ÚLTIMA HORA – O número de contacto das Finanças mudou

ACABOU O 707!

Acabei de reparar neste instante (desculpem se já sabiam e eu não dei por nada) que o número 707 206 707 finalmente morreu e foi substituído por um 21 normal.

Há anos que ando a chamar a atenção para este pormenor (desde 2013) das pessoas ligarem para as Finanças (CAT da AT – Centro de Atendimento Telefónico da Autoridade Tributária) para resolverem problemas e terem de pagar uma brutalidade ainda por cima.

Quanto custa ligar para um 707?

Fazem ideia do dinheiro que custa ligar para um número começado por 707?

Têm de rever a reportagem que fizemos no Contas-poupança em março de 2013 sobre este assunto. Vejam as gravações que fiz na altura por telefone das chamadas para a AT.

http://sicnoticias.sapo.pt/programas/contaspoupanca/2013-03-14-numeros-de-apoio-ao-cliente-comecados-por-707-tem-custos-que-podem-surpreender1

FINALMENTE!

O novo número da AT

A partir de agora fixem este número 217 206 707. Se repararem é igual ao antigo mas o 707 transformou-se em 217. Só mudaram os dois primeiros números. Facilita a memorização do novo número. A partir de agora é GRÁTIS para quem tem pacotes de chamadas no fixo ou no telemóvel ou paga apenas a chamada local.

Agora já há menos uma razão para não esclarecerem todas as dúvidas que tiverem junto da AT.

Podem ver aqui o Folheto_CAT que encontrei na net. É fresquinho de dezembro de 2016.

Não sendo uma notícia extraordinária não posso dizer que seja má. Demoraram pelo menos 3 anos mas alguém conseguiu. Espero que todas as outras instituições e empresas sigam o exemplo.

Vejam mesmo a reportagem acima. Em alguns casos é mesmo um escândalo.

Vejam quanto custa por hora ligar para estes números 707.

 



6 comentários em “ÚLTIMA HORA – O número de contacto das Finanças mudou

  1. Carmo Amaral Reply

    quero alterar a minha morada nas finanças, dirigi-me ao balcão, disseram que tinha que ser através da Internet,
    na net não encontro local de alteração, liguei para o número da finanças disseram que tinha que tirar novo cartão de cidadão que alteração era feita automaticamente, será?

  2. Jorge Dinis Reply

    Já só falta que a AT volte a colocar no seu portal todos, mas todos os contactos de email que afinal o Governo obriga a que se faça na Administração Pública toda a comunicação por via electrónica. Primeiro retiraram, o contacto da Directora-Geral da AT, do seu staff, até que retiraram todos os contactos de email dos seus serviços, locais, direcções de serviços e direcções de finanças.
    Portanto, só falta que a AT cumpra a Lei, a começar pelas resoluções do conselho de ministros e na própria LGT que a vincula e desrespeita. Pior, a DSIMI tem a lata de reenviar resposta de que não aceita reclamações porque deve ser usado o contacto do portal do e-atendimento e depois, este responde-nos de que não está de serviço por razões técnicas. Ou seja, Reclamar é permitido, mas receber Reclamações tributárias Não, simplesmente não divulgam as caixas de email institucional, nem no portal, logo, para efeitos de estatística e cooperação com os contribuintes, a eficiência e cumprimento da Lei aumenta exponencialmente por diminuição de “queixas” dos contribuintes. Aprenderam bem, o “os conteúdos do livro único do Estado Novo”. Se não recebem reclamações, é porque não há e se não as há, é porque os serviços estão eficientes e cumpridores dos direitos dos contribuintes.

  3. Anabela Moreira Reply

    Estes números 707… são um roubo e deviam ser considerados crime de extorsão. A maioria das pessoas tem chamadas grátis e estes números foram criados para nos obrigar a gastar dinheiro. No caso das Finanças eram quantias enormes, e na maior parte das vezes não chegávamos ao funcionário certo, ou não nos sabiam esclarecer.

    Acabei de pedir ajuda para preenchimento de um documento através deste nº grátis (para quem não paga) 217206707 e o atendimento foi rápido e eficiente duas vezes seguidas, com funcionárias muito prestáveis e pacientes.

    Estes números 707… devem acabar.

  4. Fabio Reply

    Eu liguei para tentar esclarecer como pagava um selo automóvel visto que na minha repartição de finanças me pediram o cc, o automóvel e do meu pai e ele passa a semana fora o funcionário nao quis fazer o pagamento só com os dados do cartao, a resposta que me deram nesta linha foi e passo a citar “se nao ficou satisfeito com a resposta do funcionário pede o livrinho amarelo mas nao liga para aqui que isto nao é o muro das lamentações”

  5. m Isabel Sousa Reply

    Também eu deixei uma reclamação na página das finanças quando gastei todo o saldo do telemóvel e apenas me deram música. Gastei 6 € a espera que passassem a chamada e quando atendem cai a chamada . Fui ver tinha o saldo em 0.

  6. fernando lopes Reply

    esperemos que a ACT também siga o mesmo caminho saber dos nossos direitos laborais temos que perder tempo ou pagar a chamada quando temos chamadas gratis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *