ANÁLISE | Como estão a correr os meus investimentos nos robôs financeiros?

Escrito por Pedro Andersson

05.07.21

}
3 min de leitura

Publicidade

Como estão os meus investimentos dois meses depois?

Em Abril, tive a oportunidade de lhe mostrar neste artigo AQUI, que por curiosidade decidi colocar uma parte das minhas poupanças nos chamados robôs de investimento. São produtos disponíveis nos vários bancos, em que deposita lá dinheiro, escolhe entre várias opções que vão das menos arriscadas às mais arriscadas, e depois é só deixar o tempo passar.

Naturalmente, estes produtos não têm capital garantido e estão suportados pelo desempenho das bolsas. A grande vantagem é que fica exposto (no bom sentido) ao mercado bolsista mas sem ter de perceber nada daquilo e sem ter de comprar e vender ações, ETF e fundos de investimento.

Neste artigo, como prometi, vou dizer-lhe como está a correr este meu pequeno investimento agora que passaram 2 meses. Aproveite para comparar com o que ganhou com o seu depósito a prazo ou à ordem desde o início do ano.

Como expliquei no artigo, subscrevi esses robôs no Openbank e no banco Invest. Curiosamente, estou a fazer este balanço apenas dois meses depois porque de facto “esqueci-me” destes investimentos porque não tenho de fazer rigorosamente nada. Não tenho de estar atento a subidas e descidas da bolsa de determinadas ações, porque nem sei que ações lá estão. Vamos a contas.

Robôadvisor do Openbank

Como pode ver no gráfico abaixo, os 540 euros que investi sofreram muitos altos e baixos ao longo destes meses (o risco preto é o valor que investi). Houve dois períodos (um mais longo do que o outro) em que estive a “perder” dinheiro. De facto, para os mais inexperientes, ver o saldo e ter lá menos do que o que investiram pode ser assustador. O meu objetivo é que perceba que isso é perfeitamente normal.

Por acaso, o meu investimento acabou por recuperar e está a crescer bastante bem. Podia não ter acontecido. Como pode ver pelas contas do banco, a minha carteira “New York” está a crescer desde fevereiro (o primeiro artigo só o escrevi em abril) 4,55%. Quanto estão a crescer as suas poupanças?

Atenção que só deve colocar dinheiro seu que não precisa para outras coisas. Mas como já percebeu, pode colocar nestas ferramentas valores pequenos. A poupança dos seus filhos poderia ser uma hipótese para estes investimentos? Como já lhe disse, as poupanças dos meus estão todas em PPR. Esta também é uma hipótese.

O Smart Invest do banco Invest

O outro robô de investimento que subscrevi foi no banco Invest, porque tenho lá conta aberta por causa do PPR e vi esta possibilidade enquanto andava a espreitar a publicidade aos produtos deles.

Como pode ver, está a crescer 3,35%. Este robô tem uma vantagem: é simultaneamente um PPR, portanto tem toda a fiscalidade boa dos PPR. Ao fim de 8 anos só paga 8% sobre as mais valias.

Tal como o robô do Openbank, também neste pode alterar o perfil de mais conservador para mais agressivo as vezes que quiser sem qualquer penalização. Até pode começar pelo mais conservador e depois de ver como funciona, arriscar um pouco mais, alterando para moderado e depois regressar ao conservador depois, de ter ganho (eventualmente) algum dinheiro.

Em resumo, no seu banco também tem produtos destes. Por exemplo, na Caixa Geral de Depósitos também tem um produto semelhante. Ligue ao seu gestor de conta e peça mais informações. Suponho que todos os outros bancos também tenham. Pergunte pelos robôs de investimento e peça que lhe expliquem como funcionam.

E experimente. São uma peça importante da literacia financeira. Se nunca fizer perguntas, nunca vai perceber como é possível fazer dinheiro com o seu dinheiro.

Daqui a um mês ou dois, digo-lhe novamente como estão a correr estas ferramentas financeiras. Mais uma vez recordo-lhe que é dinheiro real meu, não é publicidade a nada e que o meu objetivo é mostrar-lhe como funcionam estes investimento. Depois de saber que estas coisas existem, tem de pensar pela sua própria cabeça.

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (17 a 23 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

PodTEXT | Como perder o medo de investir e começar a ganhar dinheiro?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Apanhei um Uber… e o motorista “ganhou” 4.797 euros

Uma viagem que deu lucro... Apresento-vos o José Silva. É condutor de Uber. O meu carro (um GOLF IV que tem 22 anos e está aí para as curvas) foi pintado todo de uma ponta à outra e ficou pronto hoje. Chamei um Uber para o ir buscar à oficina. Assim que entro no Uber,...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #248 – Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS? (A pergunta do João Paulo)

Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS? O João Paulo este ano quase que pagou IRS em vez de receber reembolso. Ele está preocupado com o ano que vem, porque tem feito muitas horas extraordinárias. Uma das possíveis estratégias dele é amortizar o crédito à...

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (10 a 16 de junho)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de retalho de cerca de 10% para as...

Nova versão do Cartão de Cidadão já está disponível

Cartão de Cidadão é agora mais tecnológico e seguro A nova versão do Cartão de Cidadão, anunciada em março ainda pelo anterior governo, está oficialmente disponível a partir desta terça-feira. As alterações estão em linha com a mais recente legislação europeia e com...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 3 meses e sobem a 6 e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

7 Comentários

  1. Shelina Mamad

    Olá boa noite Sr Pedro Andersen.
    Não tenho mto tempo para segui-lo e ouvir alguns dos seus podcasts. Contudo o que vejo e oiço consigo fazer alguma ideia. Gostaria de saber o seguinte :eu tenho um ppr na CGD desde 2011. No entanto eu apliquei em 2019 um valor de 1000€. Eu não estou a lucrar quase nada. Posso retirar o valor todo e invest num outro ppr ou retirar os últimos 1000€? Terei alguma penalização? Obrigada pela disponibilidade e colaboração.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Deve fazer o seguinte. Primeiro escolhe o PPR que lhe interessa. Depois nessa instituição faz as perguntas sobre como eles devem fazer para ser prejudicada o menos possível e começar a ter mais rendimento. Não levante, transfira para não perder benefícios fiscais ou outros.

      Responder
  2. Patrice Anjos

    Olá Sr. Pedro!
    Sou mais um aforrador muito conservador que irá começar a dar os primeiros passos nos produtos sem capital garantido…
    Após uma análise mais cuidada ao Smart Invest, verifiquei que a transferência entre os sub fundos é gratuita até ao limite de 3 por ano, após esse limite terá um custo de 50€ por cada transferência adicional (conforme no documento “Prospecto Completo, ponto n.º 5 das comissões e encargos)…são as tais letras pequeninas que por vezes não conseguimos decifrar logo à primeira vista, embora tenha lá o tal asterisco…
    Espero ter ajudado com esta informação, como p Sr. Pedro já me ajudou e muito (nem imagina quanto) com os seus conselhos ao longo de todos estes anos…abraço

    Responder
  3. Cláudio

    Olá, sabe me dizer se o robot do openbank, aquando da retirada do dinheiro, faz retenção na fonte automaticamente? ou é daqueles que posteriormente será inserido no IRS. Parabéns pelo excelente trabalho que tem feito.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Sendo um banco espanhol terá de declarar como rendimento no estrangeiro. Anexo J. Mas confirme junto d banco. Ainda não testei.

      Responder
  4. Elsa Machado

    Bom dia Pedro, já estive para investir num produto semelhante que existe no Banco BEST mas desisti porque tinha uma comissão de gestão de 1,2%… O Openbank e o Banco Invest também cobram comissão de gestão?

    Responder
    • Nuno Rocha

      No Openbank
      0.42%
      MAIS
      Para saldos inferiores a 25.000 €: 0,85% + IVA (1,03% IVA incluído)

      No BancoIvest SmartInvest, o PPR
      encargos correntes 1,40%
      MAIS
      comissão de gestão
      0,90%

      Ambos CARISSIMOS.
      Não esquecer que falta incluir em ambos os custos dos fundos ou ETFs, o que irá conduzir a uma performance pobrezinha.
      ——————————————————————
      Agora leia só este artigo da Vanguard sobre a diferença entre 0.09% e 0.54%
      https://about.vanguard.com/what-sets-vanguard-apart/the-benefits-of-lower-costs/

      Veja só de que percentagens se está a falar.
      Estes bancos mencionados pelo Pedro Andersson cobram mais do dobro, sem ainda terem feito nada ao dinheiro, depois são outras gestoras dos fundos e ETFs escolhidos que terão a sua performance e cobram também elas a sua fatia.

      Não queria chamar um roubo. Posso?
      É um roubo!

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.