PODCAST | #83 – Por onde começo se quiser começar a investir? (P&R)

Escrito por Pedro Andersson

06.12.21

}
2 min de leitura

Publicidade

Por onde começo a investir?

(P&R – Perguntas & Respostas)

A ouvinte Mónica Cunha mandou uma pergunta em áudio sobre como começar a investir. Ela pergunta ao gestor de conta do banco dela e ouve uma opinião e fala com outra pessoa noutro banco e tem outra proposta. Como é que ela escolhe?

Neste episódio respondo a essa pergunta. E não pense que quando falamos de investir estamos a falar de milhares de euros. Pode começar com 20 ou 30 ou 50 euros. Qualquer pessoa pode começar a preparar e a proteger o seu futuro, mesmo com rendimentos relativamente baixos.

É um erro pensar que investir é só para ricos.Você pode fazer dinheiro com o seu dinheiro. Nesta viagem financeira não lhe dou o peixe, ensino-o a pescar.

Aproveite a minha boleia para melhorar a sua vida financeira e partilhe este podcast com os seus amigos. Não ligue aos barulhos da viagem. É mesmo assim.

Veja todas as dicas de poupança em www.contaspoupanca.pt
Assine a Newsletter no blogue
Facebook facebook.com/contaspoupanca
Instagram www.instagram.com/pedroandersson_contaspoupanca/

O que é um podcast?

Aproveite a minha boleia financeira (gravo em áudio uma “conversa” no carro enquanto faço as minhas viagens e faço de conta que você vai ali ao meu lado) e veja como pode aumentar-se a si próprio. São uma espécie de programas de rádio para escutar enquanto faz outras coisas.

Subscreva o podcast na plataforma em que estiver a ouvir para ser avisado sempre que houver um episódio novo. Não estranhe ouvir o motor do carro, buzinadelas e o pisca-pisca. Faz parte da viagem.

Aprenda a gerir melhor o seu dinheiro

Tem a seguir os links para o Spotify, Soundcloud e iTunes. Para quem não percebe nada disto, deve ir à loja de aplicações do seu telemóvel e instalar gratuitamente a app “Spotify” ou “iTunes” ou outra que dê para ouvir Podcasts. No caso do SoundCloud basta clicar e começa logo a ouvir.

Boa viagem e boas poupanças!

Subscreva o Podcast e partilhe-o com os seus amigos ou familiares que se queixam de ter pouco dinheiro e muitas despesas.

 


Natal2021-billboard

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

PodTEXT Vamos a Contas | Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

Isenção de IMT e Imposto de Selo para jovens oficialmente aprovada

Medida para ajudar jovens a comprar casa vai avançar Há cerca de três semanas, o Governo aprovou em Conselho de Ministros diversas medidas para facilitar a compra de habitação aos jovens até aos 35 anos. Entre elas, além da garantia pública de até 15% do valor do...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (17 a 23 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

PodTEXT | Como perder o medo de investir e começar a ganhar dinheiro?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Apanhei um Uber… e o motorista “ganhou” 4.797 euros

Uma viagem que deu lucro... Apresento-vos o José Silva. É condutor de Uber. O meu carro (um GOLF IV que tem 22 anos e está aí para as curvas) foi pintado todo de uma ponta à outra e ficou pronto hoje. Chamei um Uber para o ir buscar à oficina. Assim que entro no Uber,...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #248 – Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS? (A pergunta do João Paulo)

Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS? O João Paulo este ano quase que pagou IRS em vez de receber reembolso. Ele está preocupado com o ano que vem, porque tem feito muitas horas extraordinárias. Uma das possíveis estratégias dele é amortizar o crédito à...

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (10 a 16 de junho)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de retalho de cerca de 10% para as...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

4 Comentários

  1. Duarte Vicente

    Boa noite Sr. Andersson,

    Tenho um questão para si. Você salienta muitas vezes que não é boa ideia deduzir os PPR no IRS porque depois se fica preso até à velhice. Mas queria a sua opinião acerca de uma forma diferente de usar os PPR, porque não usufruir dos 20% ao ano que os PPR dão é de “doidos”. Uma forma melhor, penso eu, de usar o PPR é para pagar a prestação da casa, por exemplo pessoas novas que comecem um PPR. Ao fim de 5 anos a meter 2000 por ano (para obter o máximo do benefício fiscal) + 400 por ano (o que recebem de IRS referente ao PPR) a render 6% ao ano, acabam com pouco mais de 14.000 euros. Ou seja, gasta do seu dinheiro 2.000 por ano em 5 anos, ou seja, 10.000 e ao fim de 5 anos tem 14.000, dando um crescimento de 40% em 5 anos. Agora esse tal jovem compra uma casa em que paga de prestação 280/mês, se continuar a meter no PPR 170/mês, e usar o PPR pra pagar a prestação, vai viver nessa casa durante 40 anos pagando menos 110/mês e no final ainda vai ter dinheiro no PPR. Que acha desta maneira de usar o PPR?

    Desculpe o testamento e desejo-lhe umas boas festas. Continue com este trabalho porque é muito, muito bom. Abraço!

    Responder
      • Duarte Vicente

        Não conhecia a reportagem, vou já vê-la. Muito obrigado pela resposta e uma boa continuação de trabalho.

        Responder
  2. Nuno Gil

    Boa noite e obrigado pelas informações sempre valiosas.

    Gostaria de lhe colocar duas questões.

    Tenho dois fundos PPR. Num deles, feito no ano passado, usei os benefícios fiscais à entrada.
    De facto, não me agrada ficar ‘preso’ até à idade da reforma, mas agora está feito.
    De que forma posso ‘libertar’ este PPR? Basta restituir o benefício fiscal acrescido dos 10%? Como?

    A outra questão prende-se com os valores a alocar a cada um dos tipos de investimento, PPR e ETF (quero avançar também com este último).

    Excluindo o ‘fundo de reserva SOS’, e do seu ponto de vista, qual a repartição ideal percentual a investir em cada um dos dois instrumentos (PPR e ETF)?

    Mais uma vez muito obrigado

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.