Como comprar 22 bolos e salgados por 3 euros e lutar contra o desperdício

Escrito por Pedro Andersson

20.06.21

}
5 min de leitura

Publicidade

Como lutar contra o desperdício alimentar e poupar ao mesmo tempo

Acabo de passar por uma pastelaria perto de minha casa, a poucos minutos dela fechar, para ir buscar uma caixa com pães, bolos e salgados que iriam literalmente para o lixo. Paguei 3 euros através da app Too Good to Go (há outra concorrente que se chama Phenix) e depois passo por lá para ir buscar uma caixa com o que lhes sobra.

Nunca sei o que vou buscar e não posso escolher. Podem ser 6 “peças”, 12, 15, 18 ou, como foi hoje, 22. Tem aqui as fotos. Todos os produtos foram tirados à minha frente das prateleiras que estavam disponíveis para os clientes e eram todos produtos de qualidade. Sei porque sou cliente da pastelaria e gosto dos produtos deles. 

Perguntei se estava a funcionar bem para eles, e responderam-me que ao Domingo disponibilizam sempre os dobro das caixas porque sobra mais. Tudo isto que vê, seria desperdiçado. Tem corrido bem para eles. É útil para todos.

Assim, a perda deles é menor e eu por um preço muito razoável tenho produtos que podem servir por exemplo para fazer umas sandes ou reservar alguns salgados para levar amanhã para o trabalho. E comer tantos bolos é saudável? Bom, isso já é uma questão que só você sabe e pode responder. Não entremos nessa discussão.

A dica de poupança que quero partilhar consigo é que com alguma regularidade faço isto também com restaurantes. Compro refeições completas (às vezes para duas pessoas) por 4 ou 5 euros). E é tudo do próprio dia e de restaurantes que conheço e que desconheço.

Abaixo tem o link para a reportagem que fiz sobre estas aplicações anti-desperdício alimentar. Algumas pessoas experimentaram as apps com alguns restaurantes e não ficaram satisfeitas. Acho perfeitamente normal. Não só pode-me calhar uma comida que não gosto, como há restaurantes e estabelecimentos que não têm a preocupação de disponibilizar produtos de qualidade. Quando isso me acontece não só nunca lhes encomendo mais nada, como nunca porei os pés nesses restaurantes como cliente “normal”.

Posso dizer que já me aconteceu ter experimentado um restaurante através de uma destas aplicações e depois gostei tanto que voltei lá como cliente habitual. É também uma forma de promoção para os estabelecimentos comerciais.

Como funcionam as apps anti-desperdício

Todos os dias os restaurantes, pastelarias e outros estabelecimentos deitam fora toneladas de comida porque não chegou a ser vendida a ninguém. Recentemente surgiram aplicações para telemóvel em que por preços muito baixos pode salvar muitas dessas refeições. 

Por exemplo, há restaurantes buffet, em que é “obrigatório” fazer vários tabuleiros e têm sempre de fazer a mais para não correr o risco de chegar um cliente e já não ter. Durante anos, apesar de darem o que podiam a instituições, mesmo assim havia sempre refeições óptimas do próprio dia que acabavam por ir fora. 

Recentemente, pelo menos duas aplicações para telemóvel entraram no mercado português que têm por objetivo salvar essas refeições. A solução é vendê-las a preços muito baixos, mas só a partir da hora em que já sabem que provavelmente não vão ter clientes.

Uma das aplicações chama-se Too good to Go e a outra chama-se Phenix. Ambas têm o mesmo objetivo, só varia o número e tipo de estabelecimentos. Comecemos pela Too Good to go. Traduzindo à letra é qualquer coisa como “Demasiado bom para deitar fora”.

Esta é a parte mais interessante, fascinante para uns e estranha para outros. Nunca sabe o que está na tal “magic box”, ou caixa mágica. Só sabe que são pratos que estariam disponíveis nesse dia se fosse um cliente normal daquele estabelecimento. Não pode escolher. O conceito é mesmo esse. O que vai buscar ao restaurante (não inclui transporte) depende sempre das refeições que não foram vendidas até à hora em que a for buscar. A outra surpresa, é o preço. 

Cada estabelecimento diz em que horários pode ir buscar as refeições não vendidas. Uns são logo a seguir ao pequeno-almoço, outros a seguir ao almoço e ainda outros a seguir ao jantar. Tem de pesquisar na aplicação não só os que estão perto de si, como o número de magic boxes disponíveis e os tais horários. 

A outra aplicação, chamada “Phenix” tem o mesmo objetivo. Chamam “cabazes” às caixas que pode ir buscar. Salvam refeições mas não só. Ao usar aplicações como estas, todos saem a ganhar. Também pode clicar no mapa e procurar. 

Assim que a encomenda é feita na aplicação o estabelecimento recebe um sms ou email.

Provavelmente uma das perguntas que está a fazer neste momento é que garantia tem de que a comida é realmente de qualidade.

Uma das grandes preocupações de quem gere estas aplicações é a qualidade do que é vendido. Caso venha a ter alguma razão de queixa pode e deve reclamar. 

Há quem já use estas aplicações quase todos os dias, por exemplo para ir buscar na noite anterior a refeição para o almoço do dia seguinte. E em alguns casos uma magic box ou cabaz, conforme a aplicação, dá para duas pessoas e fica por 4 ou 5 euros. Ou seja, feitas as contas há situações em que até pode sair mais barato do que fazer a refeição em casa. É ver caso a caso.

No caso da Phenix para já a maior parte da oferta está em Lisboa e Porto. A Too Good to go já está em muitas cidades. Mas ambas as plataformas querem espalhar-se por todo o país, até chegarem à aldeia mais isolada. O desperdício acontece em todo o lado e não apenas nas grandes cidades.

Eu sou cliente e já poupei algum dinheiro por usar estas aplicações. Só tem uma forma de saber se é uma solução prática para si: experimentar.

Tem aqui o link para ver a reportagem em vídeo na página da SIC Notícias:

https://sicnoticias.pt/programas/contaspoupanca/2020-10-21-Aplicacoes-moveis-que-combatem-o-desperdicio-alimentar

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #251 – Qual é a diferença entre os PPR normais e os Fundos PPR?

Há PPR "normais" e "não normais"? Os PPR são o tema que mais entusiasma os ouvintes deste podcast. Parece que alguém descobriu uma "pólvora" financeira, mas os PPR existem há mais de 20 anos. Porquê só agora este interesse? Porque são uma excelente ferramenta para...

Como compro lombos de salmão mais baratos do que fiambre

Como comprar lombos de salmão com 65% de "desconto" As saudades que eu tinha de escrever um artigo sobre as minhas poupanças diárias… Como sabem, a minha estratégia de poupança é ter sempre o melhor possível pelo preço mais baixo. Nunca é a poupança dos “coitadinhos”....

ATENÇÃO – Já só tem uma semana para entregar o IRS (ou para o corrigir)

Prazo acaba a 30 de junho - Evite as multas O prazo para entrega do IRS termina no dia 30 de junho. Falta uma semana. De acordo com o Portal das Finanças, até este domingo já foram entregues cerca de 5 milhões e 600 mil declarações (5 615 814). Em comparação com o...

Oficial – Parlamento aprovou o fim de portagens nas ex-SCUT

Abolição das portagens nas ex-SCUT a 1 de janeiro de 2025 É oficial. O Parlamento aprovou em votação final global a proposta do PS para eliminar as portagens nas ex-SCUT e nos troços "onde não existam vias alternativas que permitam um uso em qualidade e segurança". O...

PodTEXT Vamos a Contas | Onde devo investir se já estou perto da reforma?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

PodTEXT | O que é o movimento FIRE – É possível refomar-se mais cedo?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 3 meses e sobem a 6 e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (24 a 30 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Isenção de IMT e Imposto de selo para jovens até aos 35 anos – O que já se sabe?

Lei já foi publicada em Diário da República Foi publicada esta quinta-feira em Diário da República a Lei (está aqui) que autoriza o Governo a avançar com a isenção do IMT e do respetivo Imposto de selo para jovens com idade igual ou inferior a 35 anos, na compra da...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.