RECIBOS VERDES | Apoio alargado a quem acumula trabalho dependente até 439,81 euros

Escrito por Pedro Andersson

11.08.20

}
3 min de leitura

Publicidade

Apoio TAMBÉM para quem acumula com trabalho por conta de outrem

 

Muitos pediram este apoio. Tardou mas chegou. Os trabalhadores independentes que também têm trabalho por conta de outrem, com rendimento inferior a 438,81 euros, passam a ter direito ao apoio extraordinário à redução da atividade económica. O diploma foi publicado hoje em Diário da República.

“O apoio extraordinário à redução da atividade económica reveste a forma de um apoio financeiro aos trabalhadores abrangidos exclusivamente pelo regime dos trabalhadores independentes, ou que estejam também abrangidos pelo regime de trabalhadores por conta de outrem e não aufiram, neste regime, mais do que o valor do IAS [Indexante dos Apoios Sociais], e que não sejam pensionistas”, estabelece o diploma.

A lei publicada hoje produz efeitos a 3 de Maio de 2020, embora o apoio esteja em vigor desde Março, tendo sofrido entretanto algumas alterações.

Os requisitos

Para terem direito ao apoio da Segurança Social, que varia entre 219,4 euros (metade do valor do IAS) e 635 euros (salário mínimo nacional), os trabalhadores são “sujeitos ao cumprimento da obrigação contributiva em pelo menos três meses seguidos ou seis meses interpolados há pelo menos 12 meses”.

O apoio é dirigido aos trabalhadores independentes em situação comprovada de paragem total da sua atividade ou da atividade do respetivo setor, devido à pandemia de covid-19, ou aos que apresentarem quebra de faturação de pelo menos 40%.

A quebra de faturação de pelo menos 40% nos 30 dias anteriores ao do pedido à Segurança Social é face à média mensal dos dois meses anteriores a esse período, ou face ao período homólogo do ano anterior ou à média de todo o período em atividade para quem tenha iniciado atividade há menos de 12 meses.

Já os trabalhadores independentes isentos de contribuições ou que tenham iniciado atividade há menos de 12 meses têm direito a um apoio até 219,4 euros desde 08 de maio.

Nestes casos, o alargamento aos trabalhadores independentes que acumulam com trabalho por conta de outrem produz efeitos essa data.

Assim, se preenche os requisitos, contacte a Segurança Social e peça este apoio. Partilhe com as pessoas que possam estar nesta situação.


Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2019. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica. Se quiser conhecer também as dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).

 

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Como compro lombos de salmão mais baratos do que fiambre

Como comprar lombos de salmão com 65% de "desconto" As saudades que eu tinha de escrever um artigo sobre as minhas poupanças diárias… Como sabem, a minha estratégia de poupança é ter sempre o melhor possível pelo preço mais baixo. Nunca é a poupança dos “coitadinhos”....

ATENÇÃO – Já só tem uma semana para entregar o IRS (ou para o corrigir)

Prazo acaba a 30 de junho - Evite as multas O prazo para entrega do IRS termina no dia 30 de junho. Falta uma semana. De acordo com o Portal das Finanças, até este domingo já foram entregues cerca de 5 milhões e 600 mil declarações (5 615 814). Em comparação com o...

Oficial – Parlamento aprovou o fim de portagens nas ex-SCUT

Abolição das portagens nas ex-SCUT a 1 de janeiro de 2025 É oficial. O Parlamento aprovou em votação final global a proposta do PS para eliminar as portagens nas ex-SCUT e nos troços "onde não existam vias alternativas que permitam um uso em qualidade e segurança". O...

PodTEXT Vamos a Contas | Onde devo investir se já estou perto da reforma?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

PodTEXT | O que é o movimento FIRE – É possível refomar-se mais cedo?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 3 meses e sobem a 6 e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (24 a 30 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Isenção de IMT e Imposto de selo para jovens até aos 35 anos – O que já se sabe?

Lei já foi publicada em Diário da República Foi publicada esta quinta-feira em Diário da República a Lei (está aqui) que autoriza o Governo a avançar com a isenção do IMT e do respetivo Imposto de selo para jovens com idade igual ou inferior a 35 anos, na compra da...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Maiores de 35 anos podem aceder a isenção de IMT se comprarem casa com um jovem

Isenção de impostos também beneficia maiores de 35 anos Há cerca de três semanas, o Governo aprovou em Conselho de Ministros diversas medidas para facilitar a compra de habitação aos jovens até aos 35 anos. Entre elas, além da garantia pública de até 15% do valor do...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

4 Comentários

  1. JOÃO CABRAL E SILVA

    Boa noite. E relativamente ao apoio aos sócios-gerentes sem trabalhadores, independentemente da faturação anual da empresa: já foi publicada mais alguma legislação ? Já estão disponíveis no site da Seg. Social (Direta) os correspondentes formulários ? Obrigado.
    Cumprimentos. João Cabral e Silva

    Responder
  2. Ahmed

    Bom dia sr. PEDRO ANDERSSON

    Meu nome e Ahmed, eu sou trabalhador independente, comecei atividade no início de maio,2019.

    Tenho duvida que e ainda não recebi apoio extraordinário que comecei receber so no ultimo mês e não sei porque!!

    por causa de situação de pandemia covid-19 ja perdi o rendimento principal no início de April, 2020 -estava no fim de isenção-, e so recebi primeiro apoio no início de ultima mês foi cerca de 219 euros. Esta mês não recebi nada!

    No entanto estou receber mensagens através ss direita a pagar taxas ( cerca de 80 euros)! não sei porque, e acho que não e justo e não faz sentido pagar estas taxas por que, nesta momento não estou trabalhar desde início de pandemia

    Tentai esclarecer os duvidas através ligar linha de ISS, depois varias tentativas, a senhora que respondeu aparece não sabe nada

    para confirmar, dúvidas que tenho são os seguintes;

    1. quando vou receber os apoio?, e se tenho de fazer alguma coisa para consigo continuar beneficiar de apoio
    2. O que esta taxa que tenho de pagar a segurança social mesmo que não e justo e não faz qualquer sentido e não tenho rendimento para consigo pagar

    Aguardo sua atencao. E peço desculpa se tem algumas erros como língua portuguesa não minha língua materna.

    Cumprimentos,
    Ahmed

    Responder
  3. Miguel Silva

    Bom dia,
    A minha situação é complexa e gostaria da sua analise.

    Sou socio gerente não remunerado de uma empresa a cerca de 18 meses, neste momento não vou ter o meu contrato renovado em Setembro, devido a cortes na empresa onde estou como trabalhador dependente. Além disso nos ultimos 2 anos tenho feito trabalhos a recibos verdes, os quais também reduziram devido ao covid.

    Contactei a segurança social e foi me dito que não teria direito a fundo desemprego, apenas por ser socio-gerente, idenpendentemente de ser remunerado ou não.

    Será que esta informação esta correta? para tentar pedir o subsidio tenho de cancelar a atividade de recibos verdes, que neste momento não existe trabalho, mas se o fizer também não posso tentar obter esta ajuda do estado.

    Consigo obter algum apoio do estado nesta situação?

    Nota: sou socio gerente remunerado porque a minha empresa simplesmente não consegue ter rendimento para pagar aos meus 2 colaboradores e ter salario extra para mim. prefiro manter os postos de trabalho em quanto conseguir.

    Responder
  4. Miguel Silva

    Apenas uma correção,

    Sou socio-gerente não remunerado e estou a trabalhar como trabalhador dependente em outra empresa há 18 meses.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.