Acabe com as passwords do Estado

Diga adeus às senhas complicadas nos portais do Estado

Num mundo ideal, não precisaríamos de uma senha para o Portal das Finanças, outra para o Portal da Segurança Social Direta, outra para tratar na Carta de Condução no IMT online, e outra para o IEFP, e ainda outra para tratar da Saúde, consutas e das vacinas no Portal da Saúde.

Quantos de nós sabem de cor todas as senhas ou conseguem encontrá-las nos “arquivos” lá de casa quando precisamos delas?

Num mundo ideal bastaria uma senha (de preferência simples, tipo multibanco) para todos os serviços do Estado e, quem sabe, de todas as empresas privadas.

Mas obviamente teria de ser segura e prática. Que pudesse andar sempre no nosso bolso para a usarmos em qualquer circunstância sem termos de ir a casa procurar a password.

E não é que já existe?

Vai conhecê-la mais logo no Contas-poupança, no Jornal da Noite da SIC.

E a melhor parte é que, em alguns casos, poupa dinheiro em reconhecimentos de assinaturas porque o Estado reconhece a sua “assinatura” automaticamente. É especialmente útil para profissionais que precisam desse reconhecimento tipo engenheiros, arquitectos e sócios-gerentes.

E poupa tempo, muito tempo. E evita andar a pedir segundas vias das senhas  e pagar multas porque entregou documentos (ou o IRS) fora do prazo.

Não perca mais logo uma inovação que lhe vai facilitar a vida.

Daqui a pouco, no Jornal da Noite, na SIC, porque é quarta-feira… é dia de Contas-poupança!

Conto consigo. Se não puder ver em direto pode sempre andar para trás na box e ver mais tarde. As audiências agradecem :).

Até já!

Já se registou na Newsletter?



Um comentário em “Acabe com as passwords do Estado

  1. Celso Reply

    Bom dia Sr Pedro. Só uma pequena questão: é legal o estado impor taxas na eletricidade, como por exemplo o CAV, a DGEG e o ISPE e ainda cobrar-me o iva sobre essas taxas? Pelo que entendi, como acontece o mesmo nos combustíveis, o estado não deve cobrar imposto sobre as taxas. Ou estou a fazer alguma confusao?
    Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *