Passe a cobrar comissões a si próprio e poupe mais

Escrito por Pedro Andersson

27.06.18

}
4 min de leitura

Publicidade

Métodos criativos de poupança

Todos sabemos que poupar (não gastar o que nos apetece) exige sacrifício, regularidade e organização. Ou tem essa motivação ou não adianta. Já lhe falei aqui no blogue de vários métodos: O método das 52 semanas; o método “Contas-poupança” (tem AQUI os 8 PDF para imprimir); o célebre despejar os trocos numa caixa quando chega a casa; colocar todas as moedas de 1 ou 2 euros que tem na sua carteira num porquinho mealheiro, numa caixa ou garrafão, etc. Como já percebeu, o importante é ter um método. Partilho mais este método porque me parece muito interessante. Avalie.

Pague comissões a si próprio

Sempre que levantar dinheiro no multibanco, cobre uma comissão a si mesmo. Se os bancos lhe cobrassem uma comissão de cada vez que levantasse dinheiro (lá chegarão) tinha de pagar, certo? Assim, sinta-se um mini banqueiro e comece a cobrar comissões a si próprio. Sim, é um bocadinho masoquista, mas pode funcionar.

Sempre que levantar dinheiro no multibanco (pode definir um valor mínimo de levantamento) retira 5 euros para um envelope.
Esta sugestão tem duas vantagens, na minha opinião. Primeiro obriga-o a pensar duas vezes antes de levantar dinheiro. Sente que levantar dinheiro tem um custo e que não é pequeno. Terá de avaliar se precisa mesmo levantar dinheiro e quanto.
Em segundo lugar, é mais uma fonte de rendimento para a sua poupança. Pode até dar-lhe uma visão real de quantas vezes levanta dinheiro no multibanco. Pode chegar a uma conclusão “assustadora” e abrir-lhe os olhos para a forma como gasta o seu dinheiro.

Tenha um objetivo

Relembro que qualquer método de poupança só funciona se tiver um objetivo para esse dinheiro. Poupar por poupar não lhe dá a motivação suficiente para manter qualquer método a longo prazo.

Por exemplo, neste momento, tenho por objetivo poupar para comprar um carro (usado) – a pronto – dentro de 1 ano e meio (a minha Alhambra vai fazer 21 anos, já merece ser substituída). Já comecei a juntar no ano passado. A minha perspectiva é: Se pedisse um crédito ao banco para comprar um carro teria de pagar uma mensalidade com juros. Portanto, vou pagar a mim próprio (sou eu o banco) a mensalidade que preciso e ainda por cima a render juros (embora poucos) durante dois anos e meio. A diferença é que estou a “pagar-me” e ainda não vi a cor do carro. São métodos. Vou poupar nos juros e no tempo necessário para pagar o carro. Entretanto procuro o carro que quero com toda a calma do mundo, nomeadamente no estrangeiro. Se encontrar entretanto um carro que seja um excelente negócio (um mesmo imperdível) terei de reavaliar a minha situação. Veja AQUI como não ser enganado no Conta-quilómetros.

Na pior das hipóteses terei metade do valor que preciso e vou poupar nos juros se precisar pedir crédito para a outra metade. E se tiver o dinheiro na mão, posso negociar melhor com o vendedor. Não tenho de lhe pedir para esperar enquanto aguardo a aprovação do banco.

Pense a médio prazo

O segredo é pensar a médio e longo prazo. Se tiver/criar uma conta bancária só para um objetivo (tem vários bancos em que não paga nada de comissões) é mais interessante porque vai vendo o dinheiro crescer e, olhando para o saldo, consegue fazer as contas a quanto falta para atingir o seu objetivo e prever quanto deve colocar lá por mês nos meses seguintes. Pode igualmente acrescentar a essa conta todos os rendimentos extra que tiver: Juros de contas a prazo, reembolsos de IRS, subsídios de Férias e de Natal (ou partes deles), receitas imprevistas, etc. Sempre que acrescentar mais algum valor, o esforço necessário para atingir o seu objetivo diminui nos meses seguintes e isso é uma motivação extra.

Experimente.

Acompanhe-nos AQUI

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança. Assim não perde nenhuma dica.

YouTube 

Facebook do Contas-poupança

 Pergunte no Grupo “Contas-poupança – As suas dúvidas”

Instagram

Twitter  

Se quiser um resumo muito claro e prático das dicas que demos nestes anos todos, pode adquirir o livro “Contas-poupança”. Escrevi-o com esse propósito.

É só clicar AQUI abaixo.

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

PodTEXT Vamos a Contas | Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

Isenção de IMT e Imposto de Selo para jovens oficialmente aprovada

Medida para ajudar jovens a comprar casa vai avançar Há cerca de três semanas, o Governo aprovou em Conselho de Ministros diversas medidas para facilitar a compra de habitação aos jovens até aos 35 anos. Entre elas, além da garantia pública de até 15% do valor do...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (17 a 23 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

PodTEXT | Como perder o medo de investir e começar a ganhar dinheiro?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Apanhei um Uber… e o motorista “ganhou” 4.797 euros

Uma viagem que deu lucro... Apresento-vos o José Silva. É condutor de Uber. O meu carro (um GOLF IV que tem 22 anos e está aí para as curvas) foi pintado todo de uma ponta à outra e ficou pronto hoje. Chamei um Uber para o ir buscar à oficina. Assim que entro no Uber,...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #248 – Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS? (A pergunta do João Paulo)

Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS? O João Paulo este ano quase que pagou IRS em vez de receber reembolso. Ele está preocupado com o ano que vem, porque tem feito muitas horas extraordinárias. Uma das possíveis estratégias dele é amortizar o crédito à...

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (10 a 16 de junho)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de retalho de cerca de 10% para as...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.