Se tem conta na CGD cuidado com as comissões bancárias: vão aumentar!

O cerco das comissões bancárias está a apertar

Já aqui disse várias vezes que o cerco das comissões bancárias de manutenção de conta (e todas as outras) estão a aumentar. Como a EURIBOR negativa está a dar prejuízo aos bancos eles estão a ir buscar o dinheiro onde podem (aos clientes).

Eu pensava que a Caixa Geral de Depósitos seria a última a acabar com as isenções a quem tinha o ordenado domiciliado (ou que resistisse a esse impulso). Mas não. Podem ver AQUI a reportagem do Contas-poupança sobre o que aconteceu noutros bancos.

Todos os clientes receberam agora em Junho uma mensagem (quantos a leram com atenção?) a dizer que havia alterações ao Preçário de Comissões e Despesas.

O que muda, quer dizer, sobe?

Neste momento, por ter Conta Ordenado, estou isento de qualquer comissão na CGD. A partir de 1 de Setembro só estarei isento se usar o cartão de débito E O CARTÃO DE CRÉDITO pelo menos uma vez de 3 em 3 meses. Ora, isso não é assim tão difícil, dirão alguns. Foi o que me disse o senhor da CGD quando liguei a pedir mais informações.

Pois não. Mas eu não uso o cartão de crédito da CGD. Só o tenho porque sou “obrigado” para ter um spread mais baixo (e pago 26 € por ano só para o ter na gaveta). Vai ser tão fácil não me lembrar da última vez que o usei. Passam 3 meses e um dia e lá vão mais 5,15 € por mês a sair da minha conta sem eu dar por isso.

E não se iludam. Agora é de 3 em 3 meses, depois passa a 2 e depois passa a um. Vai ser assim em TODOS os bancos.

Só escapam as contas de quem tem mais de 65 anos e que ganhe menos de 1,5 salário mínimo nacional e jovens até aos 25 anos que sejam os únicos titulares da conta. Se o pai ou mãe fizerem parte, passam a pagar (a menos que usem o MB e o cartão de Crédito). Liguei para a CGD e se os pais forem apenas autorizados a movimentar a conta (sem serem titulares) não pagam Comissão de Manutenção.

Estão a ver velhotes com reformas um bocadinho mais altas a usar o cartão de crédito, só para não pagarem Comissões de Manutenção de conta?!

Estamos a falar de 5,15 € por mês a partir de 1 de Setembro. São 61,80 € por ano!

Como escapar à nova comissão? Pagando.

Pois. Para não pagar essa comissão de quase 62 €, a CGD propõe que passe a ter (pagar) uma Conta Caixa com 3 opções: S, M ou L.

Na S paga “apenas” 30 € por ano; Na M “apenas” 48 € por ano; e na L fica a pagar 7 euros por mês, ou seja, 84 € por ano. Cada uma delas inclui mais serviços e cartões (uns interessam, outros é só para encher o pacote, como nos pacotes de telecomunicações que oferecem canais aos montes que ninguém vê).

Portanto, leiam com muita atenção os e-mails mais recentes da CGD e vejam o que se aplica ao vosso caso. Sendo que devem preparar-se para estarem atentos ao dinheiro que vos tiram da conta a partir de Setembro. Se não quiserem pagar vão ter de adquirir ou usar o cartão de Crédito de 3 em 3 meses.

Recordo que para além da nova comissão, já pagam 18,72 € de anuidade por cada cartão Multibanco e 18 € de anuidade pelo Cartão de Crédito (no meu caso) – há mais baratos.

Seja qual for o seu banco, perca 5 minutinhos e veja no seu extrato bancário as comissões bancárias que anda a pagar sem se aperceber e veja bem para quanto vão aumentar. Porque vão continuar a aumentar.

Em qualquer banco avisam sempre que se quiser pode rescindir e que se não disser nada é porque aceita. Mas eles sabem bem que não podemos sair porque temos lá o Crédito à Habitação.

Têm a faca e o queijo na mão.

Vejam AQUI algumas das alternativas no mercado que não cobram comissões.



18 comentários em “Se tem conta na CGD cuidado com as comissões bancárias: vão aumentar!

  1. Gonçalo Reply

    Bom dia Sr. Andersson!
    Gostaria de perguntar-lhe o seguinte, uma vez que acompanha as políticas dos bancos em matéria de comissões:
    1- As contas conhecidas como “Contas Poupança Habitação” que foram constituídas ao abrigo de legislação especifica entretanto várias vezes alterada, estão a salvo destas comissões de manutenção?
    2- Embora estas contas perderam a sua característica principal, creio que ainda outorgam um benefício em matéria de redução dos valores ao realizar o registo da propriedade . é assim ou estou em erro?

  2. Jorge Reply

    Banco CTT
    Conta sem comissão de manutenção;
    1 Cartão de Débito gratuito e sem anuidades;

    Confirmo, pois sou cliente há mais de um ano. Sempre cumpriram.
    Mas, nunca se sabe….. num futuro próximo

  3. Ramiro Ribeiro Reply

    A falta de argumentos para justificar o desrespeito de contratos e Clientes ao violar as mais básicas regras que uma instituição deveria ter, apenas revelam o desespero em que a CGD se encontra para sustentar os seus erros. Estas acções vão originar fuga de capitais e clientes e talvez acelerar o seu FIM !! Quase todos os Banco têm melhor gestão que este lugar pouco fiável!!

  4. Ramiro Ribeiro Reply

    A falta de argumentos para justificar o desrespeito de contratos e Clientes ao violar as mais básicas regras que uma instituição deveria ter apenas revelam o desespero em que a CGD se encontra para sustentar os seus erros. Estas acções vão originar fuga de capitais e clientes e talvez acelerar o seu FIM !! Há muitos Bancos bem geridos onde não somos ROUBADOS comissões abusivas e absurdas!!

  5. António Monte Reply

    Mas no mapa apresentado no site diz :
    Com domiciliação de rendimentos ou património financeiro igual ou superior a 5.000€
    Sendo assim, porque não contariam os Depósitos à Ordem?

  6. António Monte Reply

    Mas nas condições do mapa do site diz:
    “Com domiciliação de rendimentos ou património financeiro igual ou superior a 5.000€”
    e nada refere sobre se são ou não depósitos à ordem.

  7. Teixeira Reply

    Onde anda a DECO? Não deveria ser Defesa do Consumidor? Acordem!!!

  8. Liliana Brito Reply

    Boa Tarde! Vou fazer-lhe uma pergunta acerca do que me aconteceu hoje, se me poder esclarecer fico muito grata, e alerto outros clientes do Banco. Foi-me cobrado hoje a anuidade do cartão debito/credito referente ao ano de 2016 ( sem aviso prévio, eu é que liguei para o apoio ao cliente e me disseram que era de 2016). Gostaria de saber se o banco tem o direito de cobrar agora essa anuidade ( desde 2010 que tenho esta conta e só este ano, em Março, é que paguei a primeira anuidade), visto que já passou 1 ano e 3 meses? Obrigada pela atenção e pelo serviço publico que presta aos portugueses com a sua rubrica.

    • Patrícia Reply

      Bom dia, aconteceu-me exactamente a mesma coisa. Já apresentei reclamação na página da CGD, vou ver o que respondem…Pelo que me informaram isso só aconteceu com os cartões Caixa Woman. Mas não me considero informada, pois sempre soube que os cartões eram sujeitos a anuidade, contudo sempre caí na isenção por domiciliação de ordenado, logo qualquer alteração ao preçário, não deveria ter influencia em quem era isento.
      Se queriam alterar as condições, deveriam informar os clientes devidamente! E muito menos cobrar algo que se “esqueceram” de cobrar…se eu me “esquecer” de pagar algo, pago juros, comissões e afins, logo não tenho o direito de me esquecer mas eles sim…Onde anda a DECO?

  9. Flavio ribeiro Reply

    Boas, eu tinha conta no bpi e também pagava comissões na ordem dos 61€ anos… foi então que decidi mudar para o CTT agora tenho 0€ ano!!! E parece que o meu credito habitação também irá sair da cgd para o CTT pois não vou andar a encher mais os cofres… já chega às taxas de crédito habitação serem altas!

  10. Miguel Reply

    No meu caso estava a pagar 70 €/ano do Cartão de Crédito para ter um spread mais baixo.
    Resolvi rever as cláusulas do Contrato do Crédito Habitação e verifiquei que apenas dizia que tinha te ter um Cartão de Crédito, sem referir um específico, no entanto, na altura impingiram esse cartão mais caro.
    Não perdi tempo, cancelei o cartão e aderi ao Caixa IN por 0 €/ano (agora é 12 €/ano, devido aos aumentos).

  11. Manel Reply

    Passamos a usar o nosso dinheiro no colchão como antigamente, por mim fechou a única conta a da CGD.

  12. Usurpado Reply

    Pois é! Para pagar “dívida perpétua a uma taxa de juro de 10,75%” (50 milhões de juros ao ano) o dinheiro deve vir de algum lado. Estranho que não tenham perguntado aos seus clientes se queriam “investir” nesse produto com um retorno anual de “10,75%”. Eu investia mas… parece que foi só para alguns amigos…
    Farto de ter estas surpresas (a que chamava de “comissões cogumelo”) com a constante mudança de condições há uns anos mudei, com alguns percalços e complicações apresentadas pela entidade, para uma “Conta de Serviços Mínimos Bancários” porque era apenas isto que precisava do banco.
    O que se complicou para mim? Tive que mudar a forma de pagar as portagens (leia-se Via Verde) e não uso o cartão de débito quando vou para fora do país (se precisar há vários serviços como Western Union nos CTT)
    Txus, U

  13. Bruno Dinis Reply

    Pedro, aqui fica uma informação extra,
    “As contas à ordem de alunos associadas aos cartões Caixa IU- Institutos e Universidades e Caixa Académica Estudante, mantêm-se os critérios de isenção da Comissão de Manutenção.

  14. Marco Pinheiro Reply

    Ontem estive à conversa com a minha gestora de conta e aqui ficam as minhas contas:

    Pago atualmente 2×18€ ano por 2 cartões débito (meu e da mulher) = 36€ / 12 = 3€ mês;
    Faço pontualmente durante o mês uma ou duas transferências para outros bancos = 0.50€ * 2 = 1€ mês;
    Não tenho nenhum cartão de crédito deles (porque tinham anuidades, e por isso, tenho um daqueles Barclaycard do shopping…. não tem comissão, e pago sempre 100%, logo, sem juros);
    > RENDA ANUAL NESTE MOMENTO: 4€

    Irei subscrever (que remédio) o Caixa M:
    Com este pacote passarei a disponibilizar de: Cartão de Crédito (ou seriam dois? Não importa, mas desisto do barclays para centralizar tudo num sítio apenas…); 2 Cartões MB; 3 transferências bancárias mensais;
    > RENDA ANUAL DO CAIXA M: 48€ / 4€ mês;

    Se preferia não mexer em nada? Sim, mas dado que estamos a ser empurrados e cercados aqui e nos outros bancos, acho que ainda assim, é uma proposta ainda aceitável… se não me engano nas contas, fico a pagar o mesmo e com Cartão Crédito na mesma instituição (vale o que vale).

    • Pedro Andersson
      Pedro Andersson Post authorReply

      Sim. É uma boa opção. Daqui a uns meses aumentam o preçário do s do m e do l. E já não pode fugir. Já vi o filme todo.

  15. Carlos Pacheco Reply

    Gostaria de reforçar a sua informação sobre despesas na CGD. Sou administrador de um condominio e pelo facto de ter alterado o nome do outro administrador a CGD cobrou pelo processo burocrático 28€+Iva. Neste momento só esta dependência bancaria cobra. Uma tristeza…

  16. Francisco Gouveia Reply

    Boa noite, tudo correto falta acrescentar que se alguem la tiver um qualquer INVESTIMENTO, (AÇOES, OBRIGAÇOES, ETC.) DEPOSITO A PRAZO (na conta a ordem nao conta, pois diasseram-me nao ser considerado um INVESTIMENTO…)
    No valor IGUAL ou SUPERIOR a 5.000€ (pode ser um so ou a soma de varios investimentos dessas naturezas fracionados…) tambem a conta a ordem que estiver indexada a ele automaticamente sera isentada bem como outras contas a ordem que tenham indexado um qualquer valor (pode ser ate ser o valor minimo exigido para abertura de 10€ num qualquer deposito a prazo) desde que como anteriormente referi totalizem os 5.000€ ou mais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *