IRS: Cometeu este erro?

Muitos espectadores estão a referir que na Nota de liquidação não estão a aparecer as deduções da exigência de fatura (os 15% do IVA em restaurantes, oficinas e cabeleireiros).

Ao ler este comentário de uma espectadora no Facebook ocorreu-me que isso pode acontecer em alguns casos por OPÇÃO do próprio contribuinte sem ter essa intenção.

“Já percebi para onde foram os meus 175€. consignei o valor de IRS e IVA a uma instituição e sem saber doei o valor de benefício das minhas facturas exigidas em 2015. Fi-lo acreditando que o Estado iria dar por mim esses valores a uma instituição. Sempre ouvi dizer que é assim que se processa. Afinal não. O meu benefício IVA por exigência de factura não me é entregue por falha nas informações vinculadas quando dizem para consignarmos o valor que não custa nada. Pois não. Estou desempregada e foram só 175€ que me faziam falta. pode ser que alguém esteja a olhar para a boa acção que acabei de fazer e me arranje um emprego :(”

Vejam se fizeram isto por engano: quando escolhem uma instituição para dar 0,5% do vosso IRS isso sai do bolso do Estado e não do nosso, escolhe o quadradinho do IRS, mas mesmo ao lado está também outra cruzinha que diz IVA. Se escolheram as duas estão a oferecer à IPSS da vossa escolha os 0,5% + TODO o valor da exigência de fatura que amealharam durante o ano de 2015. Se assinalaram as duas cruzinhas é óbvio que não vão ter essa dedução no vosso reembolso.

A espectadora ofereceu 175 euros à IPSS pensando que era o Estado que oferecia.

Portanto, se estão a dar por falta dessa dedução na vossa nota de liquidação a explicação pode ser esta. Foram vocês que abdicaram dela, por opção. Não há nada a fazer.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.