Leu o livro Contas-poupança… poupou 8 mil euros, mas teve de comprar uma máquina de lavar

Escrito por Pedro Andersson

13.11.20

}
2 min de leitura

Publicidade

“Leu o livro Contas-poupança… seguiu a dica, poupou 8 mil euros, mas teve de comprar uma máquina de lavar”

Este título parece um dos títulos do Nuno Markl, no “Homem que mordeu o cão”, na rádio Comercial. Quem ouve regularmente percebe a piada 🙂

Aprendo muito com as vossas experiências. E partilho-as aqui porque podem ser muito úteis para centenas ou milhares de vocês. Todos os dias recebo mensagens de pessoas que seguiram alguma das dicas que vou dando aqui no blogue ou nas reportagens e que fazem questão de dizer que resultaram e como. Algumas dicas mudam vidas. Fico muito feliz com isso. É o que me motiva a continuar. Obrigado por isso.

O estranho caso da máquina de lavar loiça

Recebi esta semana a mensagem de uma espectadora (que não quer ser identificada, a quem chamarei “Maria”) que, depois de ler o mais recente livro Contas-poupança, decidiu ir ao banco e tentar baixar o spread do crédito à habitação. Ela tinha um spread de 1,306. Fez o que aconselhei.

Foi pesquisar o que estava a oferecer a concorrência do banco dela e encontrou ofertas abaixo do spread que tinha. Pegou nas simulações e foi falar com o gestor de conta.

Para surpresa dela, igualaram imediatamente as ofertas dos outros bancos. Mas ainda foi melhor.

Bastava, no caso do banco dela, que comprasse um eletrodoméstico ou computador do catálogo deles com o cartão de crédito e baixavam o spread para 1. Por mero acaso, ela estava a precisar de uma máquina de lavar. Aproveitou e comprou a máquina. Usou o cartão de crédito com o pagamento (obviamente) a 100% no fim do mês e assim não pagou juros.

 

Como acabou de ler, ela passou a pagar menos 40 euros por mês, comprou uma máquina de lavar que teria de comprar de qualquer maneira e poupou assim mais de 8 mil euros até ao fim do crédito à habitação.

Eu até iria mais longe, mesmo que não precisasse da máquina de lavar eu arriscaria comprar a máquina, vendia-a no OLX por menos 100 euros nova a estrear com garantia e em 3 meses (com a poupança dos 40 euros por mês) já tinha a máquina mais do que paga. É só uma questão de fazer uma breve conta de cabeça.

Resumindo, a “Maria” comprou uma máquina de lavar e o banco “pagou-lhe” 8 mil euros. Porquê? Porque viu (leu) uma das dicas aqui no Contas-poupança e fez o mais importante: METEU OS PÉS A CAMINHO E TENTOU!

Ah! Mais uma coisa. A “Maria” já vendeu a máquina de lavar antiga no OLX . Nada se perde quando temos cabeça.

Tem aqui um exemplo parecido, mas com um crédito automóvel.

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Como compro lombos de salmão mais baratos do que fiambre

Como comprar lombos de salmão com 65% de "desconto" As saudades que eu tinha de escrever um artigo sobre as minhas poupanças diárias… Como sabem, a minha estratégia de poupança é ter sempre o melhor possível pelo preço mais baixo. Nunca é a poupança dos “coitadinhos”....

ATENÇÃO – Já só tem uma semana para entregar o IRS (ou para o corrigir)

Prazo acaba a 30 de junho - Evite as multas O prazo para entrega do IRS termina no dia 30 de junho. Falta uma semana. De acordo com o Portal das Finanças, até este domingo já foram entregues cerca de 5 milhões e 600 mil declarações (5 615 814). Em comparação com o...

Oficial – Parlamento aprovou o fim de portagens nas ex-SCUT

Abolição das portagens nas ex-SCUT a 1 de janeiro de 2025 É oficial. O Parlamento aprovou em votação final global a proposta do PS para eliminar as portagens nas ex-SCUT e nos troços "onde não existam vias alternativas que permitam um uso em qualidade e segurança". O...

PodTEXT Vamos a Contas | Onde devo investir se já estou perto da reforma?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

PodTEXT | O que é o movimento FIRE – É possível refomar-se mais cedo?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 3 meses e sobem a 6 e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (24 a 30 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Isenção de IMT e Imposto de selo para jovens até aos 35 anos – O que já se sabe?

Lei já foi publicada em Diário da República Foi publicada esta quinta-feira em Diário da República a Lei (está aqui) que autoriza o Governo a avançar com a isenção do IMT e do respetivo Imposto de selo para jovens com idade igual ou inferior a 35 anos, na compra da...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Maiores de 35 anos podem aceder a isenção de IMT se comprarem casa com um jovem

Isenção de impostos também beneficia maiores de 35 anos Há cerca de três semanas, o Governo aprovou em Conselho de Ministros diversas medidas para facilitar a compra de habitação aos jovens até aos 35 anos. Entre elas, além da garantia pública de até 15% do valor do...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

3 Comentários

  1. Marco Lopes

    Grande exemplo das situações “anedóticas” a que os bancos nos sujeitam!

    Reduzir o SPREAD se o cliente adquirir um electrodoméstico!

    Hilariante! 😀

    Responder
  2. Ricardo Baldaia

    É possível saber em que banco é que isso ocorreu.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.