O mesmo produto – dois descontos diferentes. Qual escolhia?

Escrito por Pedro Andersson

15.09.17

}
2 min de leitura

Publicidade

Vamos aprender com sabe de negócios

Leiam só este “desafio” do espectador Francisco Gouveia.

De que vale existirem empresas que faturam produtos a um preço muito elevado, para depois fazerem descontos exorbitantes?
A titulo de exemplo:
Uma empresa tem um produto a custar 1€ a preço NET (sem descontos, preço liquido) outra tem o mesmo produto a custar 2€ com 45% desconto em fatura e finalmente a terceira e ultima tem o mesmo artigo a custar 2,5€ mas em cada 10 unidades oferece 12 unidades bonus em produto (PAGUE 10 LEVE 22).
Qual a posição por ordem de custo (do mais baixo ao mais alto) destas 3 empresas e qual o custo líquido de cada um deles?

Para mim e para alguns é fácil perceber antes de fazer as contas mas para a maioria talvez não, até aposto que a priori a maioria compraria na terceira empresa, não acham?
Mas na verdade está errado, essa terceira escolha é a mais cara das 3…
Por puro acaso, a ordem final correta é a mesma pela qual enunciei as empresas…
1- a empresa que tem o preço NET (liquido) de 1€
2- a empresa que tem o preço base 2€ e faz 45% desconto que equivale a 0,90€ desconto ficando assim no preço final de 1,10€
3- a empresa que tem o preço base de 2,5€ e que por cada 10 unidades compradas (pagas) oferece mais do que se paga, oferece 12 unidades ou um P10 L22 sendo que aqui o cálculo é 2,5€ x 10 a dividir por 22 chegando ao preço NET (líquido) de 1,136€ recorrendo a 3 casas decimais para aproximar valores…

Para mim o mais acertado é trabalhar com PREÇOS NET, pois só se engana o cliente 1 vez na maioria dos casos e também que mostrar o preço NET ao cliente além de mostrar transparência poupa tempo evitando cálculos quer ao cliente quer às empresas…

E pronto, é aplicar isto no dia a dia. Atenção que há casos em que o desconto é superior ao preço NET. Temos de ver caso a caso. Estes exemplos servem só para mostrar que o facto de ter “desconto” não quer dizer que seja mais barato. Seremos menos enganados.

Já se registou na nossa Newsletter? É só ir à página inicial do Contas-poupança e colocar o seu e-mail. Receberá uma newsletter com todos os artigos da semana e uma dica exclusiva para tentar aplicar na sua vida.

 

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (26 de fevereiro a 03 de março)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de lucro de cerca de 10% para as...

PODCAST | #218 – Vamos a contas | Tenho de declarar os Certificados de Aforro (e outros) no IRS?

Os Certificados de Aforro continuam a suscitar muitas dúvidas. Uma delas é se somos obrigados a declará-los no IRS e como se faz. Essa dúvida é também muito comum quando alguém começa a pensar em investir em produtos relacionados com as bolsas, como Fundos PPR, Fundos...

ÚLTIMO DIA | Prazo para validar faturas para IRS 2023 termina hoje

Já validou TODAS as suas faturas e do seu agregado familiar? Os contribuintes têm até ao final do dia de hoje (quarta-feira, dia 28 de fevereiro) para validar e confirmar as faturas relevantes para o IRS de 2023, após o Ministério das Finanças ter decidido prolongar o...

Arrendamentos | Burlas estão a aumentar. Conheça os sinais e como evitar

Burlas com falsos arrendamentos têm estado a aumentar nos últimos dois anos Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes De acordo com a PSP, as burlas com falsos arrendamentos têm vindo a agravar-se desde 2022, quer nos arrendamentos de casas de férias, quer no...

ÚLTIMA HORA | Prazo para validar faturas de 2023 prolongado até quarta-feira

Faturas pendentes - Prazo prolongado até quarta-feira A Autoridade Tributária (AT) prolongou por dois dias, até quarta-feira, o prazo para a validação de faturas relativas a 2023 no portal e-fatura, depois de constrangimentos no último dia do prazo inicial. Em...

Quer inscrever-se no regime do Residente não Habitual? Pode fazê-lo até 2025

Autoridade Tributária informou que os contribuintes elegíveis podem inscrever-se até 31 de março de 2025 Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Se está interessado em inscrever-se no regime do Residente não Habitual (RNH), que permite aos seus beneficiários...

EURIBOR HOJE | Taxa a três meses mantém-se, mas sobe a seis e 12 meses

Euribor mantém-se a três meses, mas aumenta nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham...

ELETRICIDADE | O indexado em Fevereiro vai baixar bastante – Vale a pena mudar?

O preço da eletricidade no OMIE está quase de graça É impressionante o que está a acontecer nesta última semana. O preço da eletricidade no mercado grossista está praticamente a zero. Os valores a que a eletricidade vai ser vendida e comprada amanhã, pelas empresas...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem a três meses e descem a seis e 12 meses

Euribor sobe a três meses, mas desce nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um...

PODCAST | #217 – Qual é a forma mais simples de poupar na eletricidade?

A ouvinte Ana nunca mudou de empresa de eletricidade em toda a sua vida. Faz-lhe confusão mudar e acha que dá muito trabalho e sente que as outras empresas não lhe inspiram confiança. Este é um perfil muito típico dos consumidores portugueses. No episódio desta...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

1 Comentário

  1. Maria

    Bom dia,
    Sou de opinião que deveria fazer mais reportagens sobre este tema. A mentalidade portuguesa ainda está muito formatada para o “descontinho” e na maioria das vezes não se dá ao trabalho de fazer contas. Acredito que os resultados destes alertas não serão imediatos mas, vão ficando no ouvido e a pouco e pouco as mentalidades vão despertando e mudando. Se for a uma feira, é de bom tom marralhar (discutir o preço), o feirante já está à espera e faz os preços de acordo com essa previsão. No comércio tradicional, essa prática é corrente, o cliente até pode pagar mais, mas vai todo contente se lhe fazem um desconto.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.