Aceito os termos e condições.

Email Marketing by E-goi

(Atualização EXTRA) PPR | Estou a perder dinheiro num dos meus 4 PPR

Escrito por Pedro Andersson

01.03.21

}
3 min de leitura

Tenho um PPR a dar “prejuízo”

Como vos tenho vindo a dizer, quando estiver a ganhar dinheiro, digo, quando estiver a perder, também. Estou a fazer este exercício convosco em tempo real para que percebam a vantagens e desvantagens dos Fundos PPR.

Têm os Seguros PPR que têm capital garantido, mas que crescem 1 ou 2% (ou nada, se as comissões forem altas), e têm os Fundos PPR que andam ao sabor das bolsas e das obrigações dos países e empresas. Portanto, não pode evitar o efeito “montanha russa”. Há momentos como este, em que ao ver o saldo da minha conta, vou ver lá menos do que o que investi. Para quem tem pouca experiência ou falta de literacia financeira isto pode ser um sensação terrível. Mas não tem de ser, porque sabemos que é uma situação normal. Tinha escrito “normal” com aspas, mas retirei, porque é mesmo normal. Quero que entenda que isto vai acontecer muitas vezes ao longo do tempo.

Como pode ver abaixo, neste preciso momento dos 1.000 euros que subscrevi, se resgatasse hoje só levantaria 986,13 €.

Neste artigo aqui tem o balanço dos outros 3 PPR que tenho e que estão (por enquanto) positivos. Ter esta noção é importante para que perceba que ter um PPR não quer dizer que seja um PPR “bom”. Vou manter este PPR mais algum tempo, porque só o tenho  há alguns meses, mas no futuro ponderarei seriamente (uma vez que tenho um termo de compraração) transferi-lo para um dos outros que estão a crescer mais ou a descer menos. Mas ainda é cedo. Pode vir a ser até a minha rede em caso de quedas fortes nos setores de negócio abrangidos pelos outros PPR que agora estão a crescer.

Continuarei atento às oscilações de cada um dos PPR para os ir conhecendo e saber como agir em situações de crise, no caso de ter de os resgatar no futuro ou para saber qual devo reforçar se quiser e puder.

Quis deixar este apontamento, só para que fique claro que não são tudo rosas como já vos disse muitas vezes. Faz parte do percurso. O que fazer nestas situações? Nada :). Só está negativo 1,39%. Já estive a perder em Março do ano passado 30% nos Fundos de Investimento.

Uma das razões para esta situação do NB PPR é que o subscrevi algumas semanas depois dos 3 anteriores, ou seja, numa altura em que os mercados estavam em alta. Portanto, comprei “caro”. Logo, quando há uma queda nota-se logo, enquanto os outros que comprei “barato” já têm uma pequena almofada de rendimento.

Nunca saberá se está a comprar numa boa altura ou não. Tentar adivinhar as quedas do mercado raramente funciona. A longo prazo estas diferenças vão esbater-se. O que tem de perceber é que tem de começar um dia. Em que dia? Qualquer dia (mesmo um “caro”) é melhor que nenhum dia. Tem sido a minha conclusão ao longo deste tempo. Se tiver “sorte”, melhor.


mw-1080X1080

 

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Painel solar fotovoltaico – Balanço de março de 2021 (mês #52)

Balanço do mês de março de 2021 "Não há fome que não dê em fartura". Quase que se podia aplicar o provérbio. Em Março a produção do painel foi mais do dobro de fevereiro, que foi de facto muito má. Março de 2021 foi melhor do que março do ano passado. Não por muito,...

Painéis solares afinal não são dedutíveis no IRS de 2020

Painéis solares afinal não são dedutíveis no IRS de 2020 Já tenho a resposta do Ministério das Finanças. Se comprou em 2020 um ou vários painéis solares a contar com uma dedução de 1.000 euros pode esquecer. Não vai acontecer. Vários leitores do blogue fizeram-me esta...

Os meus fundos de investimento – Balanço da semana #38 (9 de abril)

Fundos de investimento - Balanço semanal Esta foi a melhor semana de sempre dos meus fundos de investimento. Em apenas 9 meses, os 3 fundos, em média, estão a crescer 22%. A semana passada tinha sido de queda, devido a uma semana má nas bolsas mundiais. Agora...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (12 a 18 de abril)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

VÍDEO | Dicas fundamentais para aumentar o seu reembolso do IRS este ano

Não deixe dinheiro seu nos cofres do Estado Antes de mais, obrigado ao milhão e 100 mil espectadores que viram o Contas-poupança ontem, apesar de estar a dar o futebol na concorrência. Um em cada 5 portugueses viram a reportagem sobre algumas dicas fundamentais para...

COVID-19 | Há novidades no Apoio Extraordinário ao Rendimento dos Trabalhadores (AERT)

Governo alterou a condição de recursos para acesso ao novo apoio social O apoio vai estar acessível a mais pessoas e com efeitos retroativos. O Conselho de Ministros aprovou hoje alterações ao Apoio Extraordinário ao Rendimento dos Trabalhadores (AERT) que alargam a...

PODCAST | #49 – Porque é que eu não recebo reembolso do IRS (ou pouco)?

Como se calcula o reembolso do IRS? Neste episódio explico-lhe porque é que há pessoas que recebem reembolso de IRS de centenas ou até milhares de euros e outros recebem muito bouco ou mesmo nada. Parece, por vezes, que quem mais precisa é quem menos recebe. Porque...

Dicas para aumentar o seu reembolso do IRS este ano

Pode aumentar o seu reembolso do IRS este ano? Não perca a reportagem do Contas-poupança, mais logo no Jornal da Noite na SIC. Tem explicações importantes que deve ver com muita atenção para receber o máximo possível no seu IRS deste ano (referente a 2020). Eu sei que...

FRAUDE | Fisco alerta para e-mails falsos sobre reembolsos do IRS

Fisco alerta para e-mails falsos sobre reembolsos do IRS A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) alertou hoje para a existências de 'emails' fraudulentos que estão a ser enviados, solicitando dados bancários para posterior reembolso do IRS. "Se recebeu um 'email'...

Covid-19 | Portugal inicia hoje segunda fase do plano de desconfinamento

Segunda fase do plano de desconfinamento entrou hoje em vigor Hoje a vida começa a ser uma pouco mais "normal" do que até agora. Mesmo assim ainda com bastantes limitações. Este é um breve resumo do que pode fazer a partir de hoje e durante os próximos 15 dias....

Publicidade

Artigos relacionados

12 Comentários

  1. António Meneses

    Bom,dia, sobre a oscilação dos por, pergunto se pode acontecer o mesmo, ou algo semelhante como subtairem algum dinheiro nas nossas contas à ordem ou a prazo
    Obrigado pelos ótimos artigos
    António Meneses

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Não. Esses produtos têm capital garantido. Não oscilam. Podem é cobrar comissões de manutenção… só perde, mas não oscilam.

      Responder
  2. Ana Rebêlo

    Olá, Pedro.
    Estes Fundos PPR que tem, podem ser resgatados ao fim de quanto tempo?
    Será possível e boa ideia investir nisto para juntar dinheiro para a entrada num crédito habitação?
    Obrigada e boa semana

    Responder
    • JRJORDAO

      O problema dos fundos é que não se consegue prever quanto estarão a valer numa data futura. Não são por isso uma boa aplicação para capitais que se venham a querer usar num momento específico (sem possibilidade de poder aguardar mais uns meses ou ano).
      Para a situação que indica, arriscava-se a que na data em que queria dar a entrada os fundos estavam desvalorizados e perdia dinheiro com o seu resgate.

      Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Podem ser resgatados no dia seguinte. Eu fiz isto para comprar o meu carro. Dá para qualquer investimento. Mas tem de perceber que quando chegar a altura de resgatar pode estar em queda…

      Responder
    • José Antunes

      Ana, deve estar a confundir com os PPR com fundos garantidos. Esses sim tem de esperar alguns anos para poder resgatar sem perder os juros. Os juros nesses tipo de PPR são pequenos, mas são investimentos sem risco.
      Mas a compra de casa faz parte das exceções para resgate sem perda de juros, acho que nesse caso pode resgatar quando quiser.
      Atenção que posso estar equivocado, o ideal é consultar um banco.

      Responder
      • Pedro Andersson

        Olá. A compra da casa NÃO é uma das exceções. Pagar algumas mensalidades passados 5 anos sim.

        Responder
  3. Patrícia Pinto

    Olá. Se receber o meu prémio anual de produtividade (entrega da entidade patronal) por via de um PPR, o valor não é alvo de tributação (IRS e SS).
    O valor da tributação não pago/poupado é considerado beneficio fiscal no momento do resgate? Será alvo de penalização ou a penalização é apenas para os beneficios em sede de IRS?
    Obrigada.

    Responder
  4. José Lages

    Olá Pedro, parabéns pelo blog, gosto muito de o seguir, em especial estes posts sobre os PPR. Eu proprio subscrevi ao Alves Ribeiro PPR no início de fevereiro. A minha experiência não está a ser tão positiva como a sua, estou a perder dinheiro. A minha dúvida tinha mesmo a ver com isso e gostava muito que me respondesse. Como é possível o Pedro estar a ganhar dinheiro enquanto eu estou a perder (subscrevi 5000 e se levanta-se agora levantada 4980) se é o mesmo produto? Tem a ver com a data de subscrição?

    Cumprimentos e obrigado

    Responder
    • Carlos Fernandes

      José Lages precisamente. É como nas acções, compra a X num determinado dia, obviamente que esse X vai oscilar nos dias, meses, anos seguintes, quer para mais, quer para menos. Com o PPR é igual. O valor de compra é importante pois é o ponto de partida para a oscilação para menos ou para mais do valor dessas acções. O ideal é, se não necessita desse dinheiro, não se preocupar muito com isso e, ir vendo o seu valor ocasionalmente.
      Por exemplo, há uns anos, quem comprou acções da Tesla achou que comprou caro porque era uma incógnita, hoje em dia, essas acções valorizaram de tal maneira que, é obvio que quem comprar agora, já está a comprar a valores históricos.
      Quer no PPR quer em acções ou fundos de investimento, o ponto de partida, é sempre o dia da subscrição.

      Responder
      • Luana Carnevalle Afonso

        Olá, agora será uma boa altura para fazer um ppr de risco? Obrigada

        Responder
        • Pedro Andersson

          É sempre uma boa altura se pensar a 5 anos no mínimo. Neste momento está em alta e não sabemos se baixa ou se vai continuar a subir…

          Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.