VÍDEO – Veja a sua situação na Base de Dados de Contas do Banco de Portugal

Tem contas “perdidas”? E há dinheiro “por aí” de familiares que morreram?

São duas perguntas importantes. Provavelmente sabe quantas contas tem no banco. Ou pelo menos acha que sabe. O Banco de Portugal tem um serviço que lhe permite descobrir se tem contas abertas esquecidas (e a pagar comissões) ou se um familiar que morreu afinal deixou alguma conta com dinheiro sem a família saber.

Na reportagem desta semana do “Contas-poupança” explicámos-lhe o que tem de fazer para ter as respostas a estas perguntas. Tem o link para a reportagem na página da SIC Notícias mais abaixo.

A Base de Dados de Contas

Basta ir à página do Banco de Portugal na internet, clicar em Particulares. e depois em “Base de dados de contas”. Aceita as condições e acede com a mesma password do Portal das Finanças.

Todos os bancos em Portugal são obrigados a mandar mensalmente a lista de todas as contas que têm e os respectivos titulares. Portanto, qualquer um de nós pode aceder a esta base de dados e saber o que é que os bancos sabem sobre nós. Esta ferramenta é diferente do Mapa de Responsabilidades de Crédito (são só créditos). Aqui são as contas TODAS, mesmo as que estão a zeros.

Aliás, fica a saber o que as autoridades judiciais encontram sobre si se o investigarem. É aqui que eles vão ver que contas é que tem.

E um familiar que morreu, deixou contas “secretas”?

Há situações em que consultar esta base de dados de contas pode mesmo fazer a diferença. Quando morre algum familiar é muito difícil saber se há alguma conta aberta com dinheiro que o resto da família não conhecia. Às vezes há surpresas.

Precisa da Habilitação de herdeiros e dos documentos do falecido e ir pessoalmente a uma das delegações do Banco de Portugal ou enviando pelo correio para a Delegação de Braga mas com todos os documentos em papel autenticados. Não há outra maneira.

Neste link tem todos os contactos e moradas para fazer os pedidos relativamente a familiares falecidos. 

Tem de ser por escrito. No caso de pessoas falecidas, digitalizar o pedido e enviar por e-mail não dá. Pelo menos por enquanto.

Pode acontecer encontrar contas com ações e obrigações que pertencem a um familiar falecido. Nesses casos, só o próprio ou herdeiros podem ter acesso a estes dados. Mais ninguém tem acesso a estas informações, excepto autoridades judiciais. No caso dos herdeiros, a previsão é que deve receber a informação no prazo de uma semana.

Demora 1 minuto

Quando é p próprio a fazer a pesquisa é bem mais fácil. Não precisa ser por escrito presencialmente ou por correio. É ir ao site e em segundos tem o mapa. Entra com as suas credenciais do Portal das Finanças e é só aguardar.

Por exemplo, há milhares de cidadãos que fizeram parte de contas-condomínio e já nem moram nesse prédio. Ou pode ter fechado contas que por erro do banco não foram fechadas. Se der por isso, deve ir ao banco resolver a situação. Não é o Banco de Portugal que resolve.

O serviço é gratuito e no caso do próprio o processo demora cerca de 1 minuto na página de internet do Banco de Portugal.

Atenção: isto não é a mesma coisa que o mapa das responsabilidades de crédito. Aqui não encontra saldos de conta nem valores de crédito. Só se as contas estão abertas ou não, com as datas de abertura e encerramento, em que bancos e quais as moradas registadas.

Em resumo, quando puder veja se está tudo bem com as suas contas. E se morreu um familiar, confirme que não há contas, ações e obrigações dele perdidas por aí. Nunca se sabe…

Se quiser ver ou rever a reportagem em Vídeo tem aqui o link:

https://sicnoticias.pt/programas/contaspoupanca/2019-02-13-Descubra-se-tem-contas-esquecidas-no-banco

Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA”

34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2018.

É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.

Se quiser um resumo claro e prático das dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”.

É só clicar AQUI abaixo.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).


12 comentários em “VÍDEO – Veja a sua situação na Base de Dados de Contas do Banco de Portugal

  1. Filomena Aparicio Reply

    Gostaria de saber onde posso encontrar tabela de taxas de juro de depositos a prazo (particulares) dos anos de 1990 a 1999

  2. Nuno Neto Reply

    Descobri contas em bancos onde nunca entrei, contudo aparece conta aberta e encerrada.
    Vou aos bancos esclarecer isso.

    Obrigado Contas Poupança.

  3. Luis Reply

    Obrigado contas poupança…. Com esta reportagem fiquei a saber que um familiar faleceu em 2007 ainda tem conta aberta CGD (usei chave das finanças que ainda está activa… Supostamente o acesso AT já deviam de estar desactivas quem já faleceu…)

  4. Pedro Mota Reply

    Obrigado pela informação.

    Devia haver uma forma fácil de pedir para fechar conta, porque os bancos não o fizeram no devido tempo.

  5. Catarina Reply

    Boa tarde. Eu fiz exatamente logo aquilo que deu na reportagem, mas sabe se e possível ver os valores das contas que ainda estão abertas? Algumas são antigas. Obrigada

  6. Pingback: VÍDEO – Veja a sua situação na Base de Dados de Contas do Banco de Portugal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *