Alerta para quem atualizou o seu agregado familiar para o IRS

Escrito por Pedro Andersson

22.01.18

}
1 min de leitura

Publicidade

Imprimiu ou guardou o comprovativo?

Eu sei que é óbvio, mas nunca fiando. Depois de atualizarem o vosso agregado familiar e a vossa morada de habitação permanente (própria ou arrendada) não se esqueçam de guardar ou imprimir o PDF do comprovativo. Podem ver AQUI neste artigo como se faz. Deverá ter o mesmo aspecto dos que mostro aqui abaixo. Só depois de terem o comprovativo é que de facto têm a prova e a garantia de que fizeram tudo bem. Ainda por cima, porque o Portal das Finanças ainda não me parece bem nem estável.

Para os que acham que isto é um alerta desnecessário conto-vos um caso que aconteceu no ano passado que ajudei a resolver de um casal que entregou o IRS e estava à espera do reembolso há meses e que nunca mais chegava. Ligaram para as Finanças e disseram-lhes: “Mas os senhores não entregaram o IRS…”.

Não se esqueça do “submeter”

Pois. Preencheram tudo, mas tudo mesmo. Só não carregaram no “SUBMETER”. Tiveram de entregar muito mais tarde e fora de prazo com multa. Portanto, para os mais distraídos: Nunca se esqueçam de imprimir ou guardar o comprovativo. Nunca se sabe se pode fazer falta. E sabem que está tudo bem.

Recordo que têm até dia 15 de Fevereiro para fazer esta atualização que não é obrigatória mas é vantajosa para o contribuinte.

Subscreva AQUI o meu canal do YouTube. Brevemente haverá novidades :). Carregue no sininho para ser alertado sempre que tiver uma nova dica de poupança.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança. Assim não perde nenhuma dica.

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

ÚLTIMO AVISO | Já só tem 1 dia para validar as suas faturas para o IRS!

Já validou as faturas pendentes de TODO o seu agregado familiar? Já só tem até amanhã (meia-noite de segunda-feira, dia 26 de fevereiro de 2024), para validar as suas faturas pendentes do portal e-fatura. É muito importante que o faça. Quando fui ver o e-fatura dos...

CRIPTOMOEDAS | Estou a ganhar ou a perder dinheiro? (Mês #26 – Fevereiro 2024)

O meu investimento em Criptomoedas - Balanço de Fevereiro de 2024 Cá estou eu para fazer mais um balanço do meu "investimento" em criptomoedas. Tenho algum dinheiro em Ethereum, que comprei através da plataforma Binance. Quero antes de mais relembrar que está em ampla...

Prémio Salarial | Formulário para fazer pedido já está disponível

Jovens têm até 31 de Maio para fazer o pedido de devolução de propinas, mas tempo de espera é elevado Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes No final do ano passado, o Governo anunciou uma medida que previa a devolução de propinas aos jovens que tivessem entrado...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três meses, mas sobem a seis e 12 meses

Euribor desce a três meses, mas sobe nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (26 de fevereiro a 03 de março)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três e seis meses, mas sobem a 12

Euribor Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um...

Cheque + Digital | A Lista das entidades que têm cursos de formação digital “grátis” (até 750 €)

A lista das entidades certificadas elegíveis para o apoio dos 750 € Antes que comecem a chover as críticas, relembro que coloquei "grátis" entre aspas porque vai ter de pagar primeiro o curso, ou cursos, do seu próprio bolso, mas depois esse dinheiro é devolvido pelo...

Painel solar fotovoltaico – Balanço Janeiro de 2024 (Mês #86)

Balanço de Janeiro de 2024 Janeiro foi um mês anormalmente baixo. No que diz respeito à produção de eletricidade, os primeiros meses do ano já são de recuperação e de aumento progressivo até atingir novamente o pico no Verão. Enfim, houve apenas uma maior sucessão de...

PODCAST | #216 – Vamos a contas | Quase não fiz descontos para a Segurança Social, qual vai ser a minha reforma?

Esta ouvinte do podcast (que quer ficar anónima) tem apenas 29 anos de descontos para a Segurança Social. Trabalha muito e recebe o seu salário, mas os "patrões" recusam-se a fazer descontos para a Segurança Social. Ela tem 64 anos e está muito preocupada com a...

Arrendamento | Rendas acessíveis alargadas a quem tem rendimentos mais altos

Limite de rendimentos máximos anuais para aceder a apoios ao arrendamento foi alargado para abranger mais cidadãos O valor máximo de rendimento anual para aceder ao Programa de Apoio ao Arrendamento foi aumentado, de acordo com uma portaria publicada em Diário da...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

7 Comentários

  1. Armando Sousa

    Boa tarde Sr. Pedro Anderson, e obrigado desde já pelas ajudas que vem prestando à sociedade
    Na sequência desta sua reportagem, entrei no portal das finanças e fiquei com algumas dúvidas, que gostava de partilhar e se possível ver esclarecidas:
    1. No caso do meu contribuinte pessoal e da minha esposa e depois de validar ambos os contribuintes, confirmei os meus dados do agregado familiar e seguidamente o passei ao passo seguinte, ou seja a validação da Habitação permanente do agregado familiar, aí deparei-me com esta dúvida, ou seja quando introduzi os elementos da habitação (onde se inclui o artigo da fração) tudo correu bem validou para o meu contribuinte, mas quando pretendi introduzir os mesmos dados relativos há habitação (neste caso a mesma) no contribuinte da minha esposa, o sistema não aceita e dá um alerta de que “o imóvel não está registado no nome deste contribuinte” (talvez porque o titular do IMI sou eu e não a minha esposa, embora o registo do imóvel tenha sido feito em nome dos dois). A situação está correta? É mesmo assim? E em caso afirmativo e que não se preencha nada na parte que diz respeito ao conjugue, deve assinalar-se, no conjugue também, que é a morada do agregado familiar, ou basta no meu contribuinte e o sistema assume para os dois?
    2. No caso do meu filho (já não é meu dependente, mas é solteiro) ele tem a habitação permanente (também no site das finanças, e assim aparece no site) numa casa que está registada em nome dos meus pais (sem empréstimos). Deve também preencher os dados do tipo de habitação (onde se inclui o artigo do imóvel) como sendo OUTRO tipo de habitação?

    Responder
  2. Rui Marques

    Faço minhas as duvidas do Sr. Armando Sousa.
    No meu caso estou em União de Facto, e a morar numa habitação propriedade da minha mãe.

    Neste caso como faço?

    Cumprimentos.

    Responder
  3. Sônia Santos

    Boa noite,vivi em União de facto desde 2001 agora o casamento termiou mas ele só saiu de casa ainda não foi nada tratado oficialmente pago eu a casa mas a casa está ainda no nome dos dois. Deve actualizar o agregado familiar sem ele? E no irs devo colocar como separada de facto?

    Responder
  4. Rui Pinto

    Boa tarde,
    Fiz a comunicação do agregado familiar e assim como o Sr. Armando Sousa, quando inseri a fracção e o artigo do imóvel na área da minha esposa recebi a mensagem “o imóvel não está registado no nome deste contribuinte”. Liguei para as finanças e disseram-me que para colocar no “Tipo de Habitação”, “Outra” em vez de própria. No comprovativo além de aparecer “outra” no tipo de habitação, no campo “Morada do Agregado” aparece “Não”, enquanto no meu campo aparece “Sim”. A Sra que me atendeu referiu que seria normal isto acontecer, e que era desta forma que estavam a fazer de momento. O imóvel está somente em meu nome.

    Responder
  5. Marcia ferreira

    O meu senhorio é reformado. Ou seja a não é obrigado a declarar a renda…. Como faço para preencher o IRS se não me aparece no e-fatura o valor das rendas…. As faturas entre guessed pelo sr. Não têm qualquer número sendo que nem manual consigo inserir.. A pergunta é…. O que é preciso pedir ao meu senhorio ou o que o senhorio tem que fazer para eu conseguir preencher… Obrigada

    Responder
  6. Hugo correia

    Boa tarde eu não fiz o agregado familiar nas finanças tenho 2 filhas uma já está na escola e a outra estou a tratar da inscrição e pedem me o agregado familiar mas no portal das finanças não consigo tirar o agregado e o que pede para a escola é o agregado familiar das finanças como posso resolver?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ola Hugo. Julgo que terá de ir às Finanças resolver.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.