Aproveite as promoções dos bancos para reduzir as suas dívidas

Escrito por Pedro Andersson

22.04.21

}
4 min de leitura

Publicidade

Fazer um crédito para pagar outro crédito?

Claro que sim! Em primeiro lugar, não deve pensar já que estou louco. Isto é exatamente o contrário do que lhe costumo dizer. Ou seja, repito à exaustão que a pior asneira que pode fazer é fazer créditos para pagar outras dívidas que tenha. Isso só vai gerar um efeito bola de neve que o levará ao precípício financeiro. A menos que…

Sim, a menos que… o crédito que vai fazer seja MAIS BARATO do que o que está a pagar. E que este novo crédito sirva para LIQUIDAR o anterior e não para o manter.

De vez em quando encontro por acaso publicidade a promoções de vários bancos com taxas que são muito interessantes. Quando as encontro, partilho-as convosco. Não tenho nenhum interesse comercial nem recebo um cêntimo que seja para vos falar destas oportunidades que encontro com alguma frequência.

É por isso que me sinto à vontade para vos falar de marcas, empresas e serviços. Depois vocês fazem o que muito bem entenderem. Faço só o que gostaria que fizessem comigo.

Fiz isso no final do ano passado quando enocntrei estas oportunidades durante a Black Friday.

Aproveite a Black Friday dos bancos para dar cabo da sua dívida do cartão de crédito

Hoje, encontrei melhor ainda.

Crédito pessoal da CGD com TAEG de 6,3%

Esta informação serve para quem? Serve para quem quer fazer um crédito novo porque PRECISA MESMO; e para quem já tem créditos pessoais, ou dívidas de cartão de crédito ou dívidas a pessoas ou entidades com uma taxa TAEG superior a – neste caso – 6,3% ou 6,5%.

Por exemplo, há pessoas a pagar mensalidades de cartões de crédito com 20, 25 ou mesmo 30% de juros. Muito provavelmente vão pagar essas mensalidades até ao fim da vida.

O truque é simples. Pede um destes créditos que cobram um terço dos juros no valor da totalidade do que deve ao outro, liquida esse crédito de uma vez por todas e fica a pagar muito menos no resto do tempo. Em alguns casos a poupança é brutal e permite-lhe recuperar o controlo da sua vida financeira.

Liguei para o apoio ao cliente da CGD, para perguntar se podia pedir o crédito para outras coisas sem ser remodelações da casa. Responderam-me que é um crédito pessoal multifinalidades. Por outras palavras, é irrelevante como vou usar o dinheiro. Não tem de ser para obras em casa. Pode ser – como lhe disse – para ficar menos endividado, fazendo um crédito para pagar dividas com juros mais altos. Impressionante, não acha?

Na minha opinião, é de aproveitar estas oportunidades (deste banco ou de outros) para pedir o valor em dívida no cartão de crédito e (mesmo pagando alguma penalização e abertura de crédito no banco que escolher e alguma penalização por liquidar o crédito antes do tempo) dar “cabo” dessas dívidas. LIVRE-SE DAS DÍVIDAS DOS CARTÕES DE CRÉDITO COMO SE NÃO HOUVESSE AMANHÃ.

Esta taxa de juro da CGD é muito boa face ao mercado. Tem de ler obviamente as letras miudinhas para ver se lhe interessa e faça contas para ver se compensa abrir conta na CGD (se ainda não é) e pagar as taxas de abertura de processo e afins. Sei que em muitos casos compensa.

Dá trabalho? Dá! Mas vai melhorar a sua vida financeira. Não compensa o esforço ter mais algumas dezenas de euros ao fim do mês ou terminar o seu crédito 1 ou 2 anos mais cedo pagando o mesmo, poupando centenas ou milhares de euros? Avalie.

E pode ainda fazer melhor. Se está a pagar uma mensalidade de 200 euros e com a mudança de banco ficar a pagar 150, continua a fazer o mesmo esforço financeiro e amortiza no novo crédito os tais 50 que estava a pagar antes. Assim acaba com esse crédito mais depressa também.

Lembre-se sempre que quando acaba com um crédito está automaticamente a aumentar-se a si próprio. Os juros que estava a pagar ao banco, passam a ser pagos a si.

Claro que pode e deve procurar mais bancos e financeiras. Encontrei este e achei que era um bom exemplo. Veja qual serve melhor a sua situação.

É nestas pequenas coisas que pode mudar a sua vida para melhor.

Leia também:

 

mw-970x250-billboard

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

PODCAST | #251 – Qual é a diferença entre os PPR normais e os Fundos PPR?

Há PPR "normais" e "não normais"? Os PPR são o tema que mais entusiasma os ouvintes deste podcast. Parece que alguém descobriu uma "pólvora" financeira, mas os PPR existem há mais de 20 anos. Porquê só agora este interesse? Porque são uma excelente ferramenta para...

Como compro lombos de salmão mais baratos do que fiambre

Como comprar lombos de salmão com 65% de "desconto" As saudades que eu tinha de escrever um artigo sobre as minhas poupanças diárias… Como sabem, a minha estratégia de poupança é ter sempre o melhor possível pelo preço mais baixo. Nunca é a poupança dos “coitadinhos”....

ATENÇÃO – Já só tem uma semana para entregar o IRS (ou para o corrigir)

Prazo acaba a 30 de junho - Evite as multas O prazo para entrega do IRS termina no dia 30 de junho. Falta uma semana. De acordo com o Portal das Finanças, até este domingo já foram entregues cerca de 5 milhões e 600 mil declarações (5 615 814). Em comparação com o...

Oficial – Parlamento aprovou o fim de portagens nas ex-SCUT

Abolição das portagens nas ex-SCUT a 1 de janeiro de 2025 É oficial. O Parlamento aprovou em votação final global a proposta do PS para eliminar as portagens nas ex-SCUT e nos troços "onde não existam vias alternativas que permitam um uso em qualidade e segurança". O...

PodTEXT Vamos a Contas | Onde devo investir se já estou perto da reforma?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

PodTEXT | O que é o movimento FIRE – É possível refomar-se mais cedo?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 3 meses e sobem a 6 e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (24 a 30 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Isenção de IMT e Imposto de selo para jovens até aos 35 anos – O que já se sabe?

Lei já foi publicada em Diário da República Foi publicada esta quinta-feira em Diário da República a Lei (está aqui) que autoriza o Governo a avançar com a isenção do IMT e do respetivo Imposto de selo para jovens com idade igual ou inferior a 35 anos, na compra da...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.