2019: IMI começa a ser pago em Maio

Escrito por Pedro Andersson

01.01.19

}
6 min de leitura

Publicidade

Os prazos mudam

Os prazos para liquidar o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) mudam em 2019 e também os valores a partir dos quais o pagamento é dividido por várias prestações. As mudanças que aí vêm e que afetam o IMI são as seguintes:

Data de pagamento

A primeira prestação do IMI passa a ser paga em Maio – um mês mais tarde do que tem sido prática desde que este imposto foi criado em 2003. Era sempre em Abril. Assim, a nota de liquidação vai chegar a casa dos contribuintes em Abril. Muitas pessoas aproveitavam o reembolso do IRS para pagar o IMI. Este ano têm mais alguma folga para entregar o IRS com menos pressa. As restantes prestações são pagas em Agosto e Novembro.

1, 2 ou 3 prestações

A conta do IMI é paga numa única prestação se o valor for inferior a 100 euros.
Pode pagar em duas prestações (a serem pagas em Maio e Novembro) se o valor oscilar entre os 100 e os 500 euros.
Pode pagar em três prestações (Maio, Agosto e Novembro) se ultrapassar os 500 euros.
Não se esqueça de que pode pedir para pagar o IMI por débito direto no Portal das Finanças. A mim dá-me um jeitão porque sou muito distraído com datas.

Prédios devolutos

As casas em ruínas ou devolutas arriscam pagar uma taxa de IMI especialmente agravada, já que o Orçamento do Estado para 2019 permite que o imposto possa ser agravado entre seis e 12 vezes. Atualmente já existe uma taxa agravada (o triplo da que é aplicada pelo município) para as casas naquelas condições, mas apenas tem efeitos se a autarquia comunicar esta intenção à Autoridade Tributária e Aduaneira. Se o seu IMI de uma casa que tem devoluta aumentar MUITO pode ser por esta razão. E não poderá fazer nada (a não ser reavaliar mas só com efeitos em 2020) a não ser pagar.

A Reavaliação

Pela primeira vez desde 2010, o preço por metro quadrado das casas foi aumentado pelas Finanças, tendo sido fixado em 615 euros. Este preço (definido anualmente pelo Governo) é um dos fatores relevantes na determinação do valor patrimonial tributário (VPT) de um imóvel, sobre o qual recai a taxa do IMI. Por este motivo, quem, ao longo de 2019, decida fazer um pedido de atualização de uma casa deve primeiro fazer uma simulação para se certificar de que este aumento do preço por metro quadrado não resulta num VPT mais elevado e em mais imposto a pagar.

No apuramento do VPT são tidos em conta vários fatores, como a idade do prédio (vetustez) e os coeficientes de localização. Os pedidos de atualização são gratuitos e podem ser feitos, a pedido do proprietário depois de cumpridos três anos desde a última reavaliação. O novo preço por metro quadrado será, por isso, tido em conta nestes pedidos de atualização e será também aplicado aos imóveis novos ou transacionados entretanto.

Num artigo recente alertei que devido ao aumento do preço do m2 a poupança seria muito menor a partir de agora. Um espectador/leitor do blogue atento foi mais longe e fez as contas ao impacto desta medida numa eventual reavaliação do VPT e as conclusões dele são muito interessantes e partilho-as convosco.

O leitor J. S. considera que a subida do m2 tendo impacto nas contas não é necessariamente a que tem mais importância, visto que se houver alteração do coeficiente de vetustez este tem muito maior impacto que a alteração do preço do m2. A subida do preço do m2 é de 615/603=2% (subida do IMI em 2%, tudo o resto sendo igual). O coeficiente de vetustez, desce em múltiplos de 5%, o que implica reduções percentuais do IMI muito maiores, por exemplo quando o imóvel passa dos 15 para os 16 anos, a redução de IMI é de 1-0.80/0.85=5.9%.

Anos Coeficiente de vetustez
<2 : 1.00
2 a 8: 0.90
9 a 15: 0.85
16 a 25: 0.80
26 a 40: 0.75
41 a 50: 0.65
51 a 60: 0.55
Mais de 60: 0.40

Portanto. a descida do coeficiente de vetustez representa uma poupança muito maior do que o aumento do preço do m2. Aliás, há um pormenor que é mencionado pelo espectador. É o seguinte: alguém que tenha uma casa nos últimos 2 anos do limite superior do coeficiente de vetustez até perde dinheiro se pedir a atualização do VPT agora (i.e. quem tinha casas em 2018 com 7, 8, 14, 15, 24, 25, 39, 40, 49, 50, 59 e 60 anos). Isto porque, depois de atualizado, o VPT não pode ser mexido durante 3 anos. É preferivel esperar 1 ou 2 anos e ter um desconto de 5.9% (durante 1 ou 2 anos) por descida do coeficiente de vetustez do que ter um desconto de 2% durante 3 anos.

Excelente detalhe este. Faça as suas contas. Agradeço a atenção que este espectador deu ao tema. E mostra que estamos sempre a aprender uns com os outros.

Novo escalão no AIMI

O Adicional ao IMI terá um novo escalão em 2019. Assim, às taxas de 0,7% e 1% que são aplicadas aos imóveis de valor acima dos 600 mil euros e 1 milhão de euros, respetivamente, junta-se uma taxa adicional de 1,5% que opera na parte que excede os dois milhões de euros.

Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA”

34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2019.

É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).

Se quiser um resumo muito claro e prático das dicas que demos nestes anos todos, pode adquirir o livro “Contas-poupança”. Escrevi-o com esse propósito.

É só clicar AQUI abaixo.

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

PPR | Mês #24 e #25 – Quanto estou a ganhar (ou a perder) com os meus PPR (Outubro e Novembro 2022)

Vale a pena fazer um PPR como investimento? Neste momento, as perdas já estão mais reduzidas. Estive a "perder" 560 euros em Setembro, mas passados estes dois meses, os meus PPR já recuperaram cerca de metade. Ainda tenho a soma dos meus PPR com valores negativos, mas...

Painel solar fotovoltaico – Balanço Outubro de 2022 (Mês #71)

Balanço de Outubro de 2022 Estou a tentar recuperar os meus balanços perdidos. Segue agora o balanço de produção dos meus painéis solares em Outubro e dentro de 15 dias faço o de Novembro. E depois - espero - volto a entrar no ritmo mensal normal. Para os que chegaram...

PODCAST | #142 – Conheça a lei que obriga os bancos a renegociar o crédito à habitação

Conheça os seus direitos se precisar renegociar o seu crédito à habitação A lei que tantos esperavam já está em vigor. Foi publicada em Diário da República e agora os bancos têm até meados de Janeiro de 2023 para fazer a lista dos clientes que preenchem os requisitos...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (5 a 11 de dezembro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

EURIBOR | Prestação da casa sobe entre 108 e 251 euros em Dezembro

Prestação da casa pode subir 250 euros em dezembro A prestação da casa paga pelos clientes bancários no crédito à habitação vai subir acentuadamente este mês nos contratos indexados à Euribor a 3, 6 e 12 meses, face às últimas revisões, segundo a simulação da...

CRIPTOMOEDAS | Estou a ganhar ou a perder dinheiro? (Mês #8 a #11 – Agosto a Novembro 2022)

O meu investimento em Criptomoedas - Balanço #8 a #11 (Agosto a Novembro de 2022) Fui ver há quanto tempo não fazia este balanço de quanto estou a ganhar ou a perder com o meu "investimento" em criptomoedas e apercebi-me que já não fazia este balanço mensal desde...

REFORMAS | Quem se reformar antecipadamente em 2023 vai ter uma corte de “apenas” 13,8%

Corte nas pensões pelo fator de sustentabilidade recua para 13,8% em 2023 O corte das pensões por via do fator de sustentabilidade, aplicado a algumas reformas antecipadas, vai ser de 13,8% em 2023, recuando face aos 14,06% deste ano, segundo cálculos com base em...

EURIBOR | Lei da renegociação do crédito à habitação já está em vigor – Como funciona?

Conheça as regras para a renegociação dos créditos à habitação A lei acaba de ser publicada (na sexta-feira) e entrou em vigor no sábado passado (dia 26 de Novembro). É a famosa lei que vai “obrigar” os bancos a renegociar os créditos à habitação sempre que a taxa de...

EURIBOR | Taxas sobem a 3, 6 e 12 meses para máximos de 14 anos (2009)

Taxas Euribor sobem a 3, 6 e 12 meses para máximos de 14 anos As taxas Euribor subiram hoje para novos máximos desde o início de 2009 a três, seis e 12 meses. A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação avançou hoje para 2,436%,...

PODCAST | #141 – Se baixar o spread, o banco pode subir a minha prestação da casa? (A pergunta do Bruno)

O BANCO PODE AUMENTAR A MINHA PRESTAÇÃO SE EU PEDIR PARA BAIXAR O SPREAD? Esta foi a pergunta do Bruno, à qual respondo neste episódio do podcast. A esta pergunta juntam-se muitas outras, porque os bancos estão a receber uma verdadeira enxurrada de pedidos de...

Publicidade

Publicidade

Artigos relacionados

21 Comentários

  1. Mafalda Santos

    Ontem, dia 31, recebi para pagar IMI de 2014. O que fiquei bastante admirada, porque na altura tinha isenção pelo art48 EBF – prédios de valor patrimonial reduzido, mas como em Junho de 2014 aluguei a casa, perdi esse direito (pelo que me apercebi).
    O que não concordo e me chateia é ter que pagar o ano inteiro, quando os 6 meses para trás ainda estava lá…
    Existe alguma matéria para poder recorrer e conseguir só pagar metade do valor?
    Tenho que pagar agora no mês de Janeiro de 2019.
    Obrigada

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Não. O que conta é a situação a 31 de dezembro de cada ano.

      Responder
  2. Inês Correia

    Boa noite,
    Excelente artigo, como todos!
    Já usei varias dicas, e até contactei o dr. finanças para melhorar as condições da hipeta e estamos a transferi-lá.
    Ha algum sítio onde possa fazer esta simulação?
    Continue assim.
    Obrigada

    Responder
  3. Pinto

    Bom dia
    Desde já obrigado pela informaçao que nos fornece.
    Eu gostaria de perguntar desde quando é necessario entregar as plantas da casa para a actualizaçao do imi, e se é possivel finanças funcionarem de maneira diferente, é que eu pedi uma actualizaçao do meu IMI em 2017, informei o meu irmao e um amigo e e ajudei-os a prencher online o pedido na altura, e azar dos azares só o meu é que não foi actualizado????!!!! por falta de planta resposta dada em 2018 quando eu fui a procura da não entrega do documento da nova avaliacao???
    obrigado

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Varia de repartição para repartição e dos dados que têm.

      Responder
  4. Isabel Castro

    Bom dia.
    Ótimo artigo como sempre. Tenho uma questão, na imagem apresentada dos valores 2015 vs 2018 qual a razão para a alteração do Coeficiente de localização (de 1,7 passa para 1,5) e do coeficiente de qualidade e conforto (de 1,06 passa para 1).
    Obrigada

    Responder
  5. Silva

    Boa tarde Pedro,
    Se pedir agora uma reavaliação só para 2020 é que as alterações fazem efeito?
    Obrigado.

    Responder
  6. Tomás Limpo

    Boa noite, mais uma vez parabens pelo vosso serviço publico prestado!
    Este ano é o primeiro ano que pago IMI da minha habitação, existe forma de simular o valor a pagar? porque nao faço ideia de quanto vou pagar
    Obrigado

    Responder
  7. Nuno Carvalho

    Obrigado pela atenção aos mais ínfimos detalhes. Faço uma questão a ver se me poderia ajudar:
    Tendo solicitado junto das finanças a reavaliação do meu IMI em Dezembro de 2018, antes do anúncio do aumento do preço por m2 de 603 para 615, entrará no novo cálculo já o valor de 615 anunciado para 2019? É que a resposta ao pedido leva sempre alguns meses e receio ficar prejudicado.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Dizem-me que o que conta é a data do pedido. Mas confirme em 217 206 707

      Responder
  8. rita parreira

    Boa tarde,
    Os meus pais tem um imóvel na zona classificada como património mundial pela UNESCO em Angra do Heroísmo, tem saído informação na comunicação social de que estes imóveis estarão isentos do pagamento de IMI. Contactei a Câmara Municipal que informou que esta isenção só era atribuída a imóveis classificados, está correcto?

    Responder
  9. Vitor

    Qual é a formula para calcular o IMI com o novo €€s do metro quadrado e com o VPT? E o VPT é o Vt da formula que aparece na caderneta predial ou é o CIMI?
    “Alguém que tenha uma casa nos últimos 2 anos do limite superior do coeficiente de vetustez até perde dinheiro se pedir a atualização do VPT agora (i.e. quem tinha casas em 2018 com 7, 8, 14, 15, 24, 25, 39, 40, 49, 50, 59 e 60 anos).” O “agora”, seria em 2018 correcto?

    Responder
  10. Ana Silva

    Boa tarde adquiri um imóvel em Agosto de 2017,este ano (2019),ja tenho que pagar IMI?
    Obrigada

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Telefone para as Finanças 217 206 707 e pergunte quando termina a sua isenção, se a tiver.

      Responder
  11. Mafalda Santos

    Foi o que me dizeram, nem que alugasse a 31 de Dezembro, pagava o ano inteiro. Enfim…

    Responder
  12. João Pinto

    Boa noite..
    Quando comprei casa em 2010 tive 8 anos de isenção do imi, portanto até 2018.
    A minha dúvida é se pago já este ano ou em 2020.
    Obrigado e continue o bom trabalho que está a fazer.
    João Pinto

    Responder
  13. Felicidade

    Quando e que as Financas vao emitir as Notas de Cobranca para IMI 2018?
    Ja tambem fui ver na site da AT e ainda nao estao la escritos as notas de cobranca!
    Ja falta pouco para maio…
    Obrigado.

    Responder
  14. Pedro Franco

    Boa tarde.
    fiz o pedido dia 24/12/2019 de reavaliação do imi do meu imovel e baixou bastante.
    Tenho comprovativo de entrega e está mencionado na caderneta predial a baixa do valor .
    Para minha surpresa recebi a carta para pagamento 1ª prestação no valor igual ao ano passado .
    Dirigi-me às finanças da minha área de residencia e fui informado que não tiveram tempo de fazer a alteração , disseram que tinha de pagar e que era tudo acertado na ultima prestação.
    Pergunto-lhe se acha que terei mesmo de pagar?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Claro que sim. Se não pagar tem problemas. É o que é…

      Responder
  15. Catia Moreira

    Olá,
    Pedi revisão do IMI e recebi a carta em Janeiro a referir que o Valor Patrimonial tinha baixado.
    Entretanto este mês recebo uma carta para pagar o IMI, mas o Valor Patrimonial é o anterior a ter sido revisto, portanto mais alto.
    É possível? O que posso fazer, para além de ir às finanças?

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.