IRS – Simulou com englobamento… poupou 1.833 euros

Teste sempre o englobamento

Teste sempre o englobamento quando entrega Anexos no IRS com outros rendimentos para além do seu salário. Estamos a falar de Depósitos a prazo, pensão de alimentos, rendas (se for senhorio) ações e dividendos e rendimentos do estrangeiro.

Veja mais este caso que me chegou à mãos. Trata-se de um senhor idoso que recebe muto pouco de reforma mas tem uma casa arrendada. Por perceber que havia esta opção fez as duas simulações. Numa teria de pagar de IRS 2.465 euros. Com englobamento, vai pagar só 631 euros. Uma diferença de 1.833 euros. É uma diferença abismal, sobretudo para quem tem uma reforma pequena.

Se já entregou, simule outra vez

Não entreguem o IRS sem fazer primeiro esta experiência. Se já entregaram o IRS, podem simular outra vez e entregar nova declaração a corrigir para a alternativa que for melhor para vocês. Ainda estão dentro do prazo.

Simulação sem englobamento:

Simulação com englobamento (das rendas):

É uma diferença gigantesca.

Obviamente no seu caso, após a simulação, até pode verificar que com englobamento fica prejudicado. A simulação serve para isso. Só entrega a opção que for melhor para si.

Fico cada vez mais convencido de que a informação é essencial para fazermos boas escolhas. Não devemos esperar que seja o Estado a fazer as contas por nós. Como estão a ver, uma cruzinha pode fazer a diferença nas nossas Finanças pessoais num ano inteiro.

A reportagem onde explico tudo isto com detalhe está aqui:

VÍDEO – Aumente o reembolso do IRS com o Englobamento

Bom IRS, ou bom reembolso :)!

 

 



4 comentários em “IRS – Simulou com englobamento… poupou 1.833 euros

  1. Nuno Reply

    A minha mulher é trabalhadora independente faz 14 meses e com um rendimento de 7 mil euros e sem ter feito retenções em 2017 tem de pagar irs na simulação. Julgava que tendo rendimentos deste valor nesta categoria estaria isenta…

  2. Francisco Gouveia Reply

    Desde que a 2 anos atrás comecei a fazer o ENGLOBAMENTO DE RENDIMENTO ANUAL DE CAPITAIS que a totalidade dos 28% imposto retido pelo governo sobre o RENDIMENTO DE CAPITAIS volta para o meu bolso, e simular e ver como se portam essas conjugações no simulador AT…

  3. Luis Reply

    Os 28% correspondem à taxa liberatória a que esses rendimentos foram retidos. Não é obrigado a declarar esses rendimentos no seu IRS pois esses já foram tributados.

    No entanto, caso a sua taxa de imposto, no IRS, seja mais baixa pode-lhe ser vantajoso englobá-los. No espírito do artigo do Pedro pode dar-se o caso de ser vantajoso englobar esses rendimentos fazendo-os entrar pelo valor bruto e também preencher o que foi retido (o valor correspondente aos 28%). Caso a taxa de 28% seja superior à sua taxa, ao englobar esses rendimentos no IRS, faria com que recebesse uma devolução superior (ou pagasse menos).

  4. Bruno Miguel Reply

    Boa tarde Pedro,

    No caso das ações, o pagamento de dividendos e a venda de direitos devem ser declarados? Pergunto pois recebi dividendos e vendi os direitos do BCP e em ambos os casos ficou retido na fonte 28%.

    Cumprimentos
    Bruno

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *