Mais 20 € de compras “grátis” só esta semana


Já todos aí em casa têm um cartão diferente?

Não me atirem pedras já, OK? Eu sei que não são compras grátis, eu sei que tenho de fazer compras antes e compras depois, e sei que muitos de vocês já estão fartos de me ouvir falar dos exemplos do Continente, etc, etc.

Mas coloquei esta singela foto no Instagram e percebi que ainda há muitas mas mesmo muitas pessoas que ainda não fazem ideia das potencialidades de terem vários cartões de fidelização na mesma família. Atenção que não é haver na família um cartão grande e dois pequenos. É mesmo um cartão “grande” para cada um, inclusive para os filhos se tiverem mais de 16 anos.

Eu faço há anos poupanças muito grandes que chegam às centenas de euros por ano. É apenas por isso que partilho. Não tenho nenhum interesse escondido, como alguns estão sempre a “atirar”.

Esta semana todos os 4 cá em casa recebemos um cupão de 5€ em cartão em compras de 20 €. É o chamado Jackpot. Partilhei por isso.

A vantagem de cada um cá em casa ter um cartão de fidelização diferente

Fui às compras ontem. Só comprei coisas que precisava realmente e que estavam já em promoção. Pode fazer isto em outros hipermercados conforme as promoções. Recordo que 20 euros são 44 litros de leite que trouxe de “graça” ontem. Só tenho de dizer à funcionária: “Sempre que a conta chegar aos 20 euros pare…”. Se tiver vergonha de fazer isto, tudo bem. Fica a perder.

Para mim é como encontrar 15 euros no chão quase todas as semanas. O segredo é ter vários cartões – um por cada membro – e usar só os que interessam.
Agora é só para quem tem mais de 16 anos. Na altura fiz para os meus dois filhos também. Não havia limite de idade. Comprando o que compraria normalmente. Equivale sempre a 25% de desconto a cada 20 euros. E acumula com outros cupões e promoções. Já pediu um cartão para os outros membros da família? Nos outros hipermercados também?

No Facebook, estão a chover comentários  (quase 200 comentários em duas horas) de pessoas que ou já fazem ou não fazem ideia do que estamos a falar ou que simplesmente acham que não vale a pena, que o Continente tem os preços exagerados e que nem com cupões vão lá ou que é uma “parvoíce”. Para quem não conhece ainda esta dica fica aqui mais um exemplo. Nos últimos meses tem acontecido recebermos muitos destes cupões em quase todos os cartões e às vezes mais do que uma vez por mês.

Claro que só usamos se quisermos. Esse é o ponto inicial. Mas se fizer as contas e me compensar, claro que uso.

Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2018. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.

Se quiser um resumo claro e prático das dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI abaixo.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).



Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2018. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.


Um comentário em “Mais 20 € de compras “grátis” só esta semana

  1. Avatar
    Eduarda Reply

    Sr. Pedro Andersson,
    Não sei a melhor forma de o contactar. Desculpe deixar aqui nesta caixa de comentários. O que vou escrever é um alerta em relação ainda ao assunto dos complementos por dependência algo que aconteceu ontem com o do meu pai. É um alerta que agradecia fizesse no seu blogue. Ora, pedi o complemento por dependência para o meu pai que devido a uma queda ficou tetraplégico dado que já tinha problemas de coluna. Após receber a carta com a aprovação do mesmo, poucos dias depois recebe outra da Segurança Social com a informação que iria começar a reter IRS. A pensão até então não atingia valores sujeitos a retenção. No entanto, o meu pai já tem o certificado de incapacidade multiusos com um grau de incapacidade permanente de 90%, o que faz com que seja abrangido pela tabela de IRS de pensões para deficientes. O mesmo já tinha sido enviado para as Finanças, sendo que no portal da AT já lá consta. Tal não foi impeditivo para a Segurança Social começar a reter IRS na reforma, indevidamente e ainda por cima fez mal os cálculos, ou seja, uma trapalhada sem igual porque referem uma taxa e um valor ilíquido e um valor de retenção em que nada bate com nada, isto é, a taxa aplicada ao valor base dá muito menos que o valor de retenção. Quero deixar este alerta dado que muita gente pensa que por a pensão ter sido acrescida do complemento por dependência justifica a retenção de IRS. Ora tal dependerá de cada caso, e atentem bem nas contas porque nem sempre estão bem feitas. Já vou enviar carta registada com AR para a SS – Centro Nacional de Pensões para que regularizem a situação. Peço-lhe que alerte as pessoas para este problema. Quem em primeira instância nos devia proteger é quem mais nos prejudica por incompetência grosseira. É inadmissível e triste. Tanto cruzamento de dados e afinal acontece algo assim… Bem haja pela ajuda. Cumprimentos,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *