IRS – Já tem disponível a aplicação para fazer o IRS offline

IRS Offline

Alguns contribuintes preferem usar o programa informático offline (instalado no seu computador) para não estarem dependentes dos acessos e dos crashes do Portal das Finanças. Assim, instalam o programa e preenchem com calma, salvam o ficheiro e quando decidirem que está tudo OK, abrem o Portal das Finanças e fazem o upload do ficheiro. São opções.

É só para dizer duas coisas:

  1. A aplicação já está disponível para download;
  2. Hoje (domingo) é dia 15 e já vai na versão 1.4.

Então já posso entregar o IRS com segurança?

Antes do início do prazo de entrega tomei a liberdade de aconselhar que esperassem até pelo menos dia 15 para entregarem o IRS porque há sempre muitos erros e atualizações nos primeiros dias. Isso, mais uma vez aconteceu.

Estive na semana passada na Autoridade Tributária a fazer entrevistas e foi-me dito que nas primeiras 48 horas foi necessário corrigir várias coisas. Um detalhe importante: ninguém é prejudicado pelas falhas de simulação no programa Modelo 3.  O dinheiro que vão receber estará seguramente certo. O que pode acontecer é que estão à espera de mais e  podem receber menos ou podem estar à espera de pouco e receber mais.

Isto só para realçar que a última versão do programa é de dia 13 de Abril, como podem ver na foto acima. O que quer dizer que estará estabilizado mas a última versão só tem ainda 2 dias. Eu vou aguardar mais uns dias até simular. Se se sentirem seguros do que estão a fazer e o resultado da simulação tem lógica para vocês creio que já será relativamente seguro entregar, também para não atrasar mais o reembolso. Avaliem.

 



4 comentários em “IRS – Já tem disponível a aplicação para fazer o IRS offline

  1. Elsa Gaspar Reply

    Bom dia! Continuo a verificar que o resultado da simulação é exatamente o mesmo com ou sem o Anexo H!!!
    Isso é normal?
    Obrigada!

  2. Bruno Silva Reply

    Na atual versão, 1.4, ao inserir rendimentos na categoria B, a aplicação dá vários erros (e não são poucos).
    Vou aguardar por uma versão mais “estável”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *