O meu primeiro painel solar – Vídeo 1

O painel chegou!

Como vos disse, comprei o meu primeiro painel solar para testar realmente se vale a pena (numa perspectiva puramente financeira) comprar um ou mais paineis destes.

O que comprei produz no máximo 250 W e conto que ele produza energia suficiente para os meus consumos elétricos do router, frigorífico e arca frigorífica enquanto tiver sol. O sistema não tem baterias para armazenar o que produzir em excesso.

O que vem nas caixas?

Vou mostrar-vos em vídeo todo o processo. Este é o conteúdo das caixas que me chegaram a casa. Custou-me 487 € com IVA (não inclui instalação).

Vai ser colocado aqui com vista para o Palácio da Pena.

wp-1479051910443.jpg

Em próximos vídeos mostrarei como é a instalação. Não é tão fácil como possa parecer.

 

 

 



3 comentários em “O meu primeiro painel solar – Vídeo 1

  1. Pingback: Painel solar - A instalação (parte 1) - Contas Poupança

  2. pedro carvalho Reply

    Eu optei pelo sistema de baterias 1000w mais duas baterias e inversor. Tem cerca de 3 semanas
    . Pelas contas que fiz irei poupar menos 40% na fatura da elect. É vantajoso mas há que pedir a edp um contador bidirecional pois oque nao consumir vai pagar via injecao na rede.
    Isto acontece nos contadores digitais. Nos analogicos estes andam para traz…

  3. FRANCISCO ROMÃO Reply

    Boa tarde.
    Também instalei um sistema solar fotovoltaico, mas de 520w (260w+260w).
    Os painéis estão no quintal e virados a Sul. Junto à tomada, coloquei um contador de energia calha Din para monitorizar a produção. De facto, em dois dias de Agosto, tirei as leituras de hora a hora e fiz um gráfico de produção que resultou numa parábola invertida com pico de 520w/hora quando o sol incide na perpendicular. Estes sistemas começam a produzir pouquinho e acabam de igual forma, com o início e fim do dia solar.
    Resumindo, para 2 painéis, até Setembro produziam cerca de 2,7kw a 2,8kw por dia, agora está pelos 1,6kw/dia.
    No início tinha um contador híbrido (duas leituras, digital e analógica), como em certas alturas produzia mais do que consumia, a parte analógica do contador andava para trás. Fazendo a diferença de leituras no contador da companhia, dei 25kw à rede.
    Recentemente a EDP substituiu—me o contador (por um GridBox) com base no registo efectuado no site, fazendo este novo a compensaçao do excesso produzido, ou seja, desconta.
    Posso dizer que estou satisfeito, pois o contador novo, a custo zero, faz a vez do mais eficiente sistema de baterias.
    Ou seja, ainda, não preciso de me preocupar muito com o ciclo de consumo (período de por os equipamentos a trabalhar), pois o contador faz essa compensação, desde que seja de dia,…

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *