PODCAST | #27 – Porque deve fazer um PPR para o seu filho (ou para si) o mais cedo possível?

Escrito por Pedro Andersson

02.11.20

}
3 min de leitura

Publicidade

Fazer um PPR em vez de um depósito a prazo? 

Vou fazer um PPR para os meus filhos. Um tem 8 anos. Mas não é muito cedo para isso? Claro que não. Devia era ter logo começado quando ele nasceu.

Os PPR são uma das principais ferramentas de investimento a médio/longo prazo que estão disponíveis em Portugal. Esqueça as contas-poupança júnior e os depósitos a prazo (mesmo para si).

Explico neste episódio porquê e como pode rentabilizar os PPR ao máximo.

Dê a sua opinião sobre os PPR na plataforma em que estiver a ouvir. Partilhe a sua experiência.

Explico tudo isto e mais algumas coisas no episódio desta semana do podcast “Pedro Andersson – Contas-poupança”. Clique nas fotos mais abaixo para ouvir.

O que é um podcast?

Aproveite a minha boleia financeira (gravo em áudio uma “conversa” no carro enquanto faço as minhas viagens e faço de conta que você vai ali ao meu lado) e veja como pode aumentar-se a si próprio. São uma espécie de programas de rádio para escutar enquanto faz outras coisas. Subscreva o podcast na plataforma em que estiver a ouvir para ser avisado sempre que houver um episódio novo. Não estranhe ouvir o motor do carro, buzinadelas e o pisca-pisca. Faz parte da viagem.

Aprenda a gerir melhor o seu dinheiro

Tem a seguir os links para o Spotify, Soundcloud e iTunes. Para quem não percebe nada disto, deve ir à loja de aplicações do seu telemóvel e instalar gratuitamente a app “Spotify” ou “iTunes” ou outra que dê para ouvir Podcasts. No caso do SoundCloud basta clicar e começa logo a ouvir.

Boa viagem e boas poupanças!

 

 

Subscreva o Podcast e partilhe-o com os seus amigos ou familiares que se queixam de ter pouco dinheiro e muitas despesas.




Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” – Dezenas  dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2020. Estes 3 livros vão ajudá-lo a vencer qualquer crise financeira na sua vida. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (19 a 25 de fevereiro)

Qual deveria ser o preço "certo"? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de lucro de cerca de 10% para as...

EURIBOR | Taxas Euribor sobem em todos os prazos

Euribor subiram hoje a três, seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua...

Segurança Social | Atribuição do Abono de Família já é automática

Segurança Social passa a atribuir automaticamente o Abono de Família, logo após registo do bebé na maternidade Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Desde a passada sexta-feira, 16 de Fevereiro, o Abono de Família passou a ser atribuído automaticamente pela...

BURLAS | Não atenda telefonemas do “Banco de Portugal”

Banco de Portugal alerta para telefonemas fraudulentos que imitam o seu número telefónico O Banco de Portugal emitiu um alerta sobre chamadas telefónicas feitas por indivíduos que dizem ser seus colaboradores, usando um sistema que imita o número de telefone do BdP,...

Remuneração | Aumento real dos salários em 2023 foi de 2,3%

Salários subiram 6,6% em 2023, mas os ganhos reais para os trabalhadores foram apenas de mais 2,3% Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes O Instituto Nacional de Estatística (INE), revelou recentemente que o valor dos salários em 2023 aumentou 6,6% em termos...

EURIBOR | Taxas Euribor descem a três meses e sobem nos prazos de seis e 12

Euribor desceu hoje a três meses, mas subiram a seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto...

PODCAST | #215 – Como receber 750 € “grátis” para fazer um curso de formação na área digital

Qualquer trabalhador em Portugal pode receber 750 euros para fazer um curso de formação na área do digital. E se fizer a candidatura já, pode repetir mais 750 € no ano que vem. Chama-se Cheque Formação + Digital e no episódio desta semana explico-lhe quem tem direito,...

SENHORIOS | Tribunal decide que caução de rendas não paga IRS

Tribunal decide que caução de rendas deve estar isenta de IRS. Estará aberto um precedente? Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes O Tribunal Arbitral, a propósito de um processo que estava em curso no Centro de Arbitragem Administrativa (CAAD), decidiu, em...

EURIBOR | Taxas Euribor sobem a três meses e descem nos prazos de seis e 12

Euribor subiram hoje a três meses, mas desceram a seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (19 a 25 de fevereiro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Publicidade

Artigos relacionados

36 Comentários

  1. Manuel Gonçalves

    Boa Tarde de Pedro Andersson. Realmente também tenho andado com essa ideia de colocar as poupanças das miúdas num fundo PPR. Penso ser a melhor opção. Depósitos e afins são miseráveis como disse. E sem colocar no IRS, senão fica sem sentido. E dá para ir reforçando .
    No entanto, gostaria de saber alguns detalhes . Não querendo perguntar nem o fundo nem o banco que escolheu, gostaria de saber , como os seus filhos são menores de idade, constitui o fundo em seu nome ? Escolheu o mesmo fundo para os 2? Se sim, posso subscrever 2 vezes o mesmo fundo no mesmo nome, com valores diferentes?
    Muito obrigado e bem haja . Continue o bom trabalho.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Abri conta no meu nome e em nome deles. A partir daí coloco o valor que quero no nome de cada um. É só isso. No podcast explico que foi no banco Invest, o PPR Alves Ribeiro aconselhado pela Deco. Mas já estou a ver um outro para mim noutro lado que é mais “agressivo” ou seja tem mais ações do que obrigações. Em teoria pode ter 30 PPR em sítios diferentes. Cada um é que sabe. Não fique é limitado ao que o seu gestor de conta diz. O que vou fazer para mim nem sequer é num banco, é numa corretora de fundos de pensões…

      Responder
  2. Manuel Gonçalves

    Boa tarde Sr Pedro Andersson. Gostaria de saber alguma questões sobre algumas particularidades sobre a forma como abriu o fundo ppr. Tendo 2 filhos menores, subscreveu os fundos em seu nome? Subscreveu o mesmo fundo 2 vezes ( um para cada filho) , com 2 valores diferentes ? Já algum tempo que pondero abrir um fundo PPR para as crianças cá em casa. Porque os depósitos são miseráveis e sem colocar no IRS , aí então não faz sentido. Muito obrigado pela atenção e continue o bom trabalho.

    Responder
  3. Marcio Andre de Barros Barbosa

    Boa Tarde Pedro,

    Deixou apenas uma questão que não estou por dentro do assunto, o valor do PPR depois dos 5 anos ou o que for dependendo do contrato posso movimentar entre corretora, banco ou o que for. A questão que deixo é a seguinte: Existe algum apoio ou fundo em caso de a corretora/banco for à falência dentro do período de 5 anos?

    O Pedro fala nas duas modalidades de PPR (fundo e seguro), justifica-se ter as duas modalidades uma vez que o risco é distinto entre as duas opções?

    A questão de movimentação dos mercados ninguém sabe ou apenas o Warren buffet!

    Responder
    • Hugo Fernandes

      Qual o melhor PPR para a minha filha de 9 anos, será que me pode ajudar dando 2 ou 3 sugestões? Obrigado.

      Responder
    • Antonio Marques

      Boa Tarde,
      Os seu filhos na altura da subscrição dos ditos ppr, eram menores ou ja tinham mais de 18 anos ?
      A lei nao permite a subscrição de PPR’s a menores de idade…

      Aguardo o seu comentário.
      Obrigado

      Responder
      • Pedro Andersson

        Nao pernite porque? O meu tinha 8 e o outro 14… no banco invest.

        Responder
      • Pedro Andersson

        O banco que abordou é que pode nao querer. A lei nao impede.

        Responder
  4. Adriano

    Boa tarde.

    Pegando na pergunta anterior, se os PPRs forem subscritos em nome dos filhos, são dedutíveis no IRS tendo em consideração que eu já tenho um PPR em meu nome?

    Responder
    • Armando Gonçalves

      Dedução só para sujeitos passivos, não se aplica a dependentes.

      Responder
    • Susana Roque Pinho

      Boa tarde sr Anderson,
      Sei que este podcast já tem algum tempo mas só agora é que pretendo tirar o dinheiro dos certificados de aforro para investir num fundo PPR para a minha filha de 12 anos.
      No entanto tenho algumas dúvidas.
      Ela poderá levantar parte ou a totalidade do PPR, caso precise, por motivos de saúde, para os estudos ou para a compra de uma casa?
      E tem alguma penalização fiscal por isso?
      Obrigada,
      Susana Roque Pinho

      Responder
      • Pedro Andersson

        Olá, se ela não os colocar no IRS (por ser dependente e não sujeito passivo) não tem nada a devolver. Pode resgatar sem penalização no dia que quiser.

        Responder
  5. José Capelas

    Boa noite Pedro, subscrevi à dois meses atrás na S.Social Regime Público de Capitalização
    Consulta de Extrato (Resumo Movimentos).
    Será este o melhor plano? Estou a cerca de 9 anos da reforma e achei que era uma ajudita à minha reforma.
    Obrigado,
    José Capelas

    Responder
    • Pedro Andersson

      E fez muito bem. Não há mais simples sem comissões do que esse :). Rende menos mas é muito prudente na estratégia. A 9 anos da reforma não deve arriscar muito.

      Responder
      • Hugo Fernandes

        Qual o melhor PPR para a minha filha de 9 anos, será que me pode ajudar dando 2 ou 3 sugestões? Obrigado.

        Responder
  6. Ivo

    Boa noite estive a ouvir o seu podcast e gostaria de saber, uma vez que os juros do ppr vão automaticamente para o irs, como faço para tirar na declaração?
    Obrigado

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Apaga o valor que aparece na linha. E já está 🙂

      Responder
  7. Sara

    Bom dia.
    Tenho o PPR 5 estrelas, do Banco Montepio.
    Tem algum feedback relativamente a este PPR?

    Responder
  8. Patricia Pimenta

    Boa tarde, estive indecisa na altura em fazer um PPR ou um ETF para a minha filha.
    Dado a rentabilidade, custos de manutenção e período de investimento (muito longo prazo) optei pelo ETF.
    São ambas boas soluções para os mais pequenos.
    Também tenho o PPR AR, está em meu nome e é para aproveitar os benefícios fiscais à entrada (dedução no IRS).

    Responder
  9. Paulo

    Bom dia.
    Tenho a seguinte dúvida.
    Se fizer um ppr para os meus filhos e obtiver os benefícios fiscais, depois de passados 5 anos
    não é possível usar o montante para as despesas de educação (faculdade), sem ter penalizações,
    ou seja devolver os benefícios fiscais obtidos ?
    Obrigado

    Responder
    • Pedro Andersson

      Para propinas. Confirme junto das Finanças 217206707

      Responder
  10. Tânia

    Boa noite. Coloco a mesma questão que foi colocada mais atrás, se o banco for à falência o que acontece aos valor que colocamos no ppr? Estive a ler sobre o ppr Alves Ribeiro, agora banco invest, o valor inicial são 1000e, existe mesmo isenção de comissão de conta? Há penalização aplicada pelo próprio banco em caso de resgate ou transferência do ppr? não falo da penalização em termos fiscais, mas mesmo do banco. Estive a tentar consultar no site de fundo de fundos penses e ppr o histórico de rentabilidade da Alves Ribeiro mas não encontrei, já não consta dos melhores ppr do mercado? Obrigada, Tânia

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Está tudo na página deles. Não fazem parte da apfip.

      Responder
      • Tânia

        Obrigada, Vou pesquisar melhor. Sobre o ppr mais “agressivo” que está a estudar. Pode fazer publicação ou podcast sobre esse ppr? Obrigada pelo excelente trabalho

        Responder
  11. Tânia

    Obrigada, Vou pesquisar melhor. Se o banco abrir falência ha alguma garantia de recuperar valor já investido no ppr? Sobre o ppr mais “agressivo” que está a estudar. Pode fazer publicação ou podcast sobre esse ppr? Obrigada pelo excelente trabalho

    Responder
  12. Marcelo Rocha

    Boa tarde,
    Pensei em fazer um PPR Alves Ribeiro no banco Invest, perguntei ao banco se era possível fazer o PPR sem ter uma conta à ordem nesse banco, disseram-me que não: “Para poder efectuar o AR-PPR junto do Banco Invest deverá primeiro abrir uma conta à ordem, cujo provisionamento mínimo é de 5.000€…” recebi isto por email.

    Então desisti da ideia e acabei por abrir PPR noutro banco. Não quero perder 5 euros por mês só porque sou obrigado a ter uma conta à ordem.
    Depois de ouvir o PODCAST fiquei confuso.
    Afinal o que me disseram não é verdade? Posso fazer apenas o PPR sem ter uma conta à ordem?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Eu fiz 3 PPR. Um no banco Invest e não pago comissões nenhumas… Os outros dois em corretoras (Optimize e SGF), sem abrir conta bancária.

      Responder
    • Pedro Andersson

      Pode abrir a conta com 5 mil euros, fazer o PPR e a seguir voltar a ditar o dinheiro. Informe-se com eles.

      Responder
  13. Hugo Fernandes

    Boa noite, como tenho acompanhado as suas publicações sr Paulo Anderson e visto que andava e ando com ideias de fazer um PPR para a minha filha e outro para decidi pedir informações na Lusitânia e acontece que me foi comunicado que não poderia fazer nenhum em nome dela visto ainda ser menor, será verdade o que me foi dito? Ou terei de fazer eu os 2 em meu nome e colocar o nome dela como beneficiário directo? O que puderei fazer nesta situação? Os melhores cumprimentos.

    Responder
  14. Natacha Xavier

    Olá Pedro,

    Foi-me dito no banco que não poderia fazer PPR em nome das minhas filhas por serem menores. Conseguiu fazer em nome dos seus filhos ou teve que fazer em seu nome mas sabendo que é deles?
    Obrigada.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Cada banco tem as suas regras. No banco Invest abri a conta com eles como titulares e depois subscrevi o PPR em nome de cada um deles. São mesmo deles, assim que fizerem 18 anos só eles é que podem mexer. Até lá eu posso movimentar.

      Responder
  15. catia maciel

    Marcelo,
    Eu fiz 2 PPR no banco invest, abrindo uma conta conjunta e não foram necessarios os 5000 euros de abertura, ao abrigo do acordo Deco Proteste.

    Responder
  16. catia maciel

    Nós temos 43 e 45 anos, subscrevemos este ano 4 PPR:
    – 2 Alves Ribeiro, 900 euros em cada (era o possível), vamos pôr mais dinheiro, anualmente, consoante possibilidades.
    – 2 Montepio, capital garantido. 1750 euros em cada, para obter os benefícios fiscais e, daqui a 5 anos, utilizar para pagar as casas que temos arrendadas e com crédito habitação (cada 1 tem 1 crédito /casa. Casados com separação total de bens).

    Vale a pena declarar o Alves Ribeiro no IRS? Ou deixamos sem declarar para possibilitar mobilizações? Qual será a melhor estrategia? Nem sei se vale a pena declarar 900 euros de ppr no irs quando já se tem 1 de 1750 euros.

    Subscrevemos numa boa altura (infelizmente não no pico da queda da bolsa mas quase) e já ganhamos 100 euros cada 1. Não sei se deixamos lá tudo ou vamos retirando os lucros para investir noutro lado?

    Em 2121 faremos os ppr alves ribeiro para as crianças. Queria fazer antes da recup total das bolsas mas este ano já não dá.

    Agradeço muito as excelentes dicas. Já li os 3 livros e sigo o podcast e blog. Ja poupamos muito aplicando tudo o que conseguimos. Este ano começamos mesmo a ganhar dinheiro passivo, o que é maravilhoso.

    Responder
    • João Marques

      No podcast 5 fala dos benefícios fiscais no IRS relativos aos PPR (os tais 20%, que ao longo de 5 anos são 4%) considerando que passados 5 anos pode usar o dinheiro para prestações da casa. No entanto neste Podcast refere que não coloca nenhum na declaração IRS. Considera que o que refere no podcast 5 deixou de ser vantajoso? Obrigado pelo excelente trabalho se serviço público. Ouvi um Podcast e fiquei fascinado.

      Responder
      • Pedro Andersson

        Olá. Se receber esse benefício fiscal, só o pode usar 5 anos depois dessa forma que mencionou. Eu quero ter o dinheiro disponível a qualquer momento. Por isso recuso. Mas é opção minha.

        Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.