadamente na Caixa Geral de Depósitos, que é o maior banco português.

Propositadamente, fiz questão de subscrever dois destes produtos na CGD apenas para vos mostrar não só que é possível, como não é preciso ter grandes fortunas para começar a investir com algum risco, mas ao mesmo tempo com alguma prudência.

Coloquei 100 euros em cada um dos produtos: num fundo de investimento diversificado e num fundo de ações. Não vou colocar mais porque tenho fundos que me rendem muito mais do que estes mas, para alguém que queira começar e experimentar, estão muito bem. Se testar com 100 euros, isso em princípio não o vai tornar nem mais rico nem mais pobre a médio prazo, mas ganha uma “fortuna” em conhecimento.

O primeiro ponto que quero que fixe é que não tem de perceber nada de bolsas nem de ações. A minha mãe, com 76 anos, poderia facilmente fazer este investimento (com a minha orientação, evidentemente).

NOTA: Isto não é uma sugestão de investimento, nem estou a vender nada, nem recebo um cêntimo de quem quer que seja para escrever estes artigos. A minha única intenção é contribuir para a sua literacia financeira. A CGD (e qualquer outro banco) não sabe, nem tem nada que saber, que estou a escrever este e outros artigos.

Como abrir uma conta de investimento na CGD

O primeiro passo (essencial) é ter acesso ao homebanking da CGD, com número de contrato e password. Depois disso, clica aqui na coluna lateral em “Abrir conta de ativos financeiros”. Sublinho que para abrir esta “subconta” não tem de colocar lá nenhum dinheiro. É só para poder ter acesso aos produtos de investimento da CGD. Depois se subscreve ou não algum dos produtos disponíveis é consigo. 

Vai ter de preencher um inquérito extenso para definir o seu perfil de investidor. Não tenha problema em responder errado ou “não sei” a nenhuma das perguntas. Isso é perfeitamente normal. É importante responder com toda a honestidade, porque assim a CGD (ou qualquer outro banco) só lhe vai sugerir produtos que estejam de acordo com o seu grau de conhecimento. Isso não tem nada de mal, nem está a “chumbar” em nenhum exame.

Depois de responder ao inquérito vai receber muita documentação no seu e-mail e vai ter de dizer se concorda com as condições propostas. Leia tudo com calma. Ninguém corre atrás de si. A parte boa é que só tem de fazer isto uma vez. 

Depois de tudo OK (isto deve demorar cerca de meia hora), aparecem-lhe as opções para ver os produtos disponíveis da CGD para cada tipo de pessoa, das que não percebem nada de nada até às que percebem tudo de tudo.

Vou falar-lhe especificamente dos tais “robôs” de investimento. Aqui na CGD chamam-se “Fundos de Investimento Diversificados”. 

Pode escolher entre “Defensivo”, “Moderado” ou “Agressivo”. Cada uma das opções poderá render mais ou menos conforme a sua tolerância às perdas momentâneas. Tem de ficar claro que nenhum rendimento é garantido, nem o capital é garantido. Mas isso não tem nada de mal. 

Aproveite para ouvir este episódio do podcast em que explico que praticamente todos os investimentos que fazemos na vida não têm “capital” garantido. Nós é que complicamos. Tem o mesmo episódio no Spotify e no iTunes. Quando casou não tinha a garantia de que iria ser feliz, mas avançou. A nossa (minha também) educação financeira é que sempre foi ultra-conservadora e típica da Idade Média, onde tudo é mau só porque desconhecemos como funciona. Pode ser, pode não ser. Temos cabeça para pensar.

Ou seja, se lhe faz muita confusão olhar para o seu saldo de 100 euros e de vez em quando estar lá só 95 euros então deve escolher o defensivo. Se não se importa que de vez em quando estejam lá só 80, deve escolher o moderado. Se está disposto a  que os seus 100 euros cheguem a valer 60 ou 50 sem os resgatar e a esperar que depois subam mais do que os dois outros dois fundos, então pode subscrever o “Agressivo”. Cada um deles tem lá o que cresceram no passado para ter um critério de análise.

Nesta folha obrigatória por lei, tem os gráficos de cada produto com o que cresceram ou não (em média) em cada ano.

Por exemplo, no moderado, houve um ano em que esteve a desvalorizar quase 6%. Estaria disposto a suportar com paciência um ano  (ou 2 ou 3) a ver o seu valor investido negativo, para arriscar ganhar muito mais nos anos seguintes? Só você pode avaliar isso. 

Para subscrever, basta clicar no cesto para “comprar” e seguir os passos. No dia em que os quiser resgatar, é só clicar no cesto “vender” e já está. Mas só faça isso quando estiver a lucrar. Para vender e resgatar menos do que lá colocou mais vale estar quieto e não fazer nada.

Depois de clicar no cesto com a seta para baixo o banco pede-lhe todas as informações sobre o que pretende fazer: qual o produto e quanto pretende investir, e recebe a informação sobre os custos que vai ter. Coloquei 1.000 € só para testar, mas só subscrevi os tais 100 euros.

O Fundo de ações “Líderes globais”

Já que estava com a “mão na massa” aproveitei e vou testar também o Fundo mais rentável da Caixa Geral de Depósitos. Coloquei também 100 euros no fundo de ações “Líderes globais”, que acompanha a média das melhores empresas mundiais (na opinião dos gestores de fundos da CGD). Você “compra” um pedacinho de cada empresa e o que cada uma delas crescer (ou baixar) é a média do que o seu pedacinho vai crescer ou desvalorizar. Até ao momento (dia e hora) em que carregar em resgatar (o tal cesto com a seta para cima). Quando estiver contente, resgata. Se não estiver contente, deixa estar. Só isto.

Neste fundo não pode fazer o que pode fazer nos tais “robôs” financeiros. Ou seja, é isto e acabou. Não pode andar a trocar para empresas mais arriscadas ou menos arriscadas (defensivo, moderado e agressivo). É o que é. Neste, é “agressivo” (pode valorizar muito e desvalorizar muito ao longo dos anos) e ponto final.

Passados dois ou 3 dias, já estava a ganhar uns cêntimos com os meus 200 euros, como pode ver abaixo.

Nunca coloque em ferramentas financeiras destas dinheiro que vá precisar de certeza nos próximos 3 ou 4 anos. Esta regra é sagrada.

Em resumo, o que lhe pretendo transmitir é que estas ferramentas dos “ricos” estão disponíveis a todos, mesmo no banco mais antigo e clássico em Portugal. E com valores pequeníssimos. Por exemplo, o meu filho mais novo (tem 9 anos) acabou de me pedir para pôr o dinheiro dele do mealheiro na “conta que faz crescer o dinheiro”. Ele vai ouvindo as conversas que tenho com o meu filho mais velho. Já transferi o dinheiro para esta conta e vou fazer o “Líderes Globais”, para eu ir começando a falar com ele sobre como isto funciona.

E, por estranho que lhe possa parecer, espero que haja momentos em aquele dinheiro dele do mealheiro valha menos do que o que ele lá vai pôr. Isso é importante para ele perder o medo do risco. O pior que poderia acontecer era ele achar que usando estas ferramentas financeiras, o lucro é sempre a subir sem risco e um dia – já com valores substanciais – acabava por se assustar e perder dinheiro a sério por ignorância ou inconsciência. Saber é poder.

É de pequenino que se torce o pepino, certo?

(Eu só comecei aos 40 anos)


Saldos-billboard

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Prazo para pós-pagamento das portagens das ex-SCUT passa para 15 dias

Prazo para pós-pagamento de portagens eletrónicas alargado de 5 para 15 dias O Governo alargou o prazo de pós-pagamento de portagens eletrónicas dos atuais 5 para 15 dias úteis, de forma a facilitar “a realização atempada dos pagamentos pelos utentes”, segundo uma...

Reformas que baixaram com os aumentos vão ser corrigidas com retroativos

As tabelas de retenção na fonte foram corrigidas As tabelas de retenção na fonte do IRS vão ser retificadas para salvaguardar que a atualização das pensões, que começou a ser processada em janeiro, não é absorvida pelo imposto, garantindo um aumento líquido do...

PODCAST | #90 – Como ajudar alguém a gerir melhor o dinheiro? (Pergunta da Paula)

- "Quero ajudar os meus amigos a gerir melhor o dinheiro, mas eles não querem saber..." O que pode fazer se algum amigo ou familiar seu está sempre a queixar-se de que não tem dinheiro, tenta ajudá-lo mas eles não só recusam a sua ajuda como ainda pensam que está a...

A resposta do Banco CTT à minha reclamação sobre a app id.gov.pt

A resposta do Banco CTT à minha reclamação Como expliquei neste artigo (é só clicar AQUI), encerrei a minha conta no banco CTT porque não é do meu interesse (financeiro) pagar comissões de manutenção de conta sem necessidade. Recordo que quem já paga a anuidade do...

PPR | Mês #15 – Quanto estou a ganhar (ou a perder) com os meus PPR (Janeiro 2022)

Vale a pena fazer um PPR como investimento? Janeiro está a ser um mês péssimo para os meus PPR. Num deles, o que desvalorizou só nas primeiras 3 semanas deste ano, fê-lo regressar aos valores de abril do ano passado.  Apesar disso, ainda mantenho um lucro razoável....

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (24 a 30 de janeiro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

A minha aventura com o fecho da conta do Banco CTT

Banco CTT - Capítulo encerrado (com pena minha) Como expliquei neste artigo AQUI, o banco CTT decidiu deixar de ser um banco ZERO e vai começar a cobrar comissões de manutenção de conta a partir de março. Há exceções, mas apenas para quem pagar de outra maneira (por...

O que acontece à minha prestação se a Euribor subir 1%? (Simulação)

Muitas famílias vão ficar aflitas se a Euribor subir 1% Eu sei que provavelmente só pensa nisto lá muito ao longe, mas convém estar preparado para a subida da Euribor daqui a algum tempo. Não será para já, mas é importante saber o que o espera porque não é uma questão...

PODCAST | #89 – Como posso combater a inflação em 2022? (Pergunta II do André)

Como posso evitar que a inflação "coma" o meu orçamento mensal e as minhas poupanças? A inflação está a 5% na europa e atingiu os 1,3% em Portugal. É um avanço galopante e que está a gerar uma enorme preocupação. Há várias razões para o crescimento da inflação, mas o...

Banco CTT vai passar a cobrar comissão de manutenção de conta 

Banco CTT vai passar a cobrar comissão de manutenção de conta - O fim do banco ZERO E assim acabou mais uma boa ideia.  Foi bom enquanto durou. Quando o Banco CTT surgiu, foi uma lufada de ar fresco na banca nacional. Prometia ser um banco  ZERO (nenhuma comissão). Um...

Publicidade

Publicidade

Artigos relacionados

21 Comentários

  1. Antonio

    Boa tarde
    Antes de mais agradeço pelo grande trabalho.
    Abrindo conta na CGD para subscrever os robôs depois não pagamos comicoes dessa conta?
    É relativamente aos robôs, como é a nível de impostos?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Sim parGra comissões de manutenção de conta. Por isso a sugestão é sobretudo para atuais clientes. Impostos é igual aos depósitos a prazo. 28% retidos na fonte.

      Responder
  2. Cecília Ferreira

    Olá boa noite!
    Li com atenção a sua publicação sobre os fundos da C G D. Sou cliente da caixa há muitos anos e é o banco com que trabalho. Por sugestão da minha gestora tenho aplicações da AC Lideres Globais. Tenho por opção resgatar sempre que estou com um bom lucro e nunca mexer no capital aplicado. Claro que por vezes, quando os fundos descem fico com saldo negativo. Não me preocupo e espero que voltem a subir. Vejo diáriamente como estão as cotações . Este ano tive de ganho , livre do imposto cerca de 4000 euros. Em Setembro último reforcei , quando estavam em baixa, com mais 5000. Não sei fazer percentagens mas estou muito satisfeita. Somos um grupo de amigas aposentadas e pelo menos 6 temos fundos dos Lideres Globais. Umas optam por não resgatar e vão vendo a evolução e outras resgatam. Tornou- se viciante ver e comentar os fundos. Sei que é arrojado mas também sei que não entro em pánico quando estou a perder. Quando apareceu o Covod os fundos desceram muito, Aí fiquei assustada e resgatei um montante maior e o resto ficou a esperar melhores dias. Com paciência começou a subir novamente, reforcei e tem corrido muito bem. Posso em mensagem privada falar nos montantes aplicados. Deixo aqui o meu testemunho. Obrigada

    Responder
    • Marco Rodrigues

      Olá Cecília,
      Para ter um ganho desses, quando tem mais ou menos depositado ?

      Responder
  3. Andre

    Boa noite,

    Não se paga uma comissão trimestral (2€ + IVA se for menos de 500€ investidos e 9€ + IVA se for mais de 500€ investidos) por ter produtos contratados na conta de ativos financeiros?
    Ou estes dois produtos em concreto estão isentos por a CGD ser o banco depositário (se é que é esse o caso)?

    Responder
    • Cristina

      Boa tarde,
      Desde já obrigada pelo artigo.
      E como funciona em termos de IRS?
      Obrigada e um bom ano

      Responder
      • Pedro Andersson

        Olá. É igual aos depósitos a prazo. 28% dos lucros retidos na fonte. Co.o são fundo nacionais recebe o vor líquido e não precisa colocar no IRS, a menos que os queira englobar.

        Responder
        • Jorge Martins

          Obrigado pela excelente exposição.
          Já subscrevo fundos de investimento mobiliário (líderes globais, oriente, usa, etc.) desde o início de 2020 e tenho uma rentabilidade líquida de 16,5 %. Pena não ter começado a subscrever mais cedo.
          Quanto à exposição, falta referir que se paga uma comissão de resgate se o prazo for inferior ao estipulado nas condições.
          Cumprimentos

          Responder
          • Pedro Andersson

            Olá. Sim tem uma comissão de resgate antes de 1 ano. Está na foto no artigo 🙂

  4. Jota

    Esse fundo “Lideres Globais” é muito bom. Também o tenho mas no banco Best… não tenho conta na CGD, nem quero.

    Responder
  5. Marco Rodrigues

    Eu tenho 5 mil euros há uns 10 anos numa conta emigrante e não rende nada na CGD. Nunca aconselharam a por em algo melhor, talvez seja a oportunidade de o fazer. Só o dinheiro que perdi por não ter esse dinheiro a render há mais de 10 anos.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Não está a render para si. Para eles está 🙂

      Responder
  6. Jose Herminio figueiredo

    Desculpe Sr Andersson, mas aqui vao, algumas duvidas.
    1 – Fala em homebanking da cgd, e o meu que falar na plataforma CAIXA DIRECTA, nao e?
    2 – Eu aderi a conta de servicos minimos, mas posso subscrever esses investimentos? E que ja me ameacaram por carta, que por ter outra conta na cgd conjunta com um familiar, iria ter que repor todos os beneficios dos servicos minimos em finais de Janeiro deste ano. Eu informei por telefone, que essa conta era em coautoria com uma pessoa com mais de 65 anos idade, e ate agora nao responderam, mas querem que eu va a agencia “assinar papeis”, nao explicam o motivo. Claro que nao vou cada vez confio menos nessa gente. Ja foi tempo em que se podia confiar, hoje positivamente NAO.
    3 – Os cerca de 13 € d UPs, dos lideres globais, ja nao e um valor muito alto, para quem quer agora iniciar a investir. Eu estou registado na DEGIRO, (li um livro seu) mas ainda nao fiz qualquer “experiencia” (mais por causa do IRS),pelo que prefiria outro qualquer investimento, nessa plataforma (se o conselho, so o da por mensagem privada aqui vai em baixo o jeu contato.
    Obrigado pela atencao

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá José.
      Sim, caixa direta é a mesma coisa.
      Com conta de serviços mínimos pode subscrever investimentos.
      Se tem conta conjunta não pode ter conta de serviços mínimos. Só se a pessoa com 65 anos TAMBÉM tivesse conta de serviços mínimos. Eles têm razão.
      Estes investimentos na cgd tem retenção na fonte. Não tem de fazer nada no IRS.
      Já agora, não dou conselhos financeiros específicos e personalizados. Sou só jornalista :).
      Nem tenho essa formação, sem autorização legal para o fazer. Só partilho as minhas experiências. Depois cada um faz o que quiser, pensando pela sua própria cabeça.
      Um grande abraço. Felicidades.

      Responder
  7. Hélder Paiva

    Bom dia,
    Devo dizer que comecei a estudar o assunto muito recentemente.
    Tendo um fundo de emergência, um PPR e depósitos em certificados do tesouro, parece-me que o próximo passo para “combater” a inflação serão os chamados ETF´s ( de acordo com as pesquisas que tenho feito online).

    No entanto, sou cliente da CGD há anos e tenho dúvidas acerca do risco acrescido de investir através de corretoras online (DeGIRO,XTB etc).
    Este produto da CGD fundo de ações “lideres globais” parece-me semelhante com a diferença de ser uma gestão ativa e com eventuais comissões extra pagas à CGD. Estarei a ver bem?

    Ouvi o seu podcast #28 sobre o assunto. Como compara a sua experiência entre estes dois produtos financeiros ?

    Obrigado.

    Quais as vantagens e desvantagens de investir neste produto e um ETF indexado ao S&P500

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. No ETF sp500 a diversificação é maior e as comissões são mais baixas. Na cgd já conhece, é muito simples subscrever, reforçar e deixar andar. As comissões de gestão comem parte do rendimento, mas para que tem medo de corretoras não estão mal. Face ao histórico, obviamente. O futuro nunca sabemos :).

      Responder
  8. HELDER DE SOUSA

    Por acaso tentei preencher o questionário em Dez 2020 sem resultado pois indica:
    Perfil de investidor: Sem perfil por recusa
    Categoria de investidor: Recusa
    Data de Validade do Questionário: 17-11-2026
    Nem sei que recusa fiz…e agora só posso refazer o questionário na data acima (2026)…

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Não diz recusado, diz válido até 2026. Podecrecusar responder ao questionário e investir na mesma, mas é por sua conta e risco 🙂

      Responder
      • HELDER DE SOUSA

        Obrigado pela informação.
        Não deixa avançar mas já vi que posso alterar o perfil a partir de 17/02/2022. Felizmente já abri em nov/2021 a conta equivalente no ActivoBank.
        A propósito ou não…qual poderá ser o impacto, no mercado de acções, o aumento de inflação/juros? Poderá indicar-me algum artigo sobre o assunto?
        Cumprimentos,

        Responder
  9. Nuno

    Boa noite Sr Andersson recentemente abri uma conta de investimento na CGD. Tenho a perfeita noção que os depósitos a prazo já deram tudo o que tinham a dar. Sempre tive algum receio de aplicar o meu dinheiro em produtos onde este não é garantido. Vai ser a primeira vez que o faço mas tenho a consciência que algo pode correr mal e se isto acontecer só resta esperar por melhores dias. Comecei por ouvir os seus podcasts durante o meu horário de trabalho com uns fones nos ouvido. Agradeço por nos transmitir o seu conhecimento e ajudar-nos do seu ponto de vista a escolher a melhor forma de por o dinheiro a render. Continue com o excelente trabalho que tem vindo a desenvolver neste campo.
    Abraço Nuno Silva

    Responder
    • Pedro Andersson

      Obrigado Nuno. O conhecimento é o melhor investimento que podemos fazer. E depois agir com base nesse conhecimento. Sempre com consciência das vantagens e dos riscos. Muitas felicidades. Abraço. Pedro Andersson

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.