KIT de emergência em caso de catástrofe – incêndio ou terramoto

Está preparado?

Achamos sempre que a desgraça só acontece aos outros. Estamos todos profundamente chocados com a terrível tragédia que está ainda a acontecer em Portugal.

Nem quero imaginar o sofrimento de quem está a ser afectado pelos fogos e sobretudo de quem perdeu família e amigos. Só podemos estar solidários com eles.

Sei que nestas altura é preciso ajudar da forma mais imediata possível  quem perdeu tudo ou quase tudo.

Fala-se muito de prevenção do Estado e das autoridades e proprietários de terrenos. Isso é uma questão que ainda vai demorar tempo e vai dar seguramente muitas polémicas. Já estamos habituados.

Tem um KIT de emergência para fogos?

Quero contribuir, no entanto com uma sugestão que pode e deve ser imediatamente aplicada por quem quiser porque ainda pode ajudar alguém nas próximas horas, dias e semanas.

Eu sei que é uma dica básica, mas considero muito importante e pode fazer a diferença depois da catástrofe, partindo do princípio que os danos são só materiais.

Sempre que há terramotos, costumo alertar aqui no blogue para a necessidade de ter um KIT de emergência: Uma mochila com bens essenciais e documentos.

Podem ler o artigo sobre a mochila que tenho em casa AQUI.

Foi feita a pensar num terramoto, mas refleti melhor e tenho de pensar também na questão do fogo. No caso da cidade talvez não se aplique tanto, mas em zonas rurais onde há a possibilidade séria de fogos florestais que podem atingir a casa acho que deve ser levada muito a sério.

Lembrei-me disto porque vi pessoas a ser retiradas de casa pela GNR sem rigorosamente nada nas mãos. Este é um momento captado numa reportagem do meu colega da SIC Luís Godinho. Estava na régie a coordenar a emissão da SIC Notícias e reparei no homem em pânico que não queria sair de casa. Mãos ao alto, sem nada, e sem saber sequer para onde o levavam.

Imaginem que essa pessoa precisa de tomar medicamentos nas próximas horas; que tem crianças e não leva água; que elas ficam com fome; que ficam feridas com um corte ou uma queimadura e não tem uma pomada (tipo Queimax) ou um penso rápido.

Imagine (espero que não) que quando regressar a casa perdeu tudo. Onde estão os documentos essenciais?

Guarde cópias de tudo

Daí a minha sugestão: pense numa mochila de emergência em caso de fogo. Fotocópias de todos os documentos pessoais da família. Fotocópia da apólice do seguro da casa. Estojo de primeiros-socorros. Uma caixa por estrear dos medicamentos que precisa mesmo tomar. Água e qualquer coisa que dê para matar a fome durante algumas horas até chegar a um centro de acolhimento. E um carregador de telemóvel suplementar. Quando chegar aos bombeiros vai querer carregar o seu telemóvel para contactar e ser contactado e receber informações.

Tem de ser uma mochila que pegue nela em segundos quando sair de casa sabe-se lá para onde. Depois os Bombeiros, a Segurança Social e as outras autoridades vão ajudar, mas se tiver o essencial consigo pelo menos algumas coisas vão ser mais fáceis até poder organizar de novo a sua vida.

Pense no que precisará para reconstruir tudo se um fogo destruir a sua casa. E proteja essas informações. Espero que nunca lhe seja útil, mas se um dia precisar facilita um bocadinho.

Se quiserem ver uma mochila de emergência de um militar (onde não falta nada) podem ler esse artigo AQUI.

Há coisas que dependem das autoridades. Esta é a parte da prevenção que cabe a cada um de nós.



Um comentário em “KIT de emergência em caso de catástrofe – incêndio ou terramoto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *