Afinal quanto tempo duram as lâmpadas economizadoras?




Prometem 10 anos, não é?

Fundiu-se hoje uma das lâmpadas que tenho na minha sala. Aproveito estas situações para fazer algumas contas para ver se ando a ser enganado ou não pela publicidade das lâmpadas que prometem milhares de horas e anos e anos de utilização.

Como já vos expliquei várias vezes, sempre que coloco uma lâmpada em funcionamento escrevo a data e a loja onde a comprei na própria lâmpada. E guardo as faturas de todas as lâmpadas numa gaveta específica.

Já expliquei esta dica de poupança neste artigo AQUI.

Esta durou 6 anos e 9 meses

Bom, não sei quanto é que esta marca (neste caso Philips) prometia na altura, mas a verdade é que das 3 que comprei e coloquei ao mesmo tempo esta durou quase 7 anos. As outras duas, compradas no mesmo dia,  ainda estão a funcionar bem. Só reclamo (e peço que me troquem gratuitamente a lâmpada) quando se fundem antes dos 2 anos. Acho que é um prazo razoável.

Com esta dica, já passei muitos anos sem comprar lâmpadas. Sempre que se fundem cedo demais, vou à loja e peço umas novas. É importante que guarde as faturas. Até hoje nenhuma loja se recusou a trocar as lâmpadas fundidas.

Passei a fazer isto quando me irritei solenemente porque me fartava de comprar lâmpadas que supostamente durariam 10.000 horas (ou coisa que o valha) às vezes poucos meses de as ter colocado. Garanto que funciona. É só escrever com uma caneta na lâmpada a data em que a instalou e a loja. E guardar (ou fotografar) a fatura. Neste caso, vou ter de comprar uma nova. A que fundiu teve a sua duração razoável. Vamos ver quanto tempo duram mais a outras duas lâmpadas do trio.

Quanto a ser uma dica picuinhas (e não tenho paciência para isso e tal…) já respondi no artigo que tem no link no início deste artigo. No meu caso, como viu, faço isto pelo menos desde 2012. Vai ser a primeira lâmpada que vou comprar em 6 anos e tal. Quantas é que já comprou entretanto? É que é dinheiro que me fica no bolso para eu gastar como quiser…

Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA”

34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2018.

É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).

 

9 comentários em “Afinal quanto tempo duram as lâmpadas economizadoras?

  1. Avatar
    Sérgio Bastos Reply

    Já tive uma que arranjei no principio do ano, na campanha de troca de lâmpadas de halogeno por lâmpadas led da EDP, e que avariou passados 3-4 meses. Dos 4 filamentos led que tinha 2 deles não acendiam e um outro piscava intermitentemente. É provável que tenha avariado por estar semi-exposta aos elementos na varanda.

    Por sorte, consegui trocar uma vez que ainda tinha as faturas da compra na EDP. Mas lá está, dizem que duram 8 anos, mas a realidade é que essa nem 8 meses durou. Felizmente foi a única lâmpada led que tive até agora que durou pouco.

  2. Avatar
    joao Reply

    Esse tipo de lampadas, a duração delas depende muito como são utilizadas. Quando mais se acende e apaga , mais depressa se estragam.

  3. Avatar
    Paulo Roberto Magalhães Reply

    Vocês teem sorte, aqui no Brasil poucas passam de três anos. Por causa disso criamos o Projeto de Volta à Luz que recupera e dia gratuitamente para a população carente essas lâmpadas que normalmente iriam para o lixo.

  4. Avatar
    Luís Correia Reply

    Tenho a casa equipada com lâmpadas economizadoras Philips (vários modelos e potências) há mais de 10 anos e nunca precisei de substituir nenhuma. Mas nenhum dos meus candeeiros junta 3 lâmpadas. Todos têm lâmpadas individuais e, exceptuando um, dificilmente algum funciona mais do que 3 h seguidas. A marca, a potência, os agrupamentos de lâmpadas e o tempo consecutivo de funcionamento têm muita influência na fiabilidade.

  5. Avatar
    Rui Pinto Reply

    Quanto às led até podem ser alteradas, trocando o condensador que liga em série ao circuito por um de 0,33 UF ou 0,15 uf (400 v) e elas ficam a gastar 1,5 w ou parecido. Transformam-se assim em lâmpadas de presença que podem ficar 24 sobre 24h ligadas em locais exteriores escuros sem a preocupação de ligar e desligar. Engana-se quem pensou que a luz é fraca. Alteradas para 1,5 w os LED’s apesar de menos intensos mantêm o alcance e as lâmpadas até têm mais tempo de vida.

  6. Avatar
    Júlio Reply

    Já agora, se calhar está hora de mudar para LED. A nivel de economia a diferença nem é muito significativa mas já se conseguem bons preços na net.

    Quanto à duração das LED depende, não tenho grandes razões de queixa das que comprei online em lojas portuguesas, do ebay a experiencia não é tão positiva.

    Das led que tenho em casa, há cerca de 2 anos (e não são poucas) só fundiram 2. E penso que eram ambas do Jumbo.

  7. Avatar
    Jo Reply

    Engane-se quem pensa que as LEDs são superiores na duração. Elas são mais económicas (na factura), é um facto, mas a duração deixa muito a desejar, isto porque as marcas pôem componentes de fraca qualidade para que elas durem mesmo menos tempo. Quando falo em componentes, faço mais concretamente nas resistências e transistores dentro das lampadas LED. Obsolescencia Programada.

    Se elas prometerem X horas, devem cumprir essa promessa mesmo que ultrapasse os 2 anos de garantia legal.

    • Avatar
      Celso Reply

      Depende onde compra. Se comprar no “chinês”, é o mais provável, além de consumirem mais do que anunciam. As minhas foram compradas a 3€ cada, formato casquilho gu10, na numa loja do aki e outras no continente(apenas por ser as lojas que estavam mais perto de mim)e já duram 4 anos sem nenhuma se fundir. E tenho umas da philips que foram caras, que têm quase 10 anos. Nenhuma delas deu problemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *