Euribor continua a descer – Novo mínimo histórico


Boas notícias para o seu crédito à habitação

Hoje as taxas Euribor voltaram a cair em todos os prazos. As taxas a 3, 6 e 12 meses, atingiram novos mínimos históricos. Boas notícias para nós, más notícias para os bancos, que vão receber menos de juros nos créditos à habitação.

É uma boa notícia porque significa que a sua prestação da casa provavelmente vai baixar ainda mais um pouco se se mantiverem estes valores mais algum tempo.

Com a taxa de hoje, quem tem Euribor a 6 meses e um spread de 0,3 (sim, existem) quer dizer que o banco vai ter de vos pagar por terem esse empréstimo. Eu, que tenho a 3 meses, a CGD “paga-me” 3 euros e qualquer coisa todos os meses há quase 1 ano. Só amortizo e ainda recebo. Surreal. É o que é.

6 meses

A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação, baixou para -0,327%, fixando um novo valor mínimo. A última vez que falei disto no mês passado estava nos -0,299%.

3 meses

A Euribor a três meses caiu para -0,351%, registando também um novo mínimo histórico.

Ou seja, se na próxima revisão da prestação este valor se mantiver, o banco vai passar a pagar-me 0,051% de juros pelo crédito à habitação (a diferença entre o spread e a Euribor). Atualmente está a pagar-me 0,016%.

12 meses

No prazo de 12 meses, a taxa Euribor caiu para -0,233%, fixando-se no valor mais baixo de sempre.

Em conclusão, seja qual for o seu spread contratado, quanto mais a Euribor descer, mais desconto terá nos juros que está a pagar ao banco e assim a sua prestação vai descer. Por exemplo, se tiver um spread de 1,5% com Euribor a 1 ano na prática com este último valor o spread “real” vai ser de 1,267% (1,5-0,233).

Não vai durar sempre

Aproveite enquanto dura porque esta situação não vai durar para sempre. Coloque de lado o que está a poupar estes anos desde 2015, não para gastar mas para investir no que entender, para quando a Euribor subir ter alguma reserva para absorver esses aumentos. Também pode amortizar no crédito embora o efeito seja mais emocional (“Vou ver-me livre do banco mais cedo”) do que racional porque quase não vai notar nada na prestação. Serão apenas cêntimos. Só notará o efeito quando a Euribor subir muito. Terá de ser você a decidir o que fazer.

(O ideal era fazer a conta ao que estamos a poupar mensalmente com esta descida da euribor e fazer uma transferência automática no banco todos os meses assim que recebemos para outra conta para não vermos esse dinheiro. Isso sim, era uma decisão inteligente)

Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2019. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica. Se quiser conhecer também as dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).



Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2018. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.


5 comentários em “Euribor continua a descer – Novo mínimo histórico

  1. Avatar
    Magda Salvado Reply

    Bom dia!
    Esrive a ver os meus recibos e independentemente do valor da Euribor os juros cobrados são os mesmos… É normal?
    Obrigada!

  2. Avatar
    orlando lopes Reply

    Se formos ver quem tem dinheiro em depositos a prazo e amortizar vai ganhar mais em amortizar do que meter ele parado no banco pois 5 euros menos na prestaçao pode ser 3% assim por alto sao possibilidades a pensar, quem lhe da 3% limpos pois aqui nao ha impostos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *