Conta de Serviço Mínimos – Desta vez correu tudo bem

Continuam a chegar-me relatos de pessoas que continuam a tentar aderir à Conta de Serviços Mínimos Bancários (em que não paga comissões de manutenção de conta) e a quem os funcionários colocam tantos entraves que as pessoas pensam mesmo que afinal não podem. E em muitos casos podem.

Mas lentamente noto que os funcionários também já começam a estar melhor informados. Basta que 2 ou 3 cheguem lá e saibam o que querem e do que estão a falar, para que os clientes seguintes já sejam melhor tratados.

É por isso que é tão importante não desistirmos quando sabemos que temos razão e conhecemos os nossos direitos. É por isso que partilho a mensagem que um leitor/espectador deixou mesmo agora aqui no blogue.

Olá caro Pedro. Desconhecia em absoluto a existência desta conta. Depois de o ouvir na SIC, há poucos dias, fiquei desperto e no dia seguinte de manhã, estava com a minha mulher, conta solidária, no banco, no caso, o Millennium BCP. Disse ao que ia. Sem a mínima hesitação, atendimento impecável, após algumas assinaturas, claro, meia hora depois, estava na rua com a conta devidamente convertida. Inutilizou à minha frente o cartão MB, e…daqui a uns dias receberá em sua casa, via CTT, o novo cartão com o novo PIN. Nada a apontar, excelente.

Só lamento que não informem os seus clientes das várias opções existentes, pois não lhes interessa nada. De todo. Óbvio. Obrigado e parabéns Pedro. Mais uma vez se confirma que a falta de informação, conhecimento, dos cidadãos, a vários níveis, explica muita coisa na nossa sociedade.

Fernando Farinha

Se só tem UMA conta bancária à ordem em Portugal, pode pedir para transformar essa conta numa conta de serviços mínimos. Pode ler estes artigos abaixo com mais informações e tem também nesses artigos links para o site do Banco de Portugal onde pode imprimir a informação e levar ao banco se lhe estiverem a dar informações erradas.

Mas se tem direito e quer, não desista! Pode ser (mais uma) uma boa poupança em 2019.

Não se deixe enganar com informações erradas dadas no banco

Não se deixe intimidar!

Está farto de pagar comissões bancárias?

Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA”

34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2019.


É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

Receba todas as dicas da semana num único e-mail
SUBSCREVA o canal
Coloque aqui a sua DÚVIDA
Faça GOSTO no Facebook
Siga-nos no Instagram

Se quiser um resumo claro e prático das dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”.

É só clicar AQUI abaixo.


19 comentários em “Conta de Serviço Mínimos – Desta vez correu tudo bem

  1. vera Reply

    Em relação ao cartão de débito de serviços mínimos da CGD recebi a seguinte informação por parte do banco: “O cartão apenas pode ser utilizado em Portugal e na União Europeia. Na União Europeia, com este cartão pode realizar levantamentos nas ATM’s e compras em estabelecimentos comerciais.” Portanto podem ser usados no estrangeiro, mas só na União Europeia.

  2. Pedro Sousa Reply

    Boa tarde
    Eu tenho uma conta no Santander no qual pago 5,60€ de comissões também tenho o cartão de crédito 123 no qual pago 2€ por mês sobre esse cartão será se pedir serviços mínimos perco o direito a esse cartão??

    • Pedro Andersson
      Pedro Andersson Post authorReply

      Olá. Poderão ter de lhe dar outro. Pergunte no seu banco. Uns complicam mais do que outros. Há bancos que mantem os cartões, outros destroem e dão outros. Só para mostrar quem manda…

  3. Anabela Reply

    Olá!
    Consultei o meu banco (millennium) e referem que não seria possivel pois tenho associado o credito habitação. Será assim mesmo?

  4. Carolina Mendes Reply

    Bom dia,
    Os cartões de débito das contas de serviços mínimos bancários não podem ser usados no estrangeiro?

    Desde já, obrigada!

  5. Rita Reply

    Bom dia. E se a conta em questão tiver dois titulares. Um titular só tem essa conta bancária e o segundo titular é segundo titular em mais contas bancárias. Assim, por o primeiro titular não ter mais contas bancárias senão essa, essa pode ser conta de serviços mínimos? Obrigada

  6. josé Reply

    Boa tarde,
    Quando se fala em ser só UMA conta bancária à ordem em Portugal, está-se a falar de ter somente uma conta em Portugal, ou podemos ter contas a prazo (depósitos, certificados do tesouro – ctt, etc…)?
    Neste caso podemos pedir para transformar a única conta à ordem numa conta de serviços mínimos?
    Obrigado

  7. Mário Reply

    Gostaria de saber mais sobre este leitor, quanto tempo demorou o seu novo cartão a chegar ? Depois de chegar estava tudo a funcionar ?

    Falo por experiência, que em vários balcões do Santander me informaram que teriam de destruir o cartão para poder dar como finalizado o processo de “conversão” para serviços mínimos e que iria receber um novo por correio, sempre rejeitei continuar o processo e ficar a espera de receber um novo cartão….
    Mais tarde voltei a ir ao Santander, fui atendido por outro funcionário que também me informou que teria de destruir o cartão e que iria receber um novo no correio passado alguns dias, pedi apenas para levar os papeis e dar uma leitura nos mesmos com mais tempo em casa. No dia seguinte, fui ao banco entreguei os papeis assinados para converter a conta, fui atendido por outro funcionario que verificou que estava tudo assinado correctamente e informou-me que iria receber outro cartão pelo correio. Até ao dia de hoje, não recebi nenhum cartão novo (pelo que assumo que se tivesse o meu antigo cartão destruído e ainda não ter recebido o meu cartão novo, já tinha gasto tempo no banco a reclamar) e o meu cartão continua a funcionar como antigamente, mesmo depois de ter mudado o tipo de conta.

    • Joao Resende Reply

      Boa tarde, eu também tinha/tenho conta no santander, comigo não houve problema nenhum com o cartão.
      Tive que pedir um cartão novo, que demorou a chegar a casa, mas pelo motivo, de entregar os papeis numa cidade e a conta ser de outra cidade, chegou ao meu balcão e os funcionários não deram seguimento , pois não sabiam se era possível a conversão da conta.
      Em relação ao cartão até eu devolver o velho ia continuar a pagar o custo trimestral do cartão, depois quando chegou o novo fui lá devolver, caso não o devolvesses continuava a pagar por ele, por isso eu tinha todo o interesse em devolver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *