Eletricidade – Gastar o mínimo dos mínimos

E se eu não ligasse nem uma lâmpada?

É uma pergunta que faço a mim mesmo há muito tempo.

Vamos imaginar que nem sequer ligava as luzes, lavava a roupa e a loiça à mão, nada de TV nem computadores ligados, etc. Mesmo assim, quanto é que pagava?

Aproveitei as férias para fazer essa conta. Não é uma teoria, é mesmo ao cêntimo. É o meu caso real, veja se pode ter alguma semelhança consigo.

Desliguei TUDO

Como já vos disse tenho um aparelho que mede os meus consumos de eletricidade quase segundo a segundo. Portanto, desliguei TODOS os aparelhos elétricos cá em casa. Da ficha mesmo. Só ficou ligado o frigorífico, a arca e o router para ter acesso às leituras. Para garantir que não sobrava mesmo mais nada desliguei tudo no quadro antes de sair de casa excepto o fusível da cozinha e a tomada do router. O resultado foi este (tenho tarifa simples).

screenshot_20160830-005351

Quanto gasta a minha casa vazia?

As barras pequeninas todas iguais foram os dias em que não esteve ninguém em casa, nem um minuto. Gasto, portanto, 0,50 cêntimos de eletricidade (0,486 €) por dia só por ter o frigorífico e a arca ligados (mais o router). Certo.

Portanto, 30 dias vezes 50 cêntimos dá 15 €. Mais IVA (23%) passa a 18,45 €.

Como tenho potência contratada de 4,6 kVA pago mais 6,38 €. Mais IVA passa a 7,85 €

Já vai em 26,30 €. E AINDA NÃO LIGUEI UMA LUZ SEQUER!

Agora a parte das taxas:

Todos pagamos a Taxa de Exploração DGGE. São mais 7 cêntimos por mês mais IVA = 0,09 €.

E um Imposto Especial sobre o Consumo de Eletricidade – são 0,0001 € por cada kWh consumido. No meu caso são 2 kWh por dia (casa vazia sem intervenção humana). Vezes 30 dias dá 60 kWh, logo, daria mais 6 cêntimos de imposto. MAS ESTE IMPOSTO TAMBÉM LEVA IVA POR CIMA! Assim passa a quase 7 cêntimos e meio.

Falta a Taxa Audiovisual. Mais 2,86 € por mês. Sobre a Taxa ainda recai 6% de IVA. Dá 3,03 € / mês. Quer esteja em casa quer não.

Vamos a contas?

18,45 + 7,85 + 0,09 + 0,075 + 3,03 = 29,50 €.

Moral da história: Basta ligar uma luz ou uma máquina qualquer para a fatura disparar. Todos os consumos e taxas, como levam 23% de IVA, aumentam proporcionalmente os nossos gastos. O que fazer? Ter cuidado com os consumos. Não há outra maneira. Só ligar o que for realmente necessário. E esperar que baixem o IVA da eletricidade e acabem com as taxas. Sou mesmo optimista!

Como podem ver neste gráfico, tem o momento em que desligo as luzes e fecho a porta e vou de férias e o momento em que regresso a casa e ligo as luzes e outros equipamentos. os riscos baixinhos no meio são o frigorífico e a arca a ligar e a desligar.

screenshot_20160813-020805

E o mínimo dos mínimos é…

Basicamente, a minha conclusão é: pago 30 euros todos os meses só para ter comida em casa. Fora tudo o resto.