“Pequenas” grandes despesas – Quais são as suas?

Escrito por Pedro Andersson

15.01.17

}
4 min de leitura

Publicidade

Peguei no tema da reportagem de um dos Contas-poupança de janeiro para a Crónica que escrevo semanalmente no Expresso.

Se não viu a  reportagem na SIC tem aqui tudo explicadinho e com mais algumas contas.

“Pequenas” grandes despesas

Muitas vezes chegamos ao fim do mês e achamos que o dinheiro “voou”. Puxamos pela cabeça para tentar perceber para onde foi e muitas vezes não chegamos a qualquer conclusão. Queixamo-nos do preço disto e daquilo (que é verdade) mas em alguns orçamentos familiares a explicação pode estar em pequenas depesas diárias ou semanais que, somadas, representam somas elevadas.

Fiz as contas a vários exemplos. Jogos, tabaco, pequeno-almoço e lanche fora de casa e outras pequenas despesas de que se lembre ou que se apliquem ao seu caso podem absorver mais dinheiro do que julga. Se fizer as contas a quanto gasta por ano pode ter uma grande surpresa.

O objetivo desta crónica não é dizer se deve ou não ter essas despesas. Como gasta o seu dinheiro é assunto pessoal – e ninguém tem nada a ver com isso. O que quero chamar a atenção é que deve saber sempre (para ter umas finanças saudáveis) se tem orçamento suficiente ou não para suportar esses gastos.

O que gasta com uma coisa “inofensiva” pode ser ao fim do ano mais do que o que paga de seguros dos carros ou de IMI, por exemplo. E se lhe falta esse dinheiro, quando precisa de pagar essas despesas obrigatórias pode verificar que já o gastou em coisas menos importantes.

QUANTO GASTA EM JOGOS?

Vamos a contas. Quem joga no Euromilhões todas as semanas e aposta 5 euros de cada vez, ao fim do ano gastou 260 euros. Se comprar uma raspadinha de 5 euros (ou equivalente) por semana são mais 260 euros. E se jogar também no Totoloto duas vezes por semana são mais €93,60. Ou seja, no total gastou € 613,60. Mais do que um salário mínimo nacional. E ainda tem o Placard, o Totobola e outros jogos.

Obviamente, há quem gaste menos e quem gaste mais. Se joga, faça as suas contas. E claro que há sempre a possibilidade de ganhar. É esse o fascínio do jogo. Pode acontecer ao fim do ano ter atingido o equilíbrio, ou até ter lucro. Só saberá se contabilizar o que gasta e o que ganha ao longo do ano no jogo. E é sempre imprevisível.

O dono de uma papelaria contou-me que há pessoas que jogam 5 euros na raspadinha todos os dias e que pedem por tudo que não contem ao marido/mulher, porque se tornou um vício. São 150 euros por mês, 1800 euros por ano. Se for uma reforma pequena, pode ser um problema.

Não há aqui qualquer juízo moral nem conselhos sobre se deve jogar ou não. Há quem o faça apenas por divertimento. A questão é que quem não joga tem sempre o prémio garantido do dinheiro que poupa para usar (se quiser ou precisar) noutras coisas. O importante é saber quanto se gasta – e avaliar se não nos faz falta para outras despesas.

OUTROS EXEMPLOS

Mas não é só no jogo que pequenos gastos se tornam grandes ao fim do ano. Quem fuma um maço de tabaco por dia, gasta ao fim do ano mais de 1.600 euros. Beber 3 cafés por dia só durante a semana representa 475 euros por ano. Tomar o pequeno almoço fora de segunda a sexta-feira são quase 400 euros e se juntar o lanche no café ou na cantina da empresa são mais 528 euros. Quem tiver todos estes hábitos gasta só com isto mais de 3 mil euros por ano. Se ganhar mil euros limpos por mês, está a trabalhar 3 meses por ano exclusivamente para tabaco e cafés. Dá que pensar.

Repito, para evitar mal entendidos, que cada um gasta o dinheiro como quer e naquilo que lhe dá prazer. A questão só se põe quando tem de fazer escolhas e está a ter dificuldade em saber onde pode cortar.
Para mim, o segredo da “boa” poupança é gastar aquilo que se tem naquilo que se quer. E, de preferência, que ainda sobre alguma coisa ao fim do mês.

A Crónica no Expresso está aqui neste link http://expresso.sapo.pt/economia/2017-01-15-Pequenas-grandes-despesas

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Como compro lombos de salmão mais baratos do que fiambre

Como comprar lombos de salmão com 65% de "desconto" As saudades que eu tinha de escrever um artigo sobre as minhas poupanças diárias… Como sabem, a minha estratégia de poupança é ter sempre o melhor possível pelo preço mais baixo. Nunca é a poupança dos “coitadinhos”....

ATENÇÃO – Já só tem uma semana para entregar o IRS (ou para o corrigir)

Prazo acaba a 30 de junho - Evite as multas O prazo para entrega do IRS termina no dia 30 de junho. Falta uma semana. De acordo com o Portal das Finanças, até este domingo já foram entregues cerca de 5 milhões e 600 mil declarações (5 615 814). Em comparação com o...

Oficial – Parlamento aprovou o fim de portagens nas ex-SCUT

Abolição das portagens nas ex-SCUT a 1 de janeiro de 2025 É oficial. O Parlamento aprovou em votação final global a proposta do PS para eliminar as portagens nas ex-SCUT e nos troços "onde não existam vias alternativas que permitam um uso em qualidade e segurança". O...

PodTEXT Vamos a Contas | Onde devo investir se já estou perto da reforma?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

PodTEXT | O que é o movimento FIRE – É possível refomar-se mais cedo?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 3 meses e sobem a 6 e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (24 a 30 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Isenção de IMT e Imposto de selo para jovens até aos 35 anos – O que já se sabe?

Lei já foi publicada em Diário da República Foi publicada esta quinta-feira em Diário da República a Lei (está aqui) que autoriza o Governo a avançar com a isenção do IMT e do respetivo Imposto de selo para jovens com idade igual ou inferior a 35 anos, na compra da...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Maiores de 35 anos podem aceder a isenção de IMT se comprarem casa com um jovem

Isenção de impostos também beneficia maiores de 35 anos Há cerca de três semanas, o Governo aprovou em Conselho de Ministros diversas medidas para facilitar a compra de habitação aos jovens até aos 35 anos. Entre elas, além da garantia pública de até 15% do valor do...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. DV

    Quando há alternativa, evitar as portagens. Sem portagens demoro +/- 20/25m a chegar ao trabalho se for pelas vias rápidas com portagens demoro 15m, o problema é que gasto 0,65 em portagens só de ida, se for ida e volta 1,20€ = 26,40 por mês e 316,80 por ano

    Responder
    • Pedro Andersson

      Pois. Quando fazemos as contas ao ano as coisas começam a fazer outro sentido.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.