Painel solar fotovoltaico – Balanço de Junho de 2020 (mês 43)

Escrito por Pedro Andersson

13.08.20

}
6 min de leitura

Publicidade

Balanço do mês de Junho de 2020

O mês de Junho foi o segundo melhor de sempre (desde que instalei o painel em Dezembro de 2016). Melhor do que o mês passado só Maio de 2019 e ficaram taco a taco.

A minha primeira conclusão é que o painel continua com uma boa eficiência de produção. Relembro que o painel tem uma garantia de produção de pelo menos 80% até fazer 20 anos. Até agora estou satisfeito e não me sinto defraudado.

Estamos no Verão e estes são os meses de maior produção do painel. É normal e é o que tem acontecido todos os anos. Agosto supostamente deveria ser o mês com maior produção mas não é isso que tem acontecido. Tem sido Junho ou Julho. Coisas do tempo, suponho.

Para perceber como funcionam os painéis solares e como pode poupar eletricidade, basta que aqui no blogue pesquise no motor de busca “painel solar”. Tem dezenas de artigos com muitos detalhes e sobre o que tenho aprendido com esta “aventura”.

O painel produziu em Junho 44,902 kWh (quase 45 kWh). Ou seja, mais de 8 euros em eletricidade se a tivesse consumido toda no momento em que foi produzida.

Como já expliquei vezes sem conta, comprar baterias custar-me-ia cerca de 5 mil euros. E eu não tenho esse orçamento. Assim, o “acordo” com a EDP Distribuição é consumir em tempo real o que o painel fotovoltaico produz e o que não consumir é oferecido para a EDP vender aos outros consumidores.

Os números de Junho de 2020

Tem aqui o gráfico da produção do painel ao longo dos meses mais recentes. Para quem está aqui pela primeira vez ou recentemente quero relembrar que o painel solar instala-se no telhado (aparafusa-se), aponta para sul e a tomada que sai do painel liga a uma tomada normal em sua casa. Sempre que há sol ele produz eletricidade e injeta a energia em sua casa. A sua casa consome sempre primeiro a energia do painel. Portanto, se ele produzir o suficiente para o frigorífico e uma ou duas luzes ligadas, não vai buscar nada à “EDP”. É eletricidade de “graça”. Só tem de levar em conta o investimento.

Tem a seguir o gráfico que mostra os dias. Como pode ver, à medida que avançamos no tempo os dias são cada vez mais solarengos, quase sempre no máximo da produção (que não chega nem de perto nem de longe aos 250 W instantâneos). Foi algo que me surpreendeu desde o início. Os 250 W são só nos testes deles em laboratório.

As contas

O que o painel fotovoltaico de 250 W produziu em Junho representou 8,13 € de poupança na minha fatura da luz, se tivesse consumido tudo o que o painel produziu no mês passado. O preço do meu kWh atualmente é tarifa simples de 0,1810 € (com IVA).

Se tivesse consumido tudo o que o painel produziu teria já poupado até agora 280,46 €. O retorno do investimento baixou para menos de 8 anos. Pelo preço dos painéis hoje, já estaria pago. Mas o meu foi barato na altura, mas caro para os dias de hoje (tudo ficou-me em 620 euros).

No caso do gráfico abaixo tem a produção total do painel em kWh. Não é influenciado pelo preço que pago pela eletricidade. O resultado tem a ver com o sol que o painel “apanhou” e não a sua eficiência. Ter produzido menos pode não ter a ver com a eficiência, mas sim com mais nuvens. Seja como for essa perda de eficiência é normal e prevista na garantia. É suposto que ela aconteça. E por este gráfico posso perceber se há movimentos anormais de quebra de eficiência. Até agora, noto pelos “picos” que tem atingido neste últimos 3 anos sempre os mesmos valores. Isso deixa-me descansado para já.

Compensa comprar um painel solar?

Como não consumo tudo o que o painel produz, com o novo aparelho de medição de consumos que instalei e e que mede a exportação de eletricidade, sei que “desperdicei” exatamente em Junho 2,5% do que o painel produziu. Claro que o facto da família estar quase sempre em casa (por causa da Covid-19) tem uma enorme influência. Como pode ver no gráfico só num dia em que não estivemos em casa é que o desperdício foi um pouco maior.

Assim, o retorno real (o chamado break even) continua pelas minhas contas perto dos 10 anos (reais). Depois de passado esse tempo, o painel estará pago e terei pelo menos mais 15 anos de “lucro”. Veremos se é assim. Mensalmente continuarei a fazer aqui o balanço para o ajudar a avaliar se deve ou não comprar um (ou vários) painéis solares.

NUNCA, mas nunca compre 6 painéis de uma vez (como propõem as empresas) sem fazer as contas primeiro para saber se os seus consumos consomem (passe o pleonasmo) o que eles vão produzir. Tenho recebido imensos relatos de pessoas que compraram 6 painéis e quase nem a produção de um consomem. Um desperdício completo do seu dinheiro.

Junho foi um bom mês. Vamos ver como correr Julho.

Sim, noto que a minha fatura de eletricidade baixou por causa do painel. Não é uma coisa gigante, mas noto. Só para ter uma noção do que isto representa, para receber 10 euros em juros líquidos num depósito a prazo tinha de ter lá cerca de 10 mil euros.Eu consigo em média um desconto na fatura da  luz de 7 euros POR MÊS. Dá que pensar, não?


Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2019. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica. Se quiser conhecer também as dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).

 

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (26 de fevereiro a 03 de março)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de lucro de cerca de 10% para as...

PODCAST | #218 – Vamos a contas | Tenho de declarar os Certificados de Aforro (e outros) no IRS?

Os Certificados de Aforro continuam a suscitar muitas dúvidas. Uma delas é se somos obrigados a declará-los no IRS e como se faz. Essa dúvida é também muito comum quando alguém começa a pensar em investir em produtos relacionados com as bolsas, como Fundos PPR, Fundos...

ÚLTIMO DIA | Prazo para validar faturas para IRS 2023 termina hoje

Já validou TODAS as suas faturas e do seu agregado familiar? Os contribuintes têm até ao final do dia de hoje (quarta-feira, dia 28 de fevereiro) para validar e confirmar as faturas relevantes para o IRS de 2023, após o Ministério das Finanças ter decidido prolongar o...

Arrendamentos | Burlas estão a aumentar. Conheça os sinais e como evitar

Burlas com falsos arrendamentos têm estado a aumentar nos últimos dois anos Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes De acordo com a PSP, as burlas com falsos arrendamentos têm vindo a agravar-se desde 2022, quer nos arrendamentos de casas de férias, quer no...

ÚLTIMA HORA | Prazo para validar faturas de 2023 prolongado até quarta-feira

Faturas pendentes - Prazo prolongado até quarta-feira A Autoridade Tributária (AT) prolongou por dois dias, até quarta-feira, o prazo para a validação de faturas relativas a 2023 no portal e-fatura, depois de constrangimentos no último dia do prazo inicial. Em...

Quer inscrever-se no regime do Residente não Habitual? Pode fazê-lo até 2025

Autoridade Tributária informou que os contribuintes elegíveis podem inscrever-se até 31 de março de 2025 Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Se está interessado em inscrever-se no regime do Residente não Habitual (RNH), que permite aos seus beneficiários...

EURIBOR HOJE | Taxa a três meses mantém-se, mas sobe a seis e 12 meses

Euribor mantém-se a três meses, mas aumenta nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham...

ELETRICIDADE | O indexado em Fevereiro vai baixar bastante – Vale a pena mudar?

O preço da eletricidade no OMIE está quase de graça É impressionante o que está a acontecer nesta última semana. O preço da eletricidade no mercado grossista está praticamente a zero. Os valores a que a eletricidade vai ser vendida e comprada amanhã, pelas empresas...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem a três meses e descem a seis e 12 meses

Euribor sobe a três meses, mas desce nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um...

PODCAST | #217 – Qual é a forma mais simples de poupar na eletricidade?

A ouvinte Ana nunca mudou de empresa de eletricidade em toda a sua vida. Faz-lhe confusão mudar e acha que dá muito trabalho e sente que as outras empresas não lhe inspiram confiança. Este é um perfil muito típico dos consumidores portugueses. No episódio desta...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.