GÁS | Quer poupar outra vez na fatura do gás?

Escrito por Pedro Andersson

18.05.20

}
5 min de leitura

Publicidade

De 6 em 6 meses poupo (ainda mais) na fatura do gás

Dou esta dica de 6 em 6 meses. E é das dicas de poupança mais básicas e fáceis de aplicar que há.

Hoje foi o dia. Faço isto sempre que chega a Primavera e volto a fazer o contrário quando chega o Outono.

Com a chegada dos dias mais quentes deixa de ser necessário (com todo o conforto) ter a temperatura da água tão quente no esquentador ou na caldeira. Para quê gastar m3 de gás (ou eletricidade) para ter água a ferver se depois tem de misturar água fria?

Baixe a temperatura do esquentador

Como aprendi esta dica? Em 2016, tive de chamar um técnico a casa para fazer uma inspeção à canalização do gás. O homem, muito simpático, chegou ao pé do esquentador e disparou: “Sabe que está a gastar uma brutalidade de gás sem necessidade, não sabe?”.

Podem não ter sido estas as palavras (a parte técnica dispensei-a toda), mas foi o que eu percebi. Afinal, com tanta dica de poupança que partilho, como é que estou a desperdiçar gás todos os dias?

Simples. Nós raramente abrimos a porta do esquentador e olhamos para ele. Ligamos a água quente e esperamos que saia água quente da torneira, certo?

Só vamos verificar o esquentador quando a água sai fria, pelo menos é assim comigo. Ora o meu esquentador, sabe-se lá porquê, estava a debitar água naquela altura a 54 graus.

A consequência natural de tão alta temperatura é que, no duche ou no banho da família toda, com água demasiado quente é preciso misturar água fria. E para quê?

Na prática, para exemplificar, é como se estivesse a gastar 2 pinheiros para fazer uma fogueira para assar uma sardinha. Estou a gastar todos os dias gás a mais para aquecer a água a 54 graus quando o corpo humano considera confortável a água a 40 graus ou no Verão até (muito) menos. Depende dos gostos de cada um.

Reduza 4 ou 5 graus

Basta baixar a potência do esquentador para 42 ou 43 graus (a água arrefece a caminho do chuveiro) para não ser preciso estar a gastar tanto gás para depois simplesmente a arrefecer juntando água fria. Um desperdício de que não me tinha apercebido. Hoje coloquei a 40 graus. E chega perfeitamente.

Depois deste episódio, li que há uma indicação de que por cada grau que baixarmos o esquentador o consumo de gás pode baixar 7% (há um limite de temperatura em que essa conta deixa de ser proporcional, como é evidente).

Portanto, aprendi a lição. Pelo menos a cada Primavera, ou a cada semestre vou colocar um alerta no telemóvel para verificar se a temperatura a que sai a água do esquentador está em limites razoáveis. E já agora encurte o tempo do duche. Tenho um aparelho que, quando atinge os 35 litros, apita tipo alarme (raramente paro o duche por causa disso, mas acho piada).

Não descansei enquanto não fiz as minhas contas.

Coloquei o meu esquentador no máximo (60º C) e sentei-me em frente ao contador do gás. Em 10 minutos, gastou 0,27 m3 de gás.

Logo a seguir, baixei a temperatura da água para 42ºC e meti os miúdos no banho. Nos mesmos 10 minutos, o contador registou um consumo de apenas 0,15 m3 de gás.

O mesmo banho, metade do custo

Conclusão, para o mesmo banho/duche de 10 minutos com água a correr é possível baixar os custos da fatura do gás para quase metade.

Um banho por dia, com 4 cá em casa, a 60º C gastaria 32,40 m3 de gás. Baixando a temperatura para os tais 42º C o consumo desce para 18 m3.

Com o mesmo conforto e sem mudar em nada os nossos hábitos. Não estava à espera que, no meu caso, a diferença fosse tão grande. Faça o teste e veja se está a desperdiçar gás sem necessidade.

Por achar esta dica tão curiosa fiz uma reportagem em vídeo com um caso real de alguém que nunca tinha pensado nisto. Pode vê-la AQUI.

Deixo-lhe também a nota (porque surge sempre que (re)publico este artigo) de que quem tem caldeira ou termoacumuladores de grande capacidade deve ter em atenção que abaixo de 60% e se a água ficar parada muito tempo pode surgir um ambiente propício ao surgimento de bactérias. Informe-se junto do seu instalador. No caso dos esquentadores essa questão não se põe.


wooklet-mrec


Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2019. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica. Se quiser conhecer também as dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

 

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (6 a 12 de fevereiro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

Qual é o valor do mecanismo MIBEL este mês? (Janeiro de 2023)

Valor do ajuste MIBEL em Janeiro de 2023 Quem quer poupar na eletricidade vai ter de se habituar a fazer as contas ao mecanismo de ajuste MIBEL (pelo menos até Maio). Isto não é para todos. Creio que a maior parte não está para se preocupar com isto e só quer é que...

PODCAST | #151 – Como posso poupar nas comissões bancárias?

Como posso poupar nas comissões bancárias? Se tem uma conta bancária (ou várias) quase de certeza que paga comissões bancárias. Em muitos casos, isso significa que está a pagar cerca de 100 euros por ano só para ter e movimentar a sua conta bancária. Se tem várias...

Painel solar fotovoltaico – Balanço Novembro e Dezembro de 2022 (Mês #72 e #73)

Balanço de Novembro e Dezembro de 2022 Estes são os piores meses do ano, no que diz respeito à produção de eletricidade dos meus painéis solares. Para os que só chegarem agora a esta página quero recordar que instalei o meu primeiro painel solar em dezembro de 2016....

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (30 de janeiro a 5 de fevereiro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

VÍDEO | COMO POUPAR DEZENAS DE EUROS NAS COMPRAS DE SUPERMERCADO

Uma app que o ajuda a poupar nas compras Com o aumento dos preços, é um desafio poupar nas compras em super e hipermercados.  Um grupo de portugueses juntou-se para criar uma aplicação que compara em tempo real o preço do mesmo produto nos vários hipermercados para...

VÍDEO | Como reduzir os gastos com alimentação (e comer melhor)?

Como reduzir os gastos com alimentação (e comer melhor)? Com a subida da inflação para os valores mais altos dos últimos 30 anos, as despesas com a alimentação passaram a ser uma preocupação para muitas famílias. Na reportagem do Contas-poupança, fomos saber como...

PODCAST | #150 – Devo subscrever Certificados de Aforro agora?

Devo colocar as minhas poupanças em Certificados de Aforro? Com a subida da Euribor, as prestações do crédito à habitação aumentaram mas, por outro lado, fez aumentar o rendimento dos Certificados de Aforro. Pode ganhar dinheiro com o seu dinheiro, aproveitando a...

APOIOS DO ESTADO | Prestação Social para a Inclusão aumenta para 298 € por mês

Prestação Social para a Inclusão aumentada para 298 € A Prestação Social para a Inclusão, para pessoas com deficiência, tem, a partir de hoje, a componente base aumentada para 298 euros, enquanto o valor do complemento, para situações de pobreza, sobe 50 euros....

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (23 a 29 de janeiro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

Publicidade

Publicidade

Artigos relacionados

12 Comentários

  1. FILIPE MIGUEL MENDES DOS SANTOS

    O mesmo se aplica aos termoacumuladores que tenham ponteiro de temperatura.

    Responder
  2. Anonimo

    Já agora, sabe quantos litros “perde” até chegar agua quente no chuveiro?

    Responder
    • Luís Carlos

      Eu sei. Encho um balde de 10 litros de água fria todos os dias antes desta chegar quente à casa de banho.

      Responder
  3. Ana

    Se colocar um balde no duche para encher com a água fria pode aproveitar essa água para a sanita ou para lavar o chão.

    Responder
  4. anibal

    Boas eu tenho que por a temperatura de 60% porque a casa de banho é longe e se estiver a 40% a água é fria.
    Já testei esse exemplo e não consegui, tive de por outra vez a 60%.
    Gostava de saber alguma dica para poupar.
    Obrigado

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Nesse aspeto não pode fazer nada. Terá de poupar na empresa que escolher e não no esquentador.

      Responder
    • Rui Rei

      Olá Anibal, Pedro,
      Não sendo de fácil e rápida solução, mas se um dia tiver de fazer obras, verifique o tipo de tubagem que tem instalada e se compensa substituir por multicamada ou algum gênero que ofereça melhores prestações. O multicamada tem como o nome indica, várias camadas de materiais, mais interiormente o cobre onde é revestido por plástico no interior e exterior e depois o plástico final de revestimento. Além de não ganhar corrosão, porque essas particulas não aderem no plástico, penso que estes revestimentos também ajudam à não dissipação térmica. Além disto pode forrar a tubagem com um tubo de espuma (com preços bastante baixos) para evitar a perda de calor/energia.
      Espero que sejam dicas positivas.
      Abraço

      Responder
  5. Mario Santos

    Faço essa operação contantemente desde sempre, alem de poupar no poupo também na água ( não tenho que adicionar agua fria). No inverno gasto cerca de uma garrafa de 11kg (propano) por mês, no verão, a garrafa chega-me a durar 2 meses e meio, a garrafa também serve para o fogão, cozinho todos os dias.

    Responder
  6. Silvestre

    Fiquei com uma dúvida no seu exemplo. Quando diz:
    “Coloquei o meu esquentador no máximo (60º C) e sentei-me em frente ao contador do gás. Em 10 minutos, gastou 0,27 m3 de gás.”
    Verificou que em ambos os casos a temperatura da água à saída no chuveiro era igual? É que no seu texto percebe-se que quando desceu a temperatura para 40° foi quando colocou os miúdos mas o texto não deixa claro que se quando fez o teste com os 60° se a água que saia do chuveiro também estava a uma temperatura adequada para tomar banho.
    Obrigado

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. A temperatura de saída era a mesma porque juntei água fria aos 60 graus 🙂

      Responder
  7. João Soares

    Bom dia.
    Tive uma bilha de gás, que durou 3 meses só para banhos e lavar umas peças de loiça de vez em quando.
    Fácil!

    Responder
  8. Carlos Azevedo

    Mais uma vez, excelente artigo…
    Falta aqui uma variável extra que ajuda: Quando adicionamos água fria estamos a aumentar o débito de água, logo a aumentar o seu consumo.
    Baixar a temperatura ajuda a economizar Gás e Água.
    Eu tenho água quente através através de acumulador (solar e lareira) mas controlo a temperatura de saída do acumulador para controlar o consumo de água.
    Morei num local onde a pressão da água era alta. Coloquei um limitador de pressão à entrada do apartamento e ao fim do primeiro mês já se notava na fatura.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.