CGD e Novo Banco aumentam as comissões bancárias outra vez

Escrito por Pedro Andersson

09.02.21

}
5 min de leitura

Publicidade

Algumas comissões mais caras na CGD e Novo Banco

Como era de prever, se algumas comissões são proibidas ou passam a ter limites, há outras que “obrigatoriamente” têm de subir. E a CGD e o Novo Banco são apenas dois dos muitos bancos que a seguir farão a mesma coisa. Já são poucos os bancos que escapam às comissões.

LEIA TAMBÉM:

Como tenho 9 contas bancárias, mas só pago comissões em uma

O Novo Banco e a Caixa Geral de Depósitos (CGD) vão aumentar os preços de algumas comissões a partir de maio, de acordo com os preçários publicados nos respetivos sites.

No banco público, de acordo com alterações que entrarão em vigor a 1 de maio, as contas pacote S, M, L e Caixa Azul alteram o critério de bonificação para incluir “compras de valor igual ou superior a 50 euros por mês efetuadas com cartões de débito e/ou crédito associadas”. Caso não o faça, passa a pagar comissões.

O Novo Banco passará a cobrar uma anuidade de 12 euros nas contas Depósito à Ordem Normal com saldos superiores a 35 mil euros a partir de 7 de maio, e para os saldos inferiores a esse valor haverá uma taxa única de 62,30 euros.

Nos depósitos, a CGD fará com que as contas CaixaPoupança Reformado, CaixaPoupança, CaixaPoupança Emigrante e CaixaProjecto vejam a sua remuneração baixar de 0,015% para 0,005%, a partir dos 250 euros.

O mesmo irá acontecer com outros produtos suspensos com contas ativas, como a conta Poupança Caixa Activa, CaixaProjecto Emigrante, CaixaPoupança Rumos e Caixa Poupança Superior.

No Novo Banco, as contas NB 100%, NB Seleção, NB 100% 55+, NB 100% 18.31, Conta Vencimento Empresa, e Empresa passarão a pagar, respetivamente, 2,95 euros ou 5,90 euros mensais, acrescidos de imposto do selo.

Já as contas NB 360, 100% GOLD, 360 Médico, 360 TOC, 360 Academia, e NB 100% GOLD RE veem os preços aumentar de 7,50 euros para 7,90 euros (sem bonificação) e de 3,75 euros para 3,95 euros (com bonificação).

Nos cartões, a substituição de cartão de crédito NB Verde, NB Branco e outros cartões da gama Classic passam de 20 euros para 22,50 euros, e a disponibilização na hora dos cartões de débito NB DÉBITO NA HORA passa de 10 euros para 17, os NB DÉBITO e NB @WORK de 19,50 para 20 euros, e o POCKET NB de 10 euros para 12,50 euros.

Na CGD, relativamente a cartões de débito, o custo da disponibilização sobe dos 18 para os 19 euros (mais imposto do selo) para os cartões do tipo Caixa Maiores Acompanhados, Caixa IU, Caixa Débito, Caixautomática Electron, Caixautomática Maestro, Maestro RE, Caixa Activa, Débito Nacional, Caixa Azul e Visa Electron RE.

Levantamento de dinheiro ao balcão mais caro

O levantamento de dinheiro ao balcão com caderneta ficará também mais caro, dada a implementação de uma comissão única de 4,65 euros mais imposto do selo, que eleva o preço para 5,15 euros.

Atualmente, o levantamento ao balcão com caderneta custa 3,00 euros (3,12 com o imposto).

O Novo Banco vai também aumentar o preço da requisição de cheques cruzados ao balcão, em 1,50 euros para cinco cheques, 3,00 euros para dez cheques e 6,00 para 20 cheques, havendo também aumentos nos não cruzados, a que se junta o imposto do selo.

Na CGD, as transferências efetuadas para outros bancos através do ‘site’ do banco ou da aplicação móvel vão aumentar de 80 para 95 cêntimos, a que se acresce o imposto do selo (99 cêntimos no total), tal como acontecerá em transferências internacionais.

A partir do início do ano a maioria das transferências bancárias realizadas por MBWay são gratuitas para todos os utilizadores de todos os bancos, devido à entrada em vigor das alterações às regras das comissões bancárias em plataformas eletrónicas.

Foi aprovado o fim das comissões bancárias para determinadas operações de baixo valor, com um limite de operação de 30 euros, um limite mensal de 150 euros, e até 25 transferências por mês, que passaram a ser gratuitas.



Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” – Dezenas de dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2021. Estes 3 livros vão ajudá-lo a vencer qualquer crise financeira na sua vida. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 6 e 12 meses e sobem a 3

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (17 a 23 de junho)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de retalho de cerca de 10% para as...

Este mês paguei 0,75 € de eletricidade – Como é possível?

É possível pagar 0,75 € de eletricidade por mês? Já sei que vou ser criticado por escrever este artigo, mas tudo bem. O importante é que perceba que é possível pagar muito pouco de eletricidade. Ninguém está condenado a pagar valores gigantescos, a menos que prefira...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #249 – O que é o movimento FIRE – É possível refomar-se mais cedo?

O FIRE é possível em Portugal? O FIRE é uma espécie de Liga dos Campeões das Finanças pessoais. É a sigla para Financial Independence, Retire Early (Independência Financeira, Reforma Antecipada) e é para uma pequeníssima minoria de pessoas que têm por objetivo...

PodTEXT Vamos a Contas | Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

Isenção de IMT e Imposto de Selo para jovens oficialmente aprovada

Medida para ajudar jovens a comprar casa vai avançar Há cerca de três semanas, o Governo aprovou em Conselho de Ministros diversas medidas para facilitar a compra de habitação aos jovens até aos 35 anos. Entre elas, além da garantia pública de até 15% do valor do...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (17 a 23 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

PodTEXT | Como perder o medo de investir e começar a ganhar dinheiro?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

7 Comentários

  1. Vitor

    Boa noite,

    Isto é “incrivel”. O NB vai cobrar 62.30€ só pela disponibilização de uma conta ordem num tempo em que quase tudo é informatizado?

    Sendo que, o cliente depositar dinheiro num banco, é uma benção e nunca um fardo?

    Se eu entendi bem, a acontecer, é o cumulo da falta de noção e humildade. Qualquer coisa serve de pretexto para cobrar…

    Alternativas ainda há muitas graças a Deus.

    O problema é quem tem Créditos Habitação e assim.

    A Lei devia ser mais flexivel nestes casos. O cliente tem um crédito, certo tem de pagar. Mas devia poder mudar de banco e pagar por débito direto, por exemplo.

    É que são 62€ por nada… É mesmo a espremer o lei da vaca à descarada e é como digo guardar o dinheiro do cliente nunca é o problema…

    Responder
    • Marco Lopes

      Faça como eu… CONTA SMB e acabaram-se as comissões abusivas!

      Responder
      • Vitor

        Por este andar, até a de SMB paga isso. O meu entendimento da notícia é de que é para todas as contas à ordem. E mesmo assim, na SMB já paga cerca de 30€ / ano.

        Há muitas contas e serviços digitais que servem para o dia-a-dia e ainda dão cashbacks e outras recompensas. Não se justifica.

        Ou estão muito desesperados ou não têm noção da realidade.

        Responder
          • Nelson M.

            Ia dizer o mesmo…
            Há pessoas que não sabem, outras que o banco não apresenta essa conta (SMB) e outras que não querem ter o trabalho de ir ao banco.
            Mas reunindo as condições necessárias (basta ler nesse site) facilmente se vê que muitas pessoas só estão a pagar porque querem e se mudassem já poupavam um valor que para mim é mais que um depósito de combustível e quase duas mensalidades de eletricidade ou água.

  2. Vitor

    Bom dia,

    Telefonei para uma agência do NOVO BANCO e questionei um dos doutores.
    Foi me dito que ninguém tem conhecimento de nada. Que não têm “informações priviligiadas”.

    É óbvio que sabem, mas por qualquer razão, não podem falar agora.

    Disseram me que quem tem o ordenado domicíliado pode ter um aligeiramento qualquer, que existem os serviços minimos bancários desde que não tenha conta em mais nenhum banco.

    O Sr. Pedro prestou um grande serviço, aos seus leitores, mais uma vez. Obrigado.

    Eu estou disposto a lutar com todos os meios legalmente possíveis.

    É uma comissão pouco inteligente do ponto de vista da gestão e da reputação de qualquer Banco. Para mim, é como se dissessem: “Queremos mais dinheiro porque sim”.

    Será que eles não sabem que vivemos numa era digital? Que há serviços com cartão de débito gratuito que dão cashbacks de 1% de 2%, 3% excepcinalmente 5% em várias compras e ainda oferecem cupões especiais de desconto em lojas com parceria?

    A capitalização é fundamental. O cliente guardar o dinheiro no banco é uma benção para qualquer banco.

    Só que há uns que prendem o cliente porque o serviço é bom. Enquanto outros, tiram partido de processos borocráticos penosos para prender clentes. Para esses, não interessa se o serviço é bom ou mau. Eles sabem que o cliente não tem escolha que não seja ficar com eles.

    Nesse sentido, a lei devia ser alterada e permitir uma maior flexibilização na mudança de banco para quem tem crédito habitação, por exemplo.

    A obrigatoriedade de pagar é algo que ninguém contesta. O ter de ficar com o Banco até ao fim (mesmo que o consideremos mau) e aceitar tudo que impõe, mesmo que existam opções inegalmente melhores por larga margem. é outra.

    Não é assim que a concorrência deve funcionar. Uma especie de fidelização, não deveria servir de escudo para quem presta maus serviços. A lei deveria mudar. Honrar compromissos sim, mas com liberdade para sempre escolher o Banco que se considere ser o melhor.

    Responder
  3. André

    Está mal informado. Tenho SMB e só pago 5€ e pouco por ano. E assim vai continuar. A legislação SMB é europeia, não vai ao sabor da vontade dos bancos nacionais. As limitações são de outra natureza (só pode ter 1 conta bancária, a de SMB), para para o cidadão comum, compensa muito mais do que estar a pagar taxas da treta.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.