Manuais escolares: Recursos digitais gratuitos em Setembro


Governo e APEL chegam a acordo sobre manuais escolares

O Ministério da Educação acaba de anunciar que chegaram a acordo com as Editoras para mais quatro anos letivos sem aumento de preços. As atualizações vão ser apenas em função da taxa de inflação. Não deixa de ser uma boa notícia para nós, que temos filhos na escola.

E os livros gratuitos?

O Governo apostou também numa solução inovadora para os manuais abrangidos pela gratuitidade (1.º a 6.º anos de escolaridades), avançando-se para o desenvolvimento e generalização da desmaterialização dos diversos recursos educativos, prevista na Lei nº 72/2017, aprovada pela Assembleia da República.

Assim, diz o governo, já a partir de Setembro, todos os alunos das escolas públicas dos 1.º e 2.º ciclos terão acesso a um novo conjunto de recursos didáticos, que passa pela existência de uma licença digital para acesso a recursos digitais educativos, para além dos livros em papel.

Esta convenção, acrescenta o Ministério da Educação,  está fundada numa relação equilibrada – suportada na implementação da política de gratuitidade e reutilização – protegendo, prioritariamente, os direitos das famílias, quer por via do não agravamento dos preços, quer no que diz respeito à generalização do acesso a recursos digitais que facilitam as aprendizagens e o desenvolvimento de competências inscritas no Perfil dos Alunos.

(Atualização)

No artigo inicial tinha dito que a ideia era os cadernos com exercícios serem digitais para que não se colocasse a questão da reutilização dos manuais escolares. Foi o que entendi do comunicado do Ministério da Educação. Depois de ter sido contactado por uma editora fiquei com algumas dúvidas sobre isto. Portanto, vou ter de recolher mais informação e direi assim que puder mais sobre como vai ser exatamente no novo ano letivo. Para já só tenho o comunicado do governo que vos transmiti.

Acompanhe-nos AQUI

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança. Assim não perde nenhuma dica.

YouTube 

Facebook do Contas-poupança

 Pergunte no Grupo “Contas-poupança – As suas dúvidas”

Instagram

Twitter  

Se quiser um resumo muito claro e prático das dicas que demos nestes anos todos, pode adquirir o livro “Contas-poupança”. Escrevi-o com esse propósito.

É só clicar AQUI abaixo.



Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2018. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.


3 comentários em “Manuais escolares: Recursos digitais gratuitos em Setembro

  1. Avatar
    Cristina Reply

    Não concordo com a ideia, pois assim dessa forma tudo complica os à pessoas que não podem de todo comprar compotadores, que nem sequer net têm em casa, e acho muito máis complicado, muitos vão ficar a ganhar com este método se for avante, menos nós pais.
    Lamentável

  2. Avatar
    CAQRLOS bARREIRO Reply

    Decreto-Lei n.º 72/2017, de 21 de junho, que estabelece incentivos à contratação de jovens à procura do primeiro emprego e de desempregados de longa duração e de muito longa duração, nada do De. Lei fala sobre manuais escolares.

  3. Avatar
    Luís Gonçalves Reply

    O resultado é fácil de adivinhar: poupa o estado, ganham as editoras e pagam as famílias. Vou contar com um acréscimo de despesa para a impressão de todos esses livros digitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *