Onde estão os balcões da Inclusão e qual é o e-mail?

Escrito por Pedro Andersson

27.10.19

}
4 min de leitura

Publicidade

Onde estão os Balcões da Inclusão

Continuo a receber dezenas de mensagens por dia de pessoas que me fazem perguntas sobre se têm direito a determinada prestação, subsídio ou apoio. Partilham comigo dados pessoais, documentos e situações que deixam qualquer um emocionalmente de rastos. Fico sensibilizado por confiarem em mim.

Em algumas situações, a pergunta é tão genérica que não respondo. Por exemplo, por favor, não me mandem mensagens como “Pedro, pode dizer-me afinal que direitos é que eu tenho?”, sem eu fazer ideia da situação específica da pessoa.

Caros amigos, eu gostava muito de ajudar, mas mesmo que ajudasse um a um de cada vez, nem a minha vida toda chegaria. A minha profissão é jornalista e é isso que faço: divulgar, dar a conhecer, e, em algumas situações muito específicas sem nenhum critério em particular, respondo a algumas dúvidas aqui publicamente ou em privado. Mas é cada vez mais difícil responder às vossas mensagens. Por isso, ajudo como posso. Não dando o peixe, mas ensinando a pescar. Têm de arregaçar as mangas e ir à “luta”.

Pesquise os seus direitos

Quem tem uma doença grave ou tem uma incapacidade grave por acidente ou congénita tem muitos direitos. Tenho investigado estas matérias ao longo dos últimos meses e mesmo assim continuo a descobrir novos. Mas há profissionais nessa área mais habilitados do que eu. Até porque o meu trabalho não é esse. Eu não tenho disponibilidade nem conhecimento para analisar casos específicos.

A Segurança Social tem uma espécie de balcões MUITO ESPECÍFICOS para responder às vossas dúvidas. São os Balcões da Inclusão. Se é para falar de incapacidade/deficiência NÃO VÁ AOS BALCÕES NORMAIS. Muitas vezes alguns desses funcionários sabem menos do que você. Não é por mal. O dia a dia deles não é tratar desses assuntos tão específicos. É como ir ao médico de clínica geral para tratar de uma doença rara.

O Balcão da Inclusão tem como missão a informação e mediação especializada e acessível às pessoas com deficiência e/ou incapacidade e as suas famílias. A informação que têm aqui abaixo foi recolhida pelo INR (Instituto Nacional para a Reabilitação). É quem tutela toda esta área.

O que é que o Balcão da Inclusão trata/informa

O Balcão para a Inclusão disponibiliza informação por telefone, por escrito, por videoconferência para pessoas surdas e presencialmente (mediante marcação prévia – tem os contactos para as marcações no final deste artigo) sobre os direitos e benefícios de acordo com a legislação em vigor, sobre os recursos existentes e também procede ao encaminhamento e mediação/sensibilização junto dos diferentes serviços e organismos que no âmbito da sua missão têm competências nas matérias referidas para a resolução das situações apresentadas.

As principais temáticas são:

  • Acessibilidade
  • Atendimento prioritário
  • Atestado Médico de Incapacidade Multiuso
  • Benefícios fiscais
  • Cultura, desporto e lazer
  • Educação
  • Emprego e formação profissional
  • Estacionamento
  • Habitação
  • Intervenção Precoce
  • Modelo de Apoio à Vida Independente
  • Não discriminação
  • Parentalidade
  • Prestação Social para a Inclusão
  • Produtos de apoio/Ajudas técnicas
  • Proteção Social
  • Saúde

O Balcão da Inclusão funciona de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 12h30 e das 13h30 às 16h30.

Contactos

Morada: Av. Conde Valbom nº 63, 1069-178 Lisboa
Telefone: 217 929 500
Email: [email protected]

Outros Balcões disponíveis:

Pode fazer a marcação da sua consulta clicando AQUI.

Em resumo, tem neste artigo TODOS os contactos para mandar e-mail ou telefonar e fazer todas as perguntas que precisa fazer. Não tenha medo de os incomodar. Eles estão lá para o ajudar e esclarecer. E só descanse depois de perceber tudo. É da sua vida e dos seus que estamos a falar.



 

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (26 de fevereiro a 03 de março)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de lucro de cerca de 10% para as...

PODCAST | #218 – Vamos a contas | Tenho de declarar os Certificados de Aforro (e outros) no IRS?

Os Certificados de Aforro continuam a suscitar muitas dúvidas. Uma delas é se somos obrigados a declará-los no IRS e como se faz. Essa dúvida é também muito comum quando alguém começa a pensar em investir em produtos relacionados com as bolsas, como Fundos PPR, Fundos...

ÚLTIMO DIA | Prazo para validar faturas para IRS 2023 termina hoje

Já validou TODAS as suas faturas e do seu agregado familiar? Os contribuintes têm até ao final do dia de hoje (quarta-feira, dia 28 de fevereiro) para validar e confirmar as faturas relevantes para o IRS de 2023, após o Ministério das Finanças ter decidido prolongar o...

Arrendamentos | Burlas estão a aumentar. Conheça os sinais e como evitar

Burlas com falsos arrendamentos têm estado a aumentar nos últimos dois anos Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes De acordo com a PSP, as burlas com falsos arrendamentos têm vindo a agravar-se desde 2022, quer nos arrendamentos de casas de férias, quer no...

ÚLTIMA HORA | Prazo para validar faturas de 2023 prolongado até quarta-feira

Faturas pendentes - Prazo prolongado até quarta-feira A Autoridade Tributária (AT) prolongou por dois dias, até quarta-feira, o prazo para a validação de faturas relativas a 2023 no portal e-fatura, depois de constrangimentos no último dia do prazo inicial. Em...

Quer inscrever-se no regime do Residente não Habitual? Pode fazê-lo até 2025

Autoridade Tributária informou que os contribuintes elegíveis podem inscrever-se até 31 de março de 2025 Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Se está interessado em inscrever-se no regime do Residente não Habitual (RNH), que permite aos seus beneficiários...

EURIBOR HOJE | Taxa a três meses mantém-se, mas sobe a seis e 12 meses

Euribor mantém-se a três meses, mas aumenta nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham...

ELETRICIDADE | O indexado em Fevereiro vai baixar bastante – Vale a pena mudar?

O preço da eletricidade no OMIE está quase de graça É impressionante o que está a acontecer nesta última semana. O preço da eletricidade no mercado grossista está praticamente a zero. Os valores a que a eletricidade vai ser vendida e comprada amanhã, pelas empresas...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem a três meses e descem a seis e 12 meses

Euribor sobe a três meses, mas desce nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um...

PODCAST | #217 – Qual é a forma mais simples de poupar na eletricidade?

A ouvinte Ana nunca mudou de empresa de eletricidade em toda a sua vida. Faz-lhe confusão mudar e acha que dá muito trabalho e sente que as outras empresas não lhe inspiram confiança. Este é um perfil muito típico dos consumidores portugueses. No episódio desta...

Publicidade

Artigos relacionados

14 Comentários

  1. Fernanda Isabel Tavares Valério

    Eu tenho 45 anos e tenho uma pensão de invalidez ablsuta e sou uma pessoa com vários problemas de saúde a maioria são crónicos. Eu já fiz uma vez essa avaliação de multiusos e só me deram 33% por exemplo eu não aguento mais que três, quatro horas a fazer a tarefas da casa tenho que parar e no outro dia não posso fazer esforços. O que acha que eu possa fazer. Eu sei que não é a sua competência mas se me poder dar a sua opinião agradecia. Obrigado

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá, veja se vale a pena marcar nova junta médica para atualizar o atestado.

      Responder
    • Aníbal

      Não existe balcão de inclusão. Isso é um mito. Já telefonei para marcar uma presença física ou consulta, conforme o nome que lhe se pode dar. E não obtive resposta nenhuma. Na segurança social, todos os administrativos têm a formação para atender pessoas de mobilidade reduzida. Só que a resposta deles é que não temos direitos nenhuns. Se a pessoa se cala e não reclama, vai se embora, e fica sem saber se tem algum subsídio. Eu sempre batalhei pelos meus direitos, reforma de invalidez, dependência 3 pessoa, PSI, só o o complemento não meti devido ao rendimento do cônjuge, e seguro de vida para me pagarem a casa. Uma
      cadeira de rodas ao abrigo das ajudas técnicas. Consegui tudo. Lutem pelos vossos direitos, desde que tenham a certeza que estão dentro dos requisitos das leis, porque eles não dão nada, se não estiverem dentro das leis.

      Responder
      • M. Santos

        Anibal, está ERRADO, existe Balcão de inclusão sim! Agora, honestamente julgo que se deve informar primeiro e não vir aqui descarregar a sua frustração. Porque se há alguém que nos vai dando informações sobre direitos, é exactamente quem o faz, por ser um ser HUMANO, com H GRANDE…. vou provar-lhe com há.
        E tenho de acrescentar, que não vale a PENA LIGAR, porque no CALL CENTER nada sabem informar: http://www.seg-social.pt/balcao-da-inclusao

        Portanto, não escreva por escrever. Por Haverem pessoas com a sua falta de conhecimento, é que outros são prejudicados.

        Pense e repense antes de digitar disparates.

        Boa Sorte!

        Responder
  2. Cristina Maria Marques Lourenço

    Bom dia trabalhei durante 29 comodoméstica sempre fiz desconto na segurança social à cerca de 6anos foi reduzido os dias daí estou só a trabalhar atualmente 2 dias por semana mas continuo a fazer desconto na segurança segurança social queria saber se tenho direito algum subsídio IRSi

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá Cristina, o que lhe responderam quando fez essa pergunta na segurança social e há quanto tempo?

      Responder
  3. M. Santos

    Pedro Andersonn, concordo em absoluto quando escreve isto: ” Não é por mal. O dia a dia deles não é tratar desses assuntos tão específicos.” E quando afirma e BEM, “que apenas é um Jornalista”. Contudo também consigo perceber o desespero de alguns Cidadãos, de o questionam, sobre temas, que não DEVERIAM chegar ao CIDADÃO, Pelo Sr. (como já referi), é apenas um profissional de “COMUNICAÇÃO”. Contudo e como as respostas DEVIDAS, por quem de direito não chegam. Consigo perceber os dois lados. De um lado está um PROFISSIONAL, com MUITA COMPETÊNCIA, (e nem é remunerado pelo ESTADO). Num outro lado com MUITAS OBRIGAÇÕES de INFORMAR, temos os FUNCIONÁRIOS do ESTADO, VULGO, FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS , com IMENSAS RESPONSABILIDADES. PORÉM, apenas aguardam o vencimento no final do mês. NÃO GENERALIZANDO, mas é exactamente isto que acontece! Sei o que escrevo e porque escrevo. Conheço o SISTEMA “NÃO FUNCIONAL, POR DENTRO….”! De qualquer forma, em NOME DE TODOS os que ajuda, quero deixar-lhe do FUNDO DO MEU CORAÇÃO: “REMENDADO”. UM GRANDE BEM HAJA, por fazer o que “Não lhe compete de TODO”. Em nome de todos. Óbvio que vou ter de EXCLUIR deste agradecimento, O ESTADO, ou quem, de certa forma o representa.

    UM GRANDE BEM HAJA, por ser o PROFISSIONAL que é. E que, NÃO O TEM DE SER, DE TODO.

    O ESTADO, e quem o representa, sim! Deviam de ter vergonha!!!!

    Responder
  4. Aníbal

    Eu não vou responder ao Sr. M.Santos da mesma forma. porque o que eu tenho feito na minha área de residência é ajudar pessoas com multiusos de 80% de incapacidade a terem direitos que desconhecem. Por isso .não me sinto frustrado, porque eu já tenho todos os subsídios de acordo com as leis da PSI, 3 pessoa,reforma de invalidez, e casa paga pelo seguro de vida.Isto é ter direito ao contraditório, mas sem ofensa para o Sr. Boa sorte e para a próxima, não é preciso responder dessa forma, porque se responsável, ajuda muita gente, eu sem ter os mesmos conhecimentos jornalísticos, também faço o mesmo.

    Responder
    • José António Marques Teixeira

      Boa Tarde Sr. Aníbal, pois muito gostaria de ter a sua até que compreendo bem algumas queixas, porque já passei pelas mesmas embora só agora tenha tido acesso ao multiusos e também eu estou a ter alguns problemas com a burocracia existente nos mais diversos serviços, se me puder contactar ou mandar um contacto muito agradeceria.

      Muito obrigado

      Responder
  5. Álvaro R. Pinto

    Boa tarde
    Assisti hoje à sua rubrica no Primeiro jornal, pelas 14horas e poucos.
    Falou sobre Reforma por Invalidez de uma forma pouco esclarecedora, e nem foi falado a Reforma por Velhice nem tão pouco na Reforma Antecipada.
    Quanto ao caso na peça, ficou por dizer que o IRS só é descontado às Reformas, se não existir um ATESTADO MULTIUSOS, que atribua uma incapacidade de 60% ou superior.
    Dava naturalmente mais tempo de antena, mas as explicações foram parcas e pouco esclarecedoras, espero para bem dos menos esclarecidos que possa haver uma peça mais completa.
    A. Pinto

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá Álvaro. Essas “falhas” que refere já foram objeto de outra reportagem emitida antes do verão.

      Responder
  6. Susana Machado

    Bom dia tenho uma menina com trissomia 21 para além disso é também diabética como mae tenho alguns direito

    Responder
  7. Vitor C.

    Boa noite, agradeço a quem me possa informar. Tenho 75% de incapacidade mas quando me dirijo as repartições da segurança social, dizem-me que o apoio que tenho direito é só o PSI, o qual já fiz o pedido á 3 meses e ainda não recebi nada nem obtive qualquer tipo de resposta.
    O que eu gostava de saber porque já procurei e não encontro é qual é o decreto de lei onde estão os nosso direitos como pessoas com deficiência.

    Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1. Balcão Da Inclusão - Balcão Da Inclusão - Inr, I.P. - Instituto Nacional Para A ... - […] Onde estão os balcões da Inclusão e qual é o e-mail – Contas … […]

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.