Painel solar – A instalação (Parte 1)

Afinal poupo ou não poupo?

Milhares de portugueses já têm painéis solares que produzem eletricidade. De um lado ouço maravilhas, do outro que não compensa ou só compensa a MUITO longo prazo.

Como consumidor e jornalista ligado a estas coisas das poupanças, já vos disse várias vezes que gosto de testar o que mostro nas reportagens. Andei a juntar para um painel solar e consegui agora.  Estou convencido que vou anular durante o dia todos os meus standby (TV e Box) que entretanto já tinha anulado com a tomada inteligente da EDP, mas como às vezes a Box fica ligada por esquecimento (está atualmente à parte da tomada inteligente) e o computador às vezes também fica esquecido ligado enquanto vamos trabalhar estou a contar com o sol para me pagar essa despesa. Conto igualmente que o painel solar me pague o frigorífico e a arca congeladora durante as horas de sol.

Esta é a minha perspectiva. Vamos ver se é isso que acontece ou não. Parto para esta experiência sem nenhum preconceito. Se vir que afinal não resulta como esperava cá estarei para o dizer.

Acho que o interesse desta minha experiência é viver num apartamento e ter pedido autorização ao condomínio para instalar o painel no telhado de todos. Durante muitos anos sempre pensei que só quem tinha vivendas é que podia “sonhar” em instalar paineis fotovoltaicos. Decidi avançar. O primeiro desafio foi ultrapassado. O painel está lá.

Nota importante: instalei o painel exatamente por cima da minha arrecadação no sótão, como vão poder ver nas fotografias. Se houver algum problema de infiltrações ou de outro tipo é da minha exclusiva responsabilidade. Não me atrevi a pedir para furar telhado na arrecadação de vizinhos.  A minha parte do telhado está virada para sul, que é a localização “perfeita” e a inclinação do telhado também. Tudo se conjugou.

Vamos então à descrição pormenorizada de como se faz para instalar um painel nas minhas condições.

NOTA – Neste blogue não há posts patrocinados. Digo as marcas porque são as que comprei, cada um compare e faça as suas decisões. Encomendei o KIT “faça você mesmo” na empresa www.boaenergia.pt.  Custou-me 487 € já com IVA. Chegou-me a casa assim com o manual de instruções. Já me disseram vários espectadores que encontro mais barato. Procurem :).

20161103_121157

20161103_121148

O conteúdo das caixas

Podem ver o VÍDEO com o conteúdo das caixas AQUI.

Quanto produz um painel solar

Neste ARTIGO mostrei fotos de quanto produz um painel solar fotovoltaico em dias de sol e em dias de chuva. É muito instável.

E chegou o dia

Este sábado, como parou de chover durante umas horas, começámos a instalar (eu e um amigo meu que instalou painéis solares durante alguns anos e que ainda se lembrava como se faz) o painel.

Passo 1

Furar a estrutura de alumínio e o telhado para fixar a estrutura onde vai ficar preso o painel.

20161119_111531

Passo 2

Usar “Cola e Veda” (é assim que se chama) para impedir que a água entre nos buracos.

20161119_113330

Passo 3

Usar buchas suficientemente compridas para atravessar a viga interior onde vai ficar fixada a estrutura que vai segurar o painel.

20161119_112821

Passo 4

Furar e fixar bem a estrutura do lado de dentro da arrecadação. Não queremos que o painel voe num dia de temporal…

20161119_122859

20161119_130313

20161119_131349

Passo 5

A primeira parte da instalação está completa. A estrutura para fixar o painel está pronta para o receber.

20161119_131933

Assim que puder, mostro os passos seguintes. É um processo que eu não faria bem sozinho. Ainda bem que tive ajuda. Demorou um dia inteiro: das 10 da manhã até às 17h30.

Se tiverem curiosidade sigam todo o processo nos próximos dias, semanas e meses em www.contaspoupanca.pt.

 

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Painel solar - A instalação (Parte 2) - Contas Poupança
  2. A instalação de um painel solar em VÍDEO - Contas Poupança

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.