Banca proibida de subir juros às famílias com créditos em moratória

Escrito por Pedro Andersson

07.08.21

}
3 min de leitura

Publicidade

Bancos não podem subir juros às famílias com créditos em moratória nem cobrar taxas de renegociação

Os bancos estão proibidos de subir as taxas de juro às famílias em dificuldades nos créditos abrangidos por moratórias bancárias. A lei foi publicada ontem em Diário da República (DR).

“É estabelecida a proibição de agravamento da taxa de juro e são densificados os indícios de degradação da capacidade financeira, como a situação de desemprego, a perda de rendimentos ou o facto de o cliente desenvolver a sua atividade profissional num setor em dificuldades”, pode ler-se no decreto-lei ontem conhecido.

O texto legislativo especifica as condições dos apoios que o Governo aprovou em Conselho de Ministros no passado dia 29 de julho, e que foram promulgados pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, na quarta-feira.

No caso, as famílias poderão beneficiar de uma “proteção adicional no âmbito do Plano de Ação para o Risco de Incumprimento (PARI) e no âmbito do Procedimento Extrajudicial de Regularização de Situações de Incumprimento (PERSI)”, conforme aprovado em Conselho de Ministros.

Leia também:

Como aderir ao PARI ou ao PERSI

Alternativas para quem não vai conseguir pagar o crédito à habitação

No PARI, “deve ser promovida, no prazo de 30 dias anteriores à data de cessação da moratória, a avaliação de eventuais indícios de degradação da situação financeira do cliente bancário”, devendo ser apresentadas propostas para a resolução da situação “no prazo de 15 dias anteriores à cessação dessa moratória”.

Já no PERSI, os clientes mantêm as garantias previstas no regime de 2012 pelo período de 90 dias, “designadamente a garantia contra a resolução do contrato ou contra a interposição de ações judiciais por parte da instituição mutuante”.

“São também reforçados os deveres de monitorização dos clientes bancários, que se concretizam na necessidade de as instituições desenvolverem as diligências necessárias para a identificação de indícios de degradação da capacidade financeira dos clientes, com regularidade mínima a definir pelo Banco de Portugal”, refere ainda o decreto-lei do Governo.

O texto publicado ontem especifica que “as instituições de crédito não podem agravar a taxa de juro dos contratos de crédito no âmbito de acordos celebrados com os clientes bancários que visem a prevenção ou a regularização de situações de incumprimento”, que se soma à proibição de cobrança de comissões na renegociação de contratos, que já estava em vigor.

“São ainda identificadas, a título exemplificativo, e sem prejuízo de outras propostas que as instituições considerem mais adequadas à situação financeira, objetivos e necessidades dos clientes bancários, as propostas que poderão ser apresentadas aos clientes, no prazo de 15 dias, para prevenir ou regularizar incumprimentos”, pode ler-se no texto hoje publicado em DR.

De resto, o decreto-lei estabelece que “as soluções acordadas devem ainda ser sujeitas a uma avaliação posterior que permita averiguar da eficácia das mesmas”, sendo também reforçados os “deveres de reporte das instituições de crédito, nomeadamente de informação quantitativa, permitindo a adequada supervisão e sancionamento, em caso de incumprimento, pelo Banco de Portugal”.

As medidas do Governo revitalizam ainda “a rede extrajudicial de apoio a clientes bancários, integrando, na sua composição, os centros de informação e arbitragem de conflitos de consumo”.

Leia também: Como funcionam os Centros de arbitragem de conflitos de consumo


Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (22 a 28 de julho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Quais as regiões mais caras e mais baratas para comprar casa?

Grande Lisboa e Algarve dominam entre regiões mais caras Esta semana, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou dados relativos ao primeiro trimestre de 2024 que revelam que o preço mediano de habitação em Portugal subiu 5%, colocando o valor mediano por...

Já pode subscrever CERTIFICADOS DE AFORRO na app dos CTT

CTT já permitem a subscrição de Certificados de Aforro através da app A partir de hoje já pode subscrever online Certificados de Aforro (CA) usando a app CTT (atenção que não é o banco CTT): é mesmo a aplicação dos Correios. Subscrever os CA online já não é novidade,...

BCE mantém taxas de juro inalteradas

Depois da descida em junho BCE decide manter valores O Banco Central Europeu (BCE) anunciou esta quinta-feira que as taxas de juro não vão sofrer nenhuma alteração, isto é, não há subida, mas também não há descida. No passado mês de junho, o BCE anunciou a descida em...

Combustíveis | Os 5 postos mais baratos e mais caros para abastecer

Saiba quais são os cinco postos mais baratos e os cinco mais caros para abastecer em Portugal Todas as semanas, o Contas-poupança publica os preços dos combustíveis para a semana seguinte, além de partilhar também o preço eficiente estabelecido pela ERSE. A intenção é...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem a 3 e 6 meses e mantêm-se a 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PodTEXT | Você tem medo de ganhar dinheiro?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

TOP 10 | Qual a marca de COMBUSTÍVEIS mais barata esta semana? (15 a 21 de julho)

Quem subiu e quem desceu os preços esta semana A ERSE definiu para esta semana como preço eficiente (que traduzo livremente por preço "justo") uma descida de 2,5 cêntimos/l no gasóleo simples e de 1,1 cêntimos na gasolina simples. Abaixo tem os preços que as várias...

PODCAST | #258 – Quantas vezes posso trocar de Crédito à habitação e de seguro de vida?

A Daniela pergunta se pode trocar todos os anos de banco de crédito à habitação e o respetivo seguro de vida. Com a crise, os portugueses perceberam que afinal é possível transferir o crédito à habitação, desde que encontre melhores condições e eles suportem todas as...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 6 e 12 meses e sobem a 3

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.