Como tenho 9 contas bancárias, mas só pago comissões em uma




Como ter contas bancárias sem comissões

Volto a este tema porque uma leitora do blogue (Olá, Cláudia Martins) leu um artigo já antigo e achou muito estranho eu dizer que tinha contas em 10 bancos (entretanto fechei a do Millennium BCP porque começou a cobrar comissão de manutenção) e que não pagava comissões de manutenção de conta em nenhum (neste momento já pago em um, porque me compensa).

Em primeiro lugar devo esclarecer que é um “disparate” ter contas em 10 bancos diferentes. Eu faço isso por motivos profissionais, para perceber como andam os bancos a agir com os clientes e as diferenças entre eles. E só tenho tantos porque, obviamente, não pago nada. Se pagasse não as tinha.

Mas serve o meu exemplo para explicar que é perfeitamente possível ter contas bancárias em Portugal e não pagar NADA. Nada de nada. Só tem de procurar um pouco. Lendo este artigo nem tem de procurar nada. Já tem a papinha toda feita. Há apenas um que não está nesta lista, que é o Openbank, no qual ainda não tenho conta porque ainda não tive tempo de a abrir.

Se paga comissões mas não se apercebe do absurdo que anda a pagar há uma forma simples se saber quanto anda a pagar em comissões. Pode ver AQUI quanto pagou de comissões no ano passado.

Falei sobre isto neste episódio do Podcast.

E AQUI tem vários exemplos de pessoas que não faziam ideia de que andavam a pagar tanto em comissões.

As minhas contas

Como sabe, o meu objetivo é que passe a olhar para o seu dinheiro com outros olhos. Por isso vou explicar-lhe ao detalhe as minhas contas para depois você fazer as suas.

Para estar dentro do contexto tenho estas contas abertas nestes bancos:

  • CGD (Pago anuidade Multibanco e 2 cartões de crédito, porque é aqui que tenho o crédito à habitação. Passei a pagar comissão de manutenção de conta recentemente por opção)
  • Activobank (Tudo GRÁTIS)
  • Banco CTT (GRÁTIS, cancelei o Multibanco quando passou a ser pago)
  • Best (GRÁTIS, não uso Multibanco)
  • BIG (GRÁTIS, não uso Multibanco)
  • BNI Europa (GRÁTIS, não uso Multibanco)
  • Moey (Tudo GRÁTIS)
  • Revolut (Tudo GRÁTIS)
  • N26 (Tudo GRÁTIS)
  • (Brevemente, Openbank)

Portanto, como pode verificar, apesar de ter 10 contas bancárias, que uso por razões profissionais (para perceber como funciona o mercado bancário) e pessoais (algumas contas têm finalidades específicas como poupar para os seguros, IMI ou férias), só tenho despesas com uma delas (CGD).

A razão de ter 2 cartões de crédito na CGD deve-se ao facto de ter sido “obrigado” a subscrevê-los para ter um spread um pouco mais baixo. Tenho de os manter, caso contrário o meu spread sobe. Está no meu contrato.

Basta fazer as contas a quanto anda a pagar em cada banco e avaliar se precisa de ter essas contas abertas. Pode trocar as que tem por contas em bancos grátis?

É apenas isso que lhe peço. Que faça as suas contas. Ou que transforme a que tem em conta de serviços mínimos bancários (se for a única que tem em Portugal).

Para mim é impensável fechar a conta da CGD. Temos lá o Crédito à Habitação com um spread de 0,3. Nem pensar em mudar. Já não encontramos um spread assim em lado nenhum.

Caso algum banco lhe crie problemas ao fechar uma conta tem aqui a lei que os obriga a devolver a parte da anuidade não utilizada.

Voltemos aos números. A comissão de manutenção de conta que estou a pagar na CGD é de 5,20 € por mês, ou seja, 62,40 €por ano, mas inclui as anuidades dos cartões multibanco e os dois de crédito. Compensa-me.

Em resumo, se não está preso ao seu banco e se queixa das comissões que anda a pagar, só paga porque quer. Há muitas alternativas no mercado. São bancos como os outros com o Fundo de garantia de depósitos e supervisionados pelo Bancos de Portugal (excepto o Revolut e o N26, que são estrangeiros).

Se precisa de um cartão multibanco também grátis tem o Activobank e o Moey e creio que também o Openbank. O Best oferece a anuidade do cartão de débito no primeiro ano. Confirme todas estas informações porque as regras (e as promoções) estão sempre a mudar. Tudo muda de uma semana para a outra.

E há pessoas que acham que não podem mudar de banco porque têm lá o ordenado domiciliado. Amigos, é só dizer na empresa/instituição qual é o novo IBAN (NIB) e depois de receber o ordenado na nova conta, fecha a outra. E não se esqueça de mudar os débitos diretos também. Assim que estiver tudo mudado, fecha a conta “antiga” e começa a ficar automaticamente com mais dinheiro no bolso (na conta).

E você, vai fazer contas às suas contas?



Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2019. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica. Se quiser conhecer também as dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

 

18 comentários em “Como tenho 9 contas bancárias, mas só pago comissões em uma

  1. Avatar
    Guilherme Reply

    Boa tarde.
    Uma pequena correcção sobre o BNI.
    Apesar de não cobrar manutenção de conta, cobra as transferências interbancarias (salvo erro 0,50€ + IVA) o que, sem cartão Multibanco, onera a movimentação da conta.
    A opção é escolher o custo do cartao Multibanco (as transferências na rede MB são gratuutas) versus o custo das transferências on-line.
    Acresce que o BNI não tem o serviço de corretagem de Fundos ou acções.
    A única vantagem que tinha era a de juros mais favoráveis nos Dep a Prazo – a 365 dias eram 1%, passou a 0,9‰ e desde Dez ultimo passou a 0,6%).
    Neste momento o BNI não tem qualquer mais-valia..

  2. Avatar
    Léa Pereira Reply

    Olá, primeiro que tudo obrigada pelos seus artigos simples e esclarecedores.
    Tenho andado a pesquisar sobre este assunto em particular, mas a minha questão quanto às comissões dos bancos prende-se com as contas para empresas, e não as particulares, e tenho tido dificuldade em obter respostas satisfatórias. Gostaria de lhe perguntar se poderia dar alguma luz sobre este assunto. Ou seja, para pessoas que têm Empresas Unipessoais, ou micro micro empresas, que não têm necessariamente que pagar vários salários, ou usar cheques, etc, mas têm que ter uma conta empresa porque têm contabilidade organizada, que opções existem sem comissões ou comissões muito baixas?
    O Transferwise por exemplo seria uma hipótese para uma pequenina empresa em Portugal?
    Compreendo que as suas sugestões são essencialmente para os particulares, mas não queria deixar de perguntar.
    Obrigada!

  3. Avatar
    André Reply

    Pedro antes de mais, excelente post!

    Tenho uma questão que não está diretamente relacionada com o tema do post… para as contas onde não tem cartão multibanco não é possível utilizar o serviço MBWay certo?

    Pergunto isto porque tenho conta no Banco CTT, e pago comissão do cartão multibanco, mas ainda não o cancelei por usar o MBWay para fazer transferencias entre as minhas diversas contas. Mas talvez seja mais inteligente do ponto de vista financeiro cancelar o cartão, o valor que gasto em comissão do cartão anualmente não compensa as regalias do serviço MBWay…

    • Avatar
      Marco Lopes Reply

      Preciso de um cartão ligado à conta bancária para ter MBWay, mas pode fazer como eu! Cancelei os cartões do meu banco e aderi a um cartão que, para além de não cobrar comissões, ainda me dá vantagens (COFIDIS). Existem diversas soluções no mercado…

  4. Avatar
    Joao Pereira Reply

    Olá Pedro,

    Antes de mais quero dar os parabéns por ajudar a simplificar conceitos financeiros complexos.

    Queria deixar uma outra opção de conta bancária isenta de comissões: Conta Mais Ordenado do Bankinter (link: https://www.bankinter.pt/conta-mais-ordenado).
    De mencionar que o cartão multibanco tem uma anuidade mas que pode ser substituído por um cartão Dual que não tem anuidade.
    Mais, as transferências interbancárias não imediatas são gratuitas.

    Cumprimentos.

  5. Avatar
    Ana de Caires Gouveia Reply

    Boa Tarde!
    A mim também me chateia imenso pagar comissão de manutenção, e por causa disso, gostaria de lhe fazer uma pergunta, eu tenho um PPR no Millennium já há uns anos (sei que eles gostariam que eu acabasse com ele) e só por isso mantenho a conta. Eu só coloco dinheiro naquela conta para pagar o PPR, será que posso acabar com a conta e manter o PPR, debitando o valor mensal de outro banco?
    Obrigada
    Ana de Caires

  6. Avatar
    Tiago Dias Reply

    Desculpe, mas não comprei a ideia.
    Não tenho nada com a sua vida, mas como justifica tantas contas para ver como andam os bancos a agir com os clientes e as diferenças entre eles.
    Se na verdade não tem contas na maior parte dos bancos que toda a população tem?
    Quanto muito fica a saber o comportamento desses bancos e agências financeiras.
    O meu palpite ( já que acho que assim não ausculta nada a banca) seria fechar isso tudo e ficar com a da CGD a Serviços Mínimos.
    Afinal, só paga o que paga na CGD pq quer. Poderia pagar muito menos.
    Cumprimentos.

    • Pedro Andersson
      Pedro Andersson Post authorReply

      Não. Prefiro assim. Tenho fundos de Investimento e PPR noutros bancos. O que ganho nessas ferramentas dá para pagar dezenas de vezes o que pago na comissão da CGD… 🙂

  7. Avatar
    Filipe Evaristo Reply

    Boa tarde, também estou a pensar fechar a conta no Millennium BCP. Consegue indicar quais são os passos para avançar para a mudança, uma vez que possuo lá acções? Já agora neste seguimento, aproveito para perguntar se aconselha algum outro com baixas comissões de guarda de títulos. Obrigado!

  8. Avatar
    Hugo Ferreira Reply

    Bom dia Pedro.
    Obrigado pela partilha de informação.
    Apenas uma questão, tendo o PPR AR, não precisou de abrir conta no banco Invest?
    Obrigado.

      • Avatar
        Marco Lopes Reply

        Volto a salientar que a OPTIMIZE (e não quero fazer publicidade à qualidade da gestão ou dos produtos) não obriga á abertura de uma CONTA à ORDEM, e não afecta uma conta SMB que o titular tenha! (para além de que a abertura de “conta” de gestão é feita em 10 ou 15 minutos, caso se use a assinatura digital do CARTÃO do CIDADÃO!)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *