Enciclopédia da Poupança – Como pôr o seu dinheiro a render mais

Como sabem, estou a “arquivar” aqui no blogue todas as reportagens do Contas-poupança desde o início, para que quem quiser pesquisar por temas possa ter tudo acessível.

Estávamos em 2012 e os bancos precisavam desesperadamente de dinheiro e o Estado também. Ofereciam juros de 6 a 14% nos depósitos a prazo. Ouvir falar de juros assim agora dá vontade de rir. Quem aproveitou na altura fez bem.

Os valores que vão recordar nesta reportagem estão completamente desatualizados. Agora os juros dos depósitos a prazo estão perto de ZERO. Mas o princípio demonstrado na reportagem mantém-se.

O importante é: cada vez que um depósito a prazo vence não o deixe estar no mesmo sítio. Coloque-o onde rende mais, mesmo que para isso seja preciso mudar de banco. Tenha em atenção as comissões. Pode não compensar.

Como podem rever neste Contas-poupança, os produtos do Estado continuam a render mais que nos bancos. Com valores muito mais baixos agora, mas continuam a render mais que os depósitos a prazo.

Que juros estão neste momento a render os seus depósitos a prazo? Há muitas pessoas que inacreditavelmente não fazem ideia.

Reveja AQUI o Contas-poupança emitido a 1/1/2012.

http://sicnoticias.sapo.pt/programas/contaspoupanca/2012-01-01-Como-por-o-seu-dinheiro-a-render

“Com a crise financeira, os bancos precisam de dinheiro. Para quem tem algumas poupanças é uma boa altura para investir. O problema é encontrar os produtos mais rentáveis e seguros. No Contas Poupança, apresentamos as melhores alternativas para pôr o seu dinheiro a render.”

Não se esqueçam de fazer “Gosto” no Facebook do Contas-poupança

Subscrevam o canal no YouTube AQUI.

Também estamos no Instagram.

E no Twitter.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.