Contas-poupança… O mais visto outra vez

Obrigado!

Fico feliz por terem achado útil a informação que demos ontem sobre o IRS. Cada vez mais aumentar o nosso reembolso de IRS está nas nossas mãos. Mas não é fácil e há muita falta de informação.

O Contas-poupança foi, mais uma vez, o programa mais visto na televisão portuguesa nos minutos em que foi emitido. E era sobre Deduções fiscais. Com contas complicadas e tudo. Pode rever a reportagem AQUI.

Evidentemente, para tentar explicar como funciona o IRS tive de simplificar bastante a informação. Alguns contabilistas já me contactaram a referir alguns detalhes que têm de ser levados em conta aqui e ali. Concordo. Tenho plena consciência disso e digo mesmo no texto da reportagem que simplifiquei de propósito para ser mais fácil de compreender.

Mas o raciocínio das deduções como desconto nos impostos que pagamos é mesmo assim. Quanto mais faturas pedir com o seu NIF mais recebe ou menos paga (varia, claro, conforme as categorias). E sim, vai ter muito trabalho a validar tudo e mais alguma coisa no Portal das Finanças.

A reportagem foi vista por 1 milhão e 100 mil espectadores. Quase uma em cada 4 pessoas que estavam a ver televisão viram ontem o Contas-poupança. E foi o minuto mais visto em toda a SIC. As pessoas querem mesmo perceber o IRS.

Explicar o complicado

Como sabem, fazemos um grande esforço para explicar coisas complicadas e que sejam úteis para as pessoas. Hoje em dia está quase tudo acessível na internet, facebook, etc. No caso do Contas-poupança é importante que o vejam na televisão. Importante para nós, claro. Não têm de o fazer. Mas se puderem, agradecemos. As audiências valem o que valem. E no nosso caso, valem muito e é o que nos permite continuar.

Na semana que vem

Para a semana, estamos a preparar uma reportagem sobre um tema praticamente tabu em Portugal. Vou arriscar. Não conto pelos dedos das mãos as vezes que já vi o tema tratado na Comunicação Social. Parece que temos medo, enquanto sociedade, de falar sobre o assunto. Depois aceito todas as críticas que quiserem fazer. Mas acho que faz parte da nossa responsabilidade social abordar temas que sejam difíceis e dolorosos.  Alguém tem de o fazer, quanto mais não seja para lançar a discussão.

E pode poupar ou, neste caso, ter bem melhor pelo mesmo dinheiro.

Até para a semana, quarta-feira, mais ou menos à mesma hora!

Querem seguir-nos no Instagram?

Obrigado.



Um comentário em “Contas-poupança… O mais visto outra vez

  1. Celso Reply

    O problema (pelo menos na minha opinião) não é pesquisar e haver muita informação mas sim onde encontrar informação de sitios fidedignos. Foi por esta razão que decidi apagar a minha conta de Facebook. Partilha-se tudo e mais alguma coisa, sem saber o que se está a partilhar na realidade, levando a uma perceção e compreensão erradas das noticias/informações por parte de quem vê essas partilhas. Um exemplo foi o site bombeiros24.pt escrever que a tempestade carmen vinha em força no dia 5 de janeiro, quando ela no dia 2 já estava em França e tinha passado uma semana antes por portugal. Enviei um email a pedir que removessem a noticia por tal não ser verdade e nem resposta obtive. Essa noticia, ainda presente no site deles, teve 77.300 partilhas.
    É a isto que me refiro. Por vezes torna-se difícil saber onde se informar e todos sabemos que os websites do estado não são muito “elucidativos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *