IRS : Ponto da situação do Ministério das Finanças

500 milhões já reembolsados

O Ministério das Finanças enviou hoje ao início da manhã para a comunicação social o balanço até agora da campanha do IRS.

Partilho convosco na íntegra o comunicado do Ministério das Finanças:

Até ao dia 2 de maio foram reembolsados 495 milhões de euros, correspondentes a 591 489 declarações de IRS. O número de contribuintes já reembolsados é cerca de 15 vezes superior ao dia homólogo do ano passado (quando tinham apenas sido reembolsados 38 568 contribuintes).

O IRS automático permitiu um aceleramento do processamento das declarações e, nos casos aplicáveis, da transferência do reembolso aos contribuintes. Mais de um milhão de declarações foram já processadas, sendo que, além dos reembolsos, resultaram 72 mil notas de liquidação e 337 mil declarações sem reembolso ou pagamento.

No mesmo período, foram entregues três milhões de declarações. Um valor ligeiramente abaixo de anos anteriores, explicado pela existência de um prazo único para a entrega das declarações (entre 1 de abril e 31 de maio), ao contrário do que aconteceu no passado. Dessas declarações já entregues, 20% (599 485) correspondem a confirmações de IRS automático.

Em resumo, há menos declarações entregues que no ano passado e os reembolsos (em média) estão a ser mais rápidos por causa do IRS Automático.

Fico com a ideia de que (como este ano o prazo das duas fases é conjunto) muitos contribuintes vão deixar para mais tarde a entrega do IRS. Ainda têm tempo, mas não deixem para o último dia. Depois é tudo ao monte e o sistema “vai abaixo”. Sem necessidade.

 

 



Um comentário em “IRS : Ponto da situação do Ministério das Finanças

  1. Jorge Máximo Pereira Heitor Reply

    Por mim, entreguei a 28 de Abril, foi validado a 4 de Maio, mas ainda não processado na tarde de 18 de Maio. O atraso está a ser maior do que aquilo que há três semanas nos davam a entender. Será que ainda vou esperar muito tempo pelo reembolso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *