Como faço para ter a FINE do meu Crédito atual

Posso ter a TAEG e o MTIC do meu crédito atual?

Recebi muitas mensagens como estas depois da reportagem de ontem.

Silvia Belchior Para quem já tem crédito à habitação também se pode obter esse FINE, ou é só para novos créditos? Obrigado e parabéns pelo excelente trabalho!
Nélson Pacheco Ora aqui está uma pergunta bastante pertinente, e que foi o que pensei quando estava a ver a reportagem.

Boa pergunta. A FINE, como perceberam na reportagem desta semana do Contas-poupança é clara como água se perdermos alguns minutos a lê-la e a entendê-la. Mas a FINE só é entregue quando pedimos uma simulação e depois é repetida quando é formalizada a proposta de Crédito “oficial” (chamemos-lhe assim).

Não é para créditos já aprovados

Mas muito provavelmente receberam a FIN (a antiga) quando fizeram os vossos créditos. Podem é não ter olhado para ela com olhos de ver, ou só quiseram saber do spread e mais nada. O resto era tudo um mal necessário, não era? Está a TAER (que agora se chama TAEG). É a mesma coisa. Só não tem o MTIC. Mas podem pegar no valor do empréstimo, somar a TAER e o valor que vos der será aproximado ao MTIC. Digo aproximado porque entretanto as taxas de juro foram sendo alteradas ao longo do tempo e as anuidades dos cartões e comissões também e o mesmo com os seguros de vida e multirriscos.

Eu sei que não sabem o que assinaram, porque foi assim também no meu caso. Quando fiz o meu crédito à habitação em 2007 não fazia a mínima ideia do que vos estou a explicar agora. Quem me dera saber o que sei hoje. É por isso que faço isto com este empenho. Quero que as pessoas não cometam os mesmo erros que cometemos no passado por ignorância, desconhecimento e preguiça.

Mas eu quero saber o que assinei no meu contrato

Vamos por partes. A FINE é só para novos contratos. Ponto. Não vale a pena pedir ao seu banco que lhe faça uma FINE para o crédito que já devia conhecer de cor e salteado. Vamos lá a ver, se assinamos devíamos saber ao detalhe o que assinamos. Eu sei que não foi assim no nosso caso. Eu também assinei o meu de cruz.

Como obter uma “espécie” de FINE

Mas entretanto podemos fazer uma coisa para não sermos apanhados desprevenidos no futuro. A minha forma de ter a FINE (fiz isto há cerca de 3 anos e fiz também reportagem com esta dica, mas presumo que muitos de vocês nessa altura ainda não conheciam nem viam o Contas-poupança) foi pedir à minha gestora de conta que me enviasse por e-mail o meu plano de pagamentos de juros, amortização e seguro de vida (mês a mês) até ao fim do meu contrato. Foi esse documento que me assustou e que me levou a fazer muitas das reportagens que já conhecem.

O meu caso é dramático. A dada altura vou estar a pagar quase 800 euros por mês até aos 82 anos. A minha batalha é descobrir todos os truques possíveis para baixar essa conta nos próximos 20 anos, antes de me reformar. Nem quero acreditar no contrato que assinei, e ainda hoje não acredito que o banco também aceitou. Acho que a loucura naqueles anos era coletiva.

Em resumo, se ficou curioso em saber a sua situação, peça o tal plano de pagamentos com os valores de hoje. E assuste-se ou fique descansado, confirme o que vir nesse documento.

Depois digam como correu.

Subscreva AQUI o meu canal do YouTube. Brevemente haverá novidades :). Carregue no sininho para ser alertado sempre que tiver uma nova dica de poupança

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança. Assim não perde nenhuma dica.

 



8 comentários em “Como faço para ter a FINE do meu Crédito atual

  1. Rui Queirós Reply

    Por acaso o site do meu Banco (Banco Popular mas em vias de ser Santander) permite ver o plano de pagamento até ao final do contrato, obviamente com as taxas à data de hoje. E confesso que fiquei agradavelmente surpreendido, tenho um crédito a 25 anos, dos quais faltam pagar 17 e a manter-se este cenário a prestação será a mesma de hoje (menos de 300€) e pagarei até ao final pouco mais de 2500€ em juros. Não me parece um mau cenário, mas como já escrevi anteriormente o objetivo é ir amortizando todos os anos, reduzindo desta forma os juros e o seguro de vida.
    Relativamente ao Seguro de Vida não sei ao certo (mas vou pedir) mas como este está indexado ao valor em dívida penso que nunca será muito elevado.

  2. Rui Queirós Reply

    Por acaso o site do meu Banco (Banco Popular mas em vias de ser Santander) permite ver o plano de pagamento até ao final do contrato, obviamente com as taxas à data de hoje. E confesso que fiquei agradavelmente surpreendido, tenho um crédito a 25 anos, dos quais faltam pagar 17 e a manter-se este cenário a prestação será a mesma de hoje (menos de 300€) e pagarei até ao final pouco mais de 2500€.
    Relativamente ao Seguro de Vida não sei ao certo (mas vou pedir) mas como este está indexado ao valor em dívida penso que nunca será muito elevado.

  3. Diogo Reply

    Boa noite, fiz o pedido por escrito do plano de pagamentos com as taxas actuais do crédito de habitação que tenho com o BPI, pedido este feito em Novembro com várias reclamações, até agora sem resposta oficial, apenas com um contacto a informar que esse plano tem custo e necessita de análise.

  4. Julio Reply

    Sem pensar nesses nomes estranhos (FINE, TAEG…) primeiro temos que verificar se temos um bom spread. Se assim for, basta-nos depois ver os seguros. Nada como fazer umas simulações ou recorrer à Reorganiza.pt, por exemlpo, para verem se compensa mudar de seguros.

    Foi o que eu fiz, tinha e tenho um spread de 1,50% o que não é mau mas estava a pagar muito pelos seguros de vida e multi-riscos. Com a ajuda da Reoganiza pago agora menos 340 euros por ano de seguros. Ao fim de 20 anos vão ser menos 6800 euros. Só tenho de estar atento ao spread e não me preocupo com TAEGs.

    • Liliana Reply

      Desculpe perguntar-lhe isto, mas quanto pagou pelo serviço da Reorganiza? Compensou? Obrigada.

    • Paulo Reply

      Infelizmente não basta, pois existem muitos mais custos associados como foi explicado – e bem – na reportagem. Refiro-me a comissões de processamento, de manutenção de conta, de cartões associados, etc…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *