Painel solar fotovoltaico – Balanço Abril de 2019 (mês 29)

Escrito por Pedro Andersson

13.05.19

}
5 min de leitura

Publicidade

Balanço do mês de Abril de 2019

Abril foi um mês bom e mau ao mesmo tempo. Foi mau porque foi pior do que o mês anterior (Março) mas foi bom porque apesar disso foi melhor do que o mesmo mês no ano passado. Por isso não me posso queixar.
Seja como for, o que já percebi nestes mais de 2 anos com o meu painel solar fotovoltaico é que não adianta ter expectativas ou fazer previsões. Ninguém manda no tempo e será sempre o que for e por mais que eu queira sol ele só aparece se as nuvens não aparecerem. É deixar correr os dias sem stress. É a parte boa do painel estar no telhado longe da vista. Só dou por mim a fazer estas contas porque quero partilhá-las convosco. Caso contrário nem dava por nada.

Painel solar fotovoltaico

As contas

O painel fotovoltaico de 250 W produziu em Abril 36,261 kWh (foram 41,653 kWh em Março). Representa 6,67 € de poupança na fatura da luz, se tivesse consumido tudo o que o painel produziu no mês passado.
Como podem ver Abril foi um mês muito instável com dias de nuvens e chuva. Foram assim os dias de Abril.

A seguir pode ver o gráfico com o total de eletricidade produzido mensalmente. Estamos a entrar nos meses de maior produção do ano. Eu estava à espera que Abril tivesse mais produção do que em Março como em 2018, mas isso não aconteceu. Imponderáveis do clima.

Por curiosidade, partilho convosco a importância de ter um painel solar. Meço todos os consumos de minha casa minuto a minuto e meço também minuto a minuto a produção do painel solar. Reparem como no mesmo minuto a minha casa está a consumir 149 W (sem ninguém em casa: o frigorífico, o router e os standby).

Exatamente ao mesmo tempo (isto foi esta tarde) o painel estava a produzir 162 W de eletricidade. Ou seja, neste minuto especificamente a minha casa foi completamente auto suficiente. O painel produziu mais eletricidade do que a casa estava a consumir. Aliás até produziu em excesso. A diferença que não gastei foi “oferecida” à rede. Aqueles Watts a mais produzidos pelo meu painel solar podem até ter sido consumidos por si que está a ler este artigo. É assim que funciona.

Pode achar também interessante o diagrama do consumo de uma casa (neste caso a minha). Este gráfico foi de hoje. Levantamos o pessoal todo cedo porque é dia de escola. É o pico logo de manhã. Luzes, microondas, TV, rádio, etc. É aquela montanha de eletricidade gasta entre as 7 e as 8 da manhã. Assim que saímos de casa é aquela maré vazia. Os picozinhos são quando o frigorífico e a arca congeladora ligam e desligam. Como podem ver, a casa vazia gasta mas relativamente pouco. Por isso é que ter 3, 4, 5 ou 6 painéis solares pode ser um desperdício completo de investimento.

Mas imagine que está sempre gente em casa todo o dia. Ah! Aí sim, pode valer a pena ter mais painéis. Vejam aqui como foi por exemplo o meu Domingo.

Como podem ver houve consumos altos praticamente todo o dia. Se tivesse mais painéis fotovoltaicos consumiria o que o sol produz e não iria buscar à rede. Tem de fazer esta avaliação caso a caso e casa a casa.

E o desconto na fatura?

Estas são as contas de Abril de 2019. Se tivesse consumido tudo o que o painel produziu teria poupado na fatura da luz exatamente 6,67 euros (já com IVA).
Nestes 29 meses (já passaram mais de 2 anos) teria poupado 192,80 euros. Como investi 620 euros no painel e na instalação, neste momento o retorno do investimento continua nos cerca de 8 anos.

Compensa comprar um painel solar?

Como não consumo tudo o que o painel produz (porque não estou em casa durante o dia durante a semana), tenho estimado o meu desperdício para a rede em cerca de 25%.
Assim, o retorno real  (o chamado break even) continua pelas minhas contas perto dos 10 anos (reais). Depois de passado esse tempo, o painel estará pago e terei pelo menos mais 15 anos de “lucro”. Veremos se é assim. Mensalmente continuarei a fazer aqui o balanço.
Recordo também que há leitores que me dizem que já conseguem comprar painéis solares fotovoltaicos de 250 W com tudo incluído e pronto a funcionar por menos de 500 euros. Aí o retorno é muito mais rápido. Quando comprei eram mais caros (e os 620 euros incluem a instalação e equipamentos adicionais que adquiri).
Para os que chegaram agora ao blogue, relembro que como não tenho baterias, tudo o que não consumir em tempo real é oferecido à rede. As baterias são demasiado caras para mim. Com baterias, todo o sistema fica em cerca de 5 mil euros. E sim, vivo num prédio com outros condóminos. Não é impedimento.
Até agora, não tive nenhuma avaria nem precisou de qualquer manutenção. Sempre que tenho ido ao telhado o painel está limpo e neste 2 anos só o limpei uma vez com um paninho porque tinha alguma poeira acumulada.

Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA”
34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2018.
É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.

Se quiser um resumo claro e prático das dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”.
É só clicar AQUI abaixo.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Autoridade Tributária volta a alertar para e-mails fraudulentos

Contribuintes recebem e-mails falsos sobre "divergências" no IRS A Autoridade Tributária (AT) voltou a alertar os contribuintes para a circulação de um e-mail falso que indica "divergências" na declaração de IRS. Outras mensagens fraudulentas que parecem ter sido...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #234 – Vamos a contas | Devo investir o meu Fundo de Emergência?

Um ouvinte do podcast começou a pôr as suas contas em ordem e já tem completo o seu fundo de emergência. Mas custa-lhe ver o dinheiro parado sem render nada. A pergunta dele é se não seria inteligente pegar nesse dinheiro e investi-lo. Esta é uma pergunta muito comum....

TOP 10 dos COMBUSTÍVEIS | Quem subiu e quem desceu (semana 22 a 28 abril)

Qual a marca de combustíveis mais barata esta semana? Enquanto consumidor, um dos meus maiores desafios é encontrar uma fórmula eficaz para poupar nos combustíveis. É difícil porque os preços mudam todas as semanas (ou várias vezes por semana), cada posto faz os seus...

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (22 a 28 de abril)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de lucro de cerca de 10% para as...

COMBUSTÍVEIS | Qual a marca mais barata esta semana?

Qual a marca de combustíveis mais barata esta semana? Há anos que ando para fazer este comparativo. Hoje foi o dia. Enquanto consumidor, um dos meus maiores desafios é encontrar uma fórmula eficaz para poupar nos combustíveis. É difícil porque os preços mudam todas as...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três meses e sobem a seis e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #233 – Quanto é que vou poupar com os novos escalões do IRS?

Conheça a nova tabela dos escalões do IRS O Conselho de Ministros da passada sexta-feira decidiu reduzir as taxas de todos os escalões de rendimento até ao 8.º escalão. Só o 9.º escalão (quem ganha mais de 81 mil euros por ano) fica de fora. Quanto é que isso vai...

Acrescente uma linha no IRS e receba mais 10% de dedução em educação (Interior e ilhas)

SABIA QUE se vive no interior do país (ou ilhas) tem mais 10% de dedução nas suas despesas de Educação? Isto é muito importante para TODAS as famílias com filhos na escola, nos distritos do interior e nos Açores e na Madeira. Eu não sabia disto. Quando menos...

Publicidade

Artigos relacionados

15 Comentários

  1. Carlos Campos

    Boas as todos,
    Muito bem Pedro Andersson,
    Venham mais anos, com saúde, sucessos e boas energias!
    O seu Módulo Fotovoltaico, continuará a produzir ao sabor do Sol!
    Bem-haja pelo seu contributo, e pelo extraordinário e generoso serviço público que nos presta a toda a sociedade civil.
    Cumprimentos,

    Responder
  2. Marcos

    Os meus parabéns e agradecimento pelo excelente trabalho que faz, com a partilha de informação.
    Em relação ao Painel solar fotovoltaico, provavelmente já teve esta ideia, mas não será possível “oferecer” a energia que não utiliza na rede do prédio, ao invés da rede publica?
    Obrigado

    Responder
  3. José

    Excelente reportagem, parabéns.
    Gostava de saber qual o programa / equipamentos, que utiliza para medir os consumos.
    Obrigado

    Responder
  4. Carlos Neves

    Excelente artigo, tenho seguido com interesse esta sua análise ao seu caso concreto.
    Ando a ponderar adquir um sistema idêntico. No meu caso, durante a manhã tenho a empregada em casa, para além do ferro de engomar por vezes liga a máquina de secar roupa. São os electrodomésticos que mais usa. Para estes eletrodomésticos é dificil prever o seu consumo mensal. Não os vou considerar para o caso. Tenho um sistema de domotica que me diz os consumos instantâneos e sei que quando não está ninguém em casa (todas as tardes dias úteis) o consumo é de 420W.
    Se perceci bem, a opção mais equilibrada seria adquirir 2 paines de 250W.
    No entanto gostaria de perceber como é que tem a certeza que está a consumir a energia que está a produzir e que só vai buscar á rede o restante? É possível verificar isso em tempo real? Obrigado.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Sim. Vejo isso quase segundo a segundo em tempo real. Tenho dois aparelhos medidores. Um para a casa e outro para o painel.

      Responder
  5. Carlos Campos

    Boas a todos,
    Caro Carlos Neves;
    Não sendo o Pedro Andersson a responder-lhe, (com certeza que lhe responderá) informo-o com uma certeza de que estamos a consumir a energia produzida pelos nossos painéis fotovoltaicos de que necessitamos, ou na sua totalidade ou parcial.
    Ou seja, se houver excedente de produção e sem consumos imediatos, ela passa-se para a RESP (Rede Eléctrica de Serviço Público).
    Se tiver a produzir e não chegar vai buscar a RESP a potência em falta, (diferença) é sempre assim, porque está a injectar na sua rede interna/pessoal, ou seja, depois do contador e diferencial da companhia eléctrica.
    Se a energia fosse injectada a montante, (antes do contador de electricidade) essa energia eléctrica iria toda para a RESP.
    O Pedro Andersson, têm equipamentos que lhe permite verificar este “fenômeno” eléctrico, porque dispõe de um equipamento de monitorização, e ainda um contador de última geração, (apelidados de Inteligentes) que permitem verificar a potência em Watts vs kWh importados da RESP, Assim, e para efeitos de teste do “fenómeno”, poderá com um simples secador de cabelo fazer um teste;
    Liga só o secador na potência máxima, vai verificar a potência de consumo instantânea ao contador “inteligente”, sem ter o painel ligado na sua rede eléctrica pessoal (dentro da sua habitação) depois pede a alguém lá de casa para ligar o painel solar, (verificável em bons dias de radiação solar) e irá constatar que os valores em Watts desceram, muito ou pouco, consoante o Número de painéis solares Fotovoltaicos instalados.
    Espero ter ajudado.
    Cumprimentos,

    Responder
    • Pedro Andersson

      Excelente método. Não me tinha lembrado de uma coisa tão simples e constante como o secador. Com um aspirador também dará.

      Responder
    • Pedro Andersson

      Sugiro que faça isso ao meio dia ou uma da tarde num dia de sol sem nuvens.

      Responder
  6. Carlos Campos

    Caro Carlos Neves;
    Pode fazer o teste com qualquer equipamento, dei o exemplo do secador de cabelo, porque têm normalmente consumos de 980W, 1.000W a 1.600W.
    E quanto maior for o consumo, maior será a visibilidade das diferenças.
    Aspirador, placa eléctrica de fogão, Climatização, etc. Quaisquer consumos após o contador de electricidade, servem para visualizar este “fenómeno”.

    Responder
  7. António Silva

    Olá, Pedro. Gostava de saber que passos precisa de dar um condómino que vive no 1° de 7 pisos para instalar no telhado (placa) um painel solar. Legislação, administração do condomínio, etc. Grato.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. No meu caso foi só pedir para ficar em ata que a maioria concordou. Comprometi-me a usar só os meus espaços para isso. Mas está na lei que pode colocar nas zonas comuns do telhado. Pesquise no Google painel solar condominio legislação. Tem tudo 🙂

      Responder
  8. Rui

    Boa tarde,
    Tenho várias questões quanto ao fator contratual com a EDP/outros adquirindo um sistema fotovoltaico. Para quem tem a tarifa fixa mensal, e depois se dão os acertos ao final do ano, como se vai buscar o retorno do investimento? Qual é a melhor tarifa a contratar com um fornecedor de rede para obter o melhor retorno? E outra questão, porque é que o excedente é oferecido à RESP e não vendido?
    Encontro muita informação acerca do lado técnico e números na poupança esperada, mas nenhuma informação acerca do processo contratual com um sistema destes. Para quem não tem nada, como tem de alterar o contrato com o seu fornecedor para instalar um sistema destes?
    Cumprimentos

    Responder
  9. José Ribeiro

    Boa tarde Pedro
    Comprei dois painéis fotovoltaicos com uma capacidade de 500W. Com a instalação ficou cerca de €900, e pela informação prestada é o ideal para colocar uma máquina de roupa a lavar durante o período de maior produção, ou uma máquina de lavar loiça. Nestas situações a produção dos painéis é totalmente aproveitada. Assim espero poupar na electricidade consumida, tenho um contrato com tarifa bi-horário que no vazio vai desde as 22h às 8h da manhã, que se poupa metade do preço em electricidade. Como as máquinas têm programa diferido, ou seja podem começar a trabalhar nas horas que mais me convém dá a possibilidade de gerir os consumos. O resultado vou ver depois nas leituras e facturação mensal. E um obrigado pelas dicas.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.